Secretaria da Saúde organiza testagem de Covid para caminhoneiros na fronteira

(Foto: Henrique Dihl/RBS TV)

“Estamos à disposição para ajudar essa categoria de profissionais tão importantes para nossa economia”, disse secretaria Arita 

A Secretaria da Saúde está mobilizada junto ao Ministério da Saúde, secretarias municipais de Saúde das cidades de fronteira e gestores públicos da Argentina e do Uruguai para proporcionar e organizar a testagem diagnóstica da Covid-19 em caminhoneiros que passam pelo Estado e seguem para esses países.

“Estamos à disposição para ajudar essa categoria de profissionais tão importante para nossa economia. São eles que trabalham na importação e exportação de bens”, falou a secretária da Saúde, Arita Bergmann, em reunião online realizada na tarde de segunda-feira, 26. “Temos todo o interesse em colaborar e encontrar uma forma ágil de atender a todos”, completou a especialista em saúde do Laboratório Central do Estado (Lacen), Loeci Natalina Timm.

Arita reforçou a necessidade de haver novas máquinas para o Laboratório de Fronteira (Lafron), em Uruguaiana, com o objetivo de rodar exames de biologia molecular RT-PCR. O coordenador dos Laboratórios de Fronteira do Ministério da Saúde, Emerson Araujo, garantiu que o Estado receberá, no próximo mês, novo maquinário, proveniente da realocação de equipamentos do laboratório de Biomanguinhos, no Rio de Janeiro. “Agradecemos a ajuda do governo do Rio Grande do Sul. Com certeza essa parceria é fundamental para garantirmos a segurança desses trabalhadores”, disse Araujo.

Até que ocorra capacitação de recursos humanos, transporte do equipamento e calibragem dele no laboratório em Uruguaiana, a secretária Arita sugeriu que as coletas do exame sejam realizadas em pontos estratégicos das principais rodovias utilizadas pelos caminhoneiros e o Lacen, em Porto Alegre, processe os resultados.

A pauta dos testes diagnósticos nos motoristas de caminhão que cruzam as fronteiras do Brasil com o Uruguai ou a Argentina está em debate desde meados de 2020. O Ministério da Saúde se prontificou em enviar os insumos para a realização dos testes.

Fonte: Governo do Estado RS