Presidente da AMM buscou apoio ao projeto que prevê aplicação de recursos financeiros, decorrentes de incentivos fiscais, em projetos de desenvolvimento do turismo

(Foto: Operadora Caminho das Missões/Divulgação/JC)

Entidade tem articulado a vinda de recursos com intuito de fortalecer o turismo para melhor explorá-lo economicamente 

O presidente da Associação dos Municípios das Missões e prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein, falou hoje, 6, sobre a recente viagem à capital do estado, onde tratou de assuntos relativos ao turismo regional. Conforme o gestor, a visita aos deputados e setores do governo teve o intuito de fortalecer os vínculos e, por consequência, trazer investimentos para esta área.

Uma das demandas foi sobre o projeto Pró-Missões, cujo objetivo é promover a aplicação de recursos financeiros, decorrentes de incentivos fiscais a contribuintes, em projetos culturais, arqueológicos, de desenvolvimento do turismo, restauração e aquisição de patrimônio histórico, bibliográficos e restauração e ampliação de museus relativos ao tema Missões Jesuíticas Guarani no território gaúcho. O projeto de lei está sob análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, segundo Ricardo, deverá ser sancionado.

Outro assunto abordado foi o recurso excedente da Consulta Popular destinado à sinalização turística da região. O valor que não foi utilizado será destinado ao caixa do turismo para ser igualmente investido na região Missioneira.

Ricardo falou ainda sobre a recente visita do presidente do IPHAN RS, Leonardo Maricato, destacando ter se tratado de momento importante, pois foi possível apresentar as demandas locais e já estabelecer os preparativos para a visita da presidente nacional do Instituto, Larissa Peixoto, para a qual devem ser levadas cobranças, especialmente sobre os sítios arqueológicos e toda a infraestrutura que envolve a chegada até estes locais, com vistas de oportunizar ao visitante uma estrutura mais qualificada.

Neste mesmo sentido, Ricardo ainda comentou que fez cobranças sobre o aeroporto de Santo Ângelo. Há preocupação com a demora em licitar a obra. É um projeto de mais de R$ 40 milhões e que representará desenvolvimento econômico regional ao permitir voos diretos de centros maiores como São Paulo.

São Nicolau

Ricardo falou também sobre as preocupações com seu município, informando que foram igualmente tratadas na viagem. Comentou o estabelecimento de placas de orientação turística no Rincão dos Potreiros – projeto este desenvolvido em parceria com as secretarias, em especial a de Turismo – e que marca o começo de um projeto para ampliar a sinalização local.

Por fim, o chefe do Executivo convidou a comunidade para acompanhar, no próximo domingo, a partir das 10 horas, nas redes sociais do município, a live em alusão ao Café de Cambona. O evento marca a passagem deste tradicional evento que, pelo segundo ano, por causa da pandemia, precisou ser adiado. A expectativa é que para o ano que vem possa ser realizada a XIV edição.

Placa instalada no Rincão dos Potreiros

Fonte: Rádio São Luiz