Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Projeto de geração de energia solar irá contemplar 17 escolas da Rede Municipal de Ensino de São Luiz Gonzaga

(Foto: Reprodução)

Editais de licitação foram publicados na última semana para a execução das obras  

São Luiz Gonzaga – Na semana passada, a Prefeitura de São Luiz Gonzaga publicou seis editais de licitação destinados a instalação de sistema de energia fotovoltaica (energia solar). Os sistemas principais serão instalados em seis escolas da Rede Municipal de Ensino e irão contemplar 17 educandários (ao todo, a rede possui 21 escolas).

Receba as nossas notícias no WhatsApp

 

Os projetos foram desenvolvidos pelo engenheiro eletricista da Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLA), Paulo Henrique Henz. O valor estimado de cada um dos projetos varia entre R$ 115.266,04 e R$ 163.945,30. Os seis editais estão disponíveis no site da prefeitura, por meio do link https://www.saoluizgonzaga.rs.gov.br/site/licitacoes 

A secretária de Educação e Esporte, Mariza Klein Ditz, comentou sobre o desenvolvimento da proposta. “Os educandários têm elevado consumo de energia. A maioria das salas de aula, por exemplo, possui climatizadores. A questão da eficiência energética pautou reuniões da secretaria com o prefeito Sidney Brondani e o vice-prefeito Piti Werle. Objetivando essa eficiência, na questão de economia e do consumo consciente, pensamos no desenvolvimento deste projeto, o qual será um grande passo para o nosso município”.   

Unidades geradoras e compensadoras   

O engenheiro eletricista da Secretaria Municipal de Planejamento, Paulo Henrique Henz, destacou que o projeto de sistema de energia fotovoltaica para as escolas municipais, além da sustentabilidade e economia, é uma ação importante em prol da conscientização das futuras gerações. Henz também explicou detalhes da proposta. “O sistema de compartilhamento de energia é muito utilizado neste modelo de projeto, em que as unidades consumidoras possuem a mesma titularidade ou CNPJ. O sistema é dimensionado para ter uma produção de energia ativa maior que o consumo, e instalado na unidade com melhor espaço físico e orientação solar. O excedente de energia gerada é compartilhado, de forma remota, com outras unidades consumidoras, ocorrendo assim a compensação de energia”.   

Conforme o projeto, as unidades geradoras e compensadoras serão as seguintes:  

– Unidade geradora: EMEF Coronel Manoel Mamede de Souza  

Unidades compensadoras: EMEI Presidente Trancredo Neves e EMEI Leovegildo Paiva  

– Unidade geradora: EMEF Francisca Lencina 

Unidades compensadoras: EMEF Coração de Jesus e EMEI Inácia Gomes Caldas 

– Unidade geradora: EMEF Padre Augusto Preussler 

Unidades compensadoras: EMEI Cecília Petry Batista e EMEF José Bonifácio 

– Unidade geradora: EMEF Ernestina Amaral Langsch 

Unidades compensadoras: EMEI Altamiro da Silva e EMEF Centenário  

– Unidade geradora: EMEI Luiza Fabrício da Cunha 

Unidades compensadoras: EMEF Érico Veríssimo 

– Unidade geradora: EMEI Florinda Caetano Braga 

Unidades compensadoras: EMEI Eliria Cerutti Perim e EMEF Boa Esperança    

Como são seis editais, a entrega da documentação e propostas relativas as licitações serão recebidas em datas distintas de acordo com cada publicação (nos dias 14, 15, 18, 20, 21 e 25 de outubro), na Sala de Licitações, até às 10 horas.   

Por Larissa Dorneles / AI da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMPLA e SEMEDE

Sair da versão mobile