Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

AGSL faz grande partida, vence o Soberano e assume a liderança de forma isolada

Rômulo Magalhães, 15 anos, marcou o primeiro, segurou a emoção e fez o torcedor vibrar muito nas arquibancadas. (Imagem: Divulgação/AGSLTV)

São Luiz Gonzaga – A Associação Grande São Luiz de Clubes conquistou uma grande vitória na noite de sábado, 16. Jogando em São Luiz Gonzaga, contra o Soberano, de Sarandi, o time missioneiro fez um jogo de muita aplicação e ganhou por 2 a 1. A vitória desempatou a liderança do grupo, que agora pertence, de forma isolada, à AGSL, que tem nove pontos.

Receba as nossa notícias no WhatsApp

O gol que abriu a vitória saiu dos pés do jovem Rômulo Magalhães. Faltando 13min22seg para o fim do primeiro tempo, o garoto de 15 anos, prata da casa, que desponta para o futsal com muita qualidade, recebeu um passe de Pimenta, no centro da quadra, driblou o marcador e, em jogada individual, pela ala esquerda, conduziu até a área. Quando o goleiro Jefferson saiu, ele bateu forte e marcou. Emoção pura do atleta, dos companheiros e da torcida.

O segundo gol saiu faltando 1min36seg para o fim do primeiro tempo. Fernando errou o domínio da bola do Soberano, pelo meio da quadra, e Gianluca aproveitou. Ele conduziu pela direita, aproximou-se da área e, com relativa tranquilidade, bateu no pé da trave direita, tirando do goleiro e fazendo a festa da torcida.

Quando as duas equipes saiam para o vestiário, uma confusão iniciada pelo atrito do técnico José Carlos Villa, do Soberano, que havia sido expulso ainda com a bola rolando, com um torcedor, causou um tumulto envolvendo praticamente todos os atletas. Houve troca de empurrões e frases do tipo “vocês vão ir lá”, em referência ao próximo confronto. De saldo da confusão, a expulsão de Erick e Léo Borba, do Soberano, e de Didio e João Victor, do São Luiz.

Na volta do segundo tempo, o jogo seguiu nervoso, mas o São Luiz soube segurar a vantagem. Faltava pouco mais de um minuto para acabar quando Moretto, que estava como goleiro linha, conseguiu vencer o goleiro Henrique Beccon, que antes havia feito pelos menos três defesas importantíssimas.

Com a vitória, a AGSL chegou aos nove pontos, 100% de aproveitamento e encaminhou sua classificação. Restam agora três jogos, do returno, sendo dois fora de casa. O primeiro será contra o mesmo Sarandi, sábado que vem, e depois contra a Fundescar, em Carazinho. São Luiz fecha a fase contra Miraguaí, em casa, no dia 06 de novembro.

Ao fim do jogo, Renan Carvalho dedicou a vitória ao José Diego Gomes dos Santos, o Dieguinho, que em 16 de outubro de 2018, há três anos, faleceu vítima de uma lesão causada durante um treinamento em quadra. Os dois eram contemporâneos, jogaram juntos na AGSL e tinham em comum o amor pelo futsal e pelo time são-luizense. “Quero dedicar essa vitória para alguém muito especial, que é o Dieguinho. Sei que – eu chego me arrepiar – que lá de cima ele tá vendo e eu dedico essa vitória a ele”, disse Renan.

Fonte: Rádio São Luiz

Sair da versão mobile