Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Coopatrigo realizou encontro de fechamento do ano com a sua Liderança

(Divulgação/Coopatrigo)

São Luiz Gonzaga – A Coopatrigo realizou na segunda-feira, 20, um encontro dos Líderes, com o objetivo de apresentar os encaminhamentos do fechamento do exercício 2021. Na oportunidade, a Diretoria da Coopatrigo colocou o movimento contábil fechado até novembro e a projeção de encerrar o ano com R$ 2,2 bilhões de faturamento bruto e um resultado aproximado de R$ 80 milhões.

Receba as nossas notícias no WhatsApp 

“Foi um ano difícil em virtude das restrições impostas pela pandemia da Covid-19 e já iniciou com uma frustração na safra de milho, problemas com os contratos futuros de soja e milho, que felizmente foram honrados por nossos associados, mas também ocorreram boas safras de soja, canola e trigo, que resultaram neste bom desempenho da Coopatrigo”, disse o presidente Paulo Pires ao abrir os trabalhos com a Liderança.

Foi apresentada a nova proposta de divisão dos resultados, procurando valorizar aqueles que trabalham com a Cooperativa e buscando cada vez mais a fidelização dentro da Coopatrigo. O presidente Paulo Pires disse que após muita discussão no Conselho de Administração ficou definida a destinação como retorno para o associado. Os valores estarão disponíveis no dia 31 de dezembro na Conta Corrente de cada um. Soja: R$ 3,00 por saca entregue e liquidada; Milho: R$ 1,00 por saco entregue e liquidado; Arroz: R$ 1,00 por saco entregue e liquidado; Canola: R$ 2,00 por saco entregue e liquidado, Trigo R$ 1,10 por saco entregue e liquidado; e as duas grandes novidades que são 2% sobre todas as compras de agroquímicos realizadas em 2021 e também R$ 10,00 por cada saca de semente de soja adquirida da Coopatrigo. Além disso, os agricultores familiar com DAP válida também estarão recebendo R$ 1,20 do chamado Selo Verde. Os colaboradores receberão dois salários nominais como PPR.

“Acreditamos ser uma valorização de todos que contribuíram para o bom desempenho da Coopatrigo e sobra um valor considerável para a Coopatrigo fazer frente às suas necessidades de investimentos e capital de giro”, afirmou Paulo Pires.

O vice-presidente Luiz Flávio Oliveira destacou aos líderes o comportamento das vendas a prazo na Coopatrigo e a preocupação que sempre existe neste item pelo grande número de negócios realizados pela Cooperativa. Já o Superintendente Marcos Pilecco comentou sobre as principais culturas trabalhadas pela Coopatrigo e as projeções para 2022. com alguns projetos novos que estão sendo elaborados para levar mais alternativas de produção aos associados citando como exemplo o Projeto Canola.

Finalizando o Encontro de Líderes, o presidente Paulo Pires destacou os vários investimentos que estão em andamento, principalmente na parte de armazenagem que continua sendo a grande necessidade dentro da Coopatrigo. “Cada vez mais realizaremos encontros como esse para mostrar o que estamos fazendo, ouvir o temos que fazer e enfrentar os desafios”, finalizou o presidente.

Por Roberto Marques

Fonte: Assessoria de Comunicação da Coopatrigo

Sair da versão mobile