Coopatrigo estabelece normas para o recebimento da safra de soja 21/22

(Divulgação)

São Luiz Gonzaga – Na manhã desta terça-feira, 23, o presidente da Coopatrigo, Paulo Pires, fez um comunicado aos associados no que diz respeito à soja que já está sendo colhida na região de abrangência da Cooperativa e que apresenta uma baixa qualidade, não possuindo mercado na indústria e nem na exportação.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A Coopatrigo vai receber todo o produto colhido pelos seus associados, mas as cargas que não tiverem classificação comercial conforme as normas, serão registradas em um código diferente e armazenadas. Elas não terão liquidez comercial como soja, isto só vai vai ocorrer quando a Coopatrigo conseguir alguma oferta para esse produto de baixa qualidade.

“A Coopatrigo estará ao lado do produtor associado e vai receber o produto que ele colher, mas não poderemos ser irresponsáveis de valorizar esse grão castigado pela estiagem como soja normal e comprometer a estabilidade financeira da Coopatrigo”, afirmou o presidente Paulo Pires.

O presidente ainda reiterou que “o associado vai compreender essa medida e juntos – Cooperativa e associados – vão atravessar esse momento de dificuldade ocasionado pela mais severa das estiagens registradas na área de abrangência da Coopatrigo”.

Por Roberto Marques – Assessor de Comunicação da Coopatrigo