Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Pedido de vista do vereador José Luiz adia votação do aditivo com a Corsan

(Fotos: Alcides Figueiredo/Rádio São Luiz)

Terminou sem ser votado o projeto que tratava sobre a assinatura do aditivo com a Corsan enviado à Câmara de Vereadores pelo Executivo são-luizense. Um pedido de vista (para análise) do vereador José Luiz (PT) adia a votação para até sete dias.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

No início da sessão, presidida pelo vereador João Iuri (PSD), manifestaram-se as vereadoras Rose Grings (Progressista) e Ana Barros (PT) e os vereadores Misael Porto (PSD), Paulo César da Trindade Garcia (Progressista) e Valmir Silveira (MDB). Moradores representantes das comunidades que serão incluídas na universalização da água, como Loureiro, União, Joaquim Nascimento, Trevo, Vila dos Cabos e parte da Harmonia, também participaram.

A vereadora Ana Barros, após a manifestação de Valmir, chegou a pedir vista, mas como o Regimento Interno prevê que o pedido só pode ser feito por quem ainda não se manifestou, o pedido acabou sendo feito pelo seu colega de partido, vereador José Luiz.

No entendimento do presidente João Iuri, com o adiamento da discussão é provável que o prefeito tenha que enviar uma justificativa à Corsan e aos órgãos fiscalizadores, pois prazo para encaminhar a assinatura deste aditivo encerra amanhã.

O presidente do Legislativo acredita que o pedido de vista tenha o intuito de obstruir a matéria e ganhar tempo para fazer articulações e ampliar a mobilização.

Por Kelvin Morais

Fonte: Rádio São Luiz

Sair da versão mobile