Liberada venda de carne de aves e derivados a granel em açougues e fiambrerias

(Foto: Divulgação)

A partir desta semana, açougues e fiambrerias do Rio Grande do Sul poderão vender carnes de aves e derivados a granel. As novas regras, que serão publicadas em portaria da Secretaria da Saúde nesta segunda-feira, 15, alteram o regulamento técnico para as boas práticas na manipulação e comercialização de alimentos, publicado em novembro de 2021, e passam a permitir a abertura das embalagens dos produtos, que serão comercializados conforme a demanda do consumidor.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Antes era vedada a abertura das embalagens, com a exigência de que os produtos fossem vendidos apenas nas quantidades determinadas pela indústria. Se, por exemplo, a embalagem contivesse um quilo de peito de frango, não era permitida a abertura caso o consumidor quisesse uma quantidade menor.

A mudança atende a reivindicações do setor de avicultura, sendo sensível com a necessidade de desenvolvimento econômico do Estado, sem deixar de considerar a necessidade de mitigar os riscos sanitários.

“A portaria anterior, na sua magnitude, estava correta, mas era preciso uma adequação”, disse o presidente da Associação Gaúcha de Avicultura, José Eduardo dos Santos, que participou de uma reunião com a secretária da Saúde, Arita Bergmann, na sexta-feira, 12. “A pessoa que mora sozinha geralmente precisa de um volume menor do produto, e a mudança atende essa necessidade.”

Pela nova regra, as unidades não vendidas devem ser mantidas na embalagem original, separadas dos demais produtos no balcão expositor por barreira física. Também é determinado que, caso o prazo de validade após a abertura da embalagem seja inferior, deverá ser respeitado. A regra também vale para os produtos a granel.

Fonte: Secretaria Estadual de Saúde