Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Coopatrigo consolida Canola como alternativa de plantio no inverno

Foto: Divulgação

O presidente da Coopatrigo, Paulo Pires, falou no informativo desta quarta-feira, 26, especialmente sobre a colheita da Canola, que está ocorrendo na região e apresentando boas produtividades. O dirigente disse que a Coopatrigo está demonstrando, mais uma vez, o seu protagonismo e consolidando a Canola como mais uma alternativa de plantio no inverno.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

“Assim como fez em 2012, com a irrigação, quando quase não havia a utilização desta tecnologia aqui na região e a Coopatrigo tomou a iniciativa de incentivar o produtor associado a investir em irrigação, transformando essa região em um dos maiores polos de irrigação do estado, a Coopatrigo repete o protagonismo com a Canola organizando os produtores e incentivando o plantio desta cultura de forma organizada e aumentando gradativamente o seu cultivo”, destacou Paulo Pires.

Até o mês de dezembro de cada ano, a Coopatrigo abre a inscrição de produtores que desejam participar do Convênio Coopatrigo/Celena Alimentos para o cultivo da Canola no inverno através de um pacote fechado de fornecimento de insumos, assistência técnica e garantia de compra da produção.

Na atual safra de Canola foram cultivadas mais de 10 mil hectares dentro deste programa e a colheita está ocorrendo de forma bastante tranquila, com boas produtividades para a satisfação dos associados.

Mesmo entusiasmado com a atual safra de Canola e o protagonismo da Coopatrigo, Paulo Pires disse que existem alguns limitantes para o plantio livre desta cultura, como acontece com o Trigo.

“A logística de recebimento é um dos pontos a serem considerados como limitantes e as estruturas de recebimento da Cooperativa não permitem receber Canola e Trigo ao mesmo tempo e, por esse motivo, o recebimento da Canola ocorre somente em dois locais, na Agroindústria em São Luiz Gonzaga e na Unidade II da Bossoroca”, afirmou o presidente da Coopatrigo, acrescentando que diante desta situação é importante esse planejamento com a inscrição dos produtores que desejam participar do convênio até o final do mês de dezembro de cada ano.

Ao encerrar a sua manifestação, Paulo Pires ainda comentou sobre a safra de Trigo que recém está começando e existe uma boa expectativa de colheita para essa cultura. A cooperativa está com 21 pontos de recebimento espalhados pela sua região, dando a melhor opção de entrega para os seus associados.

Por Roberto Marques, Assessor de Comunicação Coopatrigo

Sair da versão mobile