Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Família das gêmeas siamesas, do caso que ganhou repercussão nacional, precisa de ajuda

Foto: Divulgação

Nasceram na terça-feira, 1º, por meio de uma cesariana no Hospital Fêmina, em Porto Alegre, as gêmeas siamesas do caso que ganhou repercussão nacional. Elas são filhas de um casal são-luizense e estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O caso ficou conhecido nacionalmente depois que a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal manteve a decisão do ministro André Mendonça de rejeitar o pedido de interrupção da gravidez. A solicitação havia sido feita pela Defensoria Pública, sustentada na informação médica de que os fetos não tinham potencial de vida fora do útero, citando danos à saúde física e psíquica da mãe.

O casal possui outros dois filhos, um de quatro e outro de 15 anos. A família vem sofrendo com os acontecimentos e também enfrenta dificuldades financeiras para se manter na capital.

O pai é pedreiro e está há 40 dias sem poder trabalhar e a mãe teve que abandonar temporariamente o serviço de limpeza e também está sem renda. Diante do quadro, uma campanha está em andamento. Doações podem ser feitas para a chave PIX CPF 030 125 070 78, para a conta de Luciele Mendes Caldas, irmã do pai das gêmeas. O contato dele para quem quiser saber outras formas de ajudar é (55) 99996-0854.

Com informações de GZH

Sair da versão mobile