Investigação aponta que São Luiz Gonzaga é a sede do empreendimento criminoso

Foto: Alcides Figueiredo/Rádio São Luiz

A organização criminosa alvo da operação desencadeada na manhã desta quinta-feira, 15, tinha como sede principal a cidade de São Luiz Gonzaga e se dividia em seis células, que eram compostas por 34 pessoas físicas e três pessoas jurídicas (empresas). Dois grupos menores, um deles sediado na zona rural de Roque Gonzales/RS e outro em Humaitá/RS, eram os responsáveis pelo fornecimento dos agrotóxicos proibidos e insumos usados na falsificação. As demais quatro células se dividiam na falsificação dos produtos e embalagens, na venda dos agrotóxicos proibidos e na lavagem da renda do crime por meio de “laranjas”, tendo como sede principal a cidade de São Luiz Gonzaga.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Fonte: Polícia Civil