Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Presidente e assistente social da APAE divulgam ações da Semana da Pessoa com Deficiência

Foto colorida de Karen e Acelino no estúdio da Rádio São Luiz

Karen e Acelino durante entrevista ao Olho Vivo – Foto: Kelvin Morais/Rádio São Luiz

A assistente social Karen Szelbracikowski e o presidente da APAE São Luiz Gonzaga, Acelino Bomfim, estiveram nesta segunda-feira, 21 de agosto, no programa Olho Vivo. Na oportunidade, Acelino divulgou a venda de galeto pela APAE no próximo sábado, 26, em prol da arrecadação da entidade. Segundo ele, R$32 mil foram cortados da verba da APAE do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Karen comentou sobre o tema “Conectar e somar para construir inclusão”, escolhido para a edição deste ano da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. Segundo ela, o acesso dificultado a sistemas digitais é um dos pontos abordados durante a semana. Entre as programações estão previstas mateadas, encontros com escolas e um “Café com autodefensores”, que são os representantes da APAE, na quarta-feira, 23 de agosto.

A assistente social também explicou a organização e função da Associação de Pais e Amigos dos Especiais (APAE) na comunidade. “A nossa APAE de São Luiz Gonzaga atua em duas políticas públicas: assistencial social e educação”, esclarece Karen Szelbracikowski.

De acordo com ela, apesar da APAE ser uma entidade privada, os serviços são oferecidos de modo gratuito, o que gera a necessidade de buscar verbas de formas alternativas. Karen também ressaltou a diferença que doações e parcerias com o poder público fazem na execução das atividades e manutenção da estrutura da entidade.

“É um estrutura muito grande, que requer muitos recursos. Então, sempre contamos muito com o apoio da comunidade. Hoje estamos fazendo campanha para a carne e farinha, para alimentação dos alunos e estão em falta”, acrescentou o presidente da APAE. De acordo com Acelino, interessados em doar podem procurar a entidade ou ligar pelo número 3352-3377.

A entrevista completa pode ser conferida no Facebook da Rádio São Luiz.

Fonte: Rádio São Luiz

Sair da versão mobile