Projeção mapeada na Catedral Angelopolitana é aprovada em edital da Lei Rouanet

Projeção será mais uma atração para os turistas em Santo Ângelo – Foto: Fernando Gomes/Prefeitura de Santo Ângelo

O Ministério da Cultura aprovou projeto apresentado pela Organização Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCBPM) para criação de um espetáculo de projeção mapeada a ser apresentado diariamente na fachada da Catedral Angelopolitana e no prédio da antiga Prefeitura, que sediará o Museu Histórico das Missões. A Organização é presidida pelo ex-prefeito de São Miguel das Missões, Mário Nascimento.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A iniciativa integra o chamado Grande Projeto Missões, que trabalha questões que envolvem o turismo regional e prevê o uso de avançada tecnologia de projeção mapeada. O investimento previsto é de R$ 5.787.195,00 com captação por meio da Lei Rouanet até 31 de dezembro deste ano.

A projeção deverá contar com 30 minutos e áudio disponível em português, espanhol e inglês. As imagens terão qualidade 4 K. Versando sobre a história das Missões e o período jesuítico-guarani. O prefeito de Santo Ângelo, Jacques Barbosa, considera o projeto um avanço importante para a atração de turistas e afirmou que o Governo Municipal  está empenhado em auxiliar na captação dos recursos.

O projeto prevê ainda a apresentação de espetáculo com a mesma tecnologia nas Ruínas de São Miguel das Missões. A ideia é ter uma apresentação em Santo Ângelo abordando a história dos 30 povos missioneiros e focar na vida cotidiana das reduções e nas experiências do período na versão a ser apresentada em São Miguel das Missões, tornando as duas atrações complementares.

Fonte: Hogue Dorneles – Prefeitura Municipal de Santo Ângelo