Canto dos Sete Povos tem nova edição confirmada para março de 2024

Festival deve realizar artistas das Missões – Foto: Rádio São Luiz

A realização da 4° edição do festival “Canto dos Sete Povos” foi anunciada neste sábado, 9 de dezembro, em entrevista concedida à Rádio São Luiz pela secretária do Turismo e Cultura de São Luiz Gonzaga, Luiza Catherine, direto do Pago Santo, em Dezesseis de Novembro. Na ocasião, ela estava acompanhada da secretária da Cultura do Rio Grande do Sul, Beatriz Araujo, presidente da Câmara de São Luiz Gonzaga, Rose Grings, e do presidente do Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), Carlos Sidnei Ferreira.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A nova edição do “Canto dos Sete Povos” está prevista para março de 2024 e vai contar com patrocínio governo estadual por meio do Pró-Cultura, além de uma contra partida da prefeitura de São Luiz Gonzaga. O festival foi realizado três vezes nos anos de 1985, 1990 e 1992. A intenção é que a nova edição tenha um formato semelhante, com a participação de diversos artistas que componham e cantem sobre as Missões.

Durante a entrevista, Beatriz Araujo comento sobre o acolhimento e a experiência de participar do 8 Festival Encontro de Chamameros. “É emocionante encontrarmos pessoas que tenham a capacidade de levar a arte e preservar a cultura da forma como encontramos aqui”, afirmou a secretária de Turismo estadual. Beatriz destacou a riqueza e diversidade cultural do Rio Grande do Sul, algo que encontra eco na música gaúcha.

A secretária esteve em diferentes municípios da região, inclusive São Miguel das Missões, buscando parcerias para desenvolver o turismo, pensando também no aniversário de 400 anos das Missões, a serem celebrados em 2026. “Vamos trabalhar fortemente na região missioneira e fazendo essa costura com os países vizinhos”, acrescentou Beatriz Araujo.

Na opinião de Rose Grings, a união de esforços entre municípios e estados é algo a ser celebrado como positivo para o desenvolvimento do estado. Sobre isso, a secretária estadual ressaltou a necessidade dos gestores estarem atentos aos projetos e editais disponibilizados para investimentos no setor cultural. Carlos Sidnei Ferreira também mencionou a importância da união entre os municípios das Missões para desenvolver a cultura missioneira.

Fonte: Rádio São Luiz