Disponibilidade de cestas básicas em São Luiz Gonzaga é tema de discussão na Câmara

Foto: Larissa Dorneles/Assessoria da Prefeitura de São Luiz Gonzaga

A questão da disponibilidade de cestas básicas em São Luiz Gonzaga veio a público ontem, 1º, após pronunciamento do vereador João Iuri de Oliveira (Cidadania), que criticou a falta desses recursos para a população. Segundo o vereador, as cestas estão disponíveis apenas para questões judiciais, o que ele considera inaceitável. O parlamentar criticou ainda a demora no processo de licitação, que, segundo ele, deveria estar concluído para evitar problemas de abastecimento.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A secretária de Ação Social e Comunitária, Nelvia Tavares, por sua vez, esclareceu que a aquisição das cestas básicas é financiada por recursos da prefeitura e também por verbas da Câmara de Vereadores. No entanto, devido à redução de recursos disponíveis, especialmente após o período de pandemia, que contava com aporte do governo federal, a oferta de cestas também diminuiu consideravelmente. Em 2022, foram distribuídas 3.411 cestas, em 2023, 1.498, e até março deste ano, 215.

Além disso, Nelvia destacou que, no ano passado, os vereadores alocaram 77.400 reais para a compra de cestas, enquanto neste ano o valor foi reduzido, alcançando 17 mil reais até o momento. Quanto ao atraso na licitação, a secretária explicou que isso ocorreu por causa de ajustes nos itens, como a inclusão de leite em pó, que não estavam inicialmente previstos na lista. Ela ressaltou também que os critérios para a distribuição das cestas são definidos por assistentes sociais.

Fonte: Rádio São Luiz