Nilton Teixeira, presidente do Conselho de Desenvolvimento Industrial, fala sobre o Distrito Industrial II

Foto: Evelise Oliveira/Rádio São Luiz

O diretor da Ferrasul e presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Industrial (CDI), Nilton Teixeira, comentou nesta quarta-feira, 3, o passo importante ocorrido na segunda-feira, 1º, com a aprovação dos valores dos lotes do Distrito Industrial II, localizado na saída para Bossoroca, em São Luiz Gonzaga.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Nilton citou que havia muita expectativa e interesse coletivo para que esse momento ocorresse, pois deseja ver a cidade desenvolver e evoluir economicamente.

O CDI surgiu em 2014, junto com a ideia de criar o espaço para instalação de pequenas indústrias que não poderiam se adequar dentro da cidade por causa de restrições na lei, além de abrir oportunidade para empresas de fora. A ideia teve adesão do prefeito da época, Junaro Rambo Figueiredo, e foi construída por várias mãos.

Uma das preocupações, segundo Nilton, foi discutir um regramento para que não ocorresse com o Distrito Industrial II o que ocorreu com o Distrito Industrial I, o qual teve seus espaços adquiridos e depois vendidos para moradias, perdendo a finalidade. Nilton disse que desde aquela época os documentos foram elaborados constando o regramento da correta exploração dos espaços.

Com o avanço para essa etapa, agora a expectativa fica por conta da procura pelos lotes. Em 2016, Nilton disse que foi realizada uma pesquisa e foram listadas 38 empresas interessadas. Como o tempo passou, não é possível precisar se o número permanece o mesmo, mas há informação de empreendedores interessados, especialmente na área de alimentação.

Fonte: Rádio São Luiz