Autoridades policiais enfatizam a importância de manter prisão de criminosos com histórico grave

Divulgação/PC

Nesta quarta-feira, 17, em Roque Gonzales, a prisão de cinco indivíduos e apreensão de outro chamou a atenção para uma realidade preocupante, conforme destacado pelo Major Eduardo dos Santos Brum, Comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar. Segundo ele, os detidos possuem uma extensa ficha criminal por crimes graves, caracterizando-se como criminosos profissionais que desrespeitam a vida e a sociedade.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O Delegado Heleno dos Santos, titular da Draco, enfatizou a importância de trazer esse assunto à tona, salientando que a polícia tem desempenhado sua parte e espera colaboração dos demais sistemas de segurança e justiça. Heleno argumentou pela manutenção das prisões e pela aplicação das medidas cautelares necessárias para garantir a tranquilidade dos cidadãos.

O Delegado Regional Jader Duarte também expressou sua preocupação, ressaltando a necessidade de que as prisões sejam mantidas, pois muitas vezes os criminosos são rapidamente liberados. Jader destacou o trabalho das polícias na obtenção de provas que revelam a periculosidade dos indivíduos, e não aceita que, com facilidade, retornem às ruas, aumentando as chances de confronto.

As autoridades policiais manifestaram-se com o intuito de sensibilizar outros órgãos envolvidos na segurança pública, especialmente após constatarem que alguns dos indivíduos presos haviam sido recentemente libertados pela Comarca de Cerro Largo.

Leia mais: “O sangue está nas mãos de quem consome a droga”, afirma chefe da Draco

Leia mais: Operação conjunta desarticula facção ligada aos homicídios em Roque Gonzales e Cerro Largo

Fonte: Rádio São Luiz