Prazo para motoristas das categorias C, D e E realizarem exame toxicológico encerra nesta terça

Motoristas precisam realizar exames para evitar multas e autuações – Foto:Freepik/Ilustrativa

Termina nesta terça-feira, 30 de abril, o prazo para que cerca de 3,4 milhões de condutores das categorias C, D e E realizem o exame toxicológico para regularizarem sua situação. Para quem não realizar o teste, a partir desta quarta-feira, 1° de maio, poderá ser autuado e pagar multa de até R$ 1.467,35, além de receber sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

No Rio Grande do Sul, 168 mil condutores com habilitação para dirigir ônibus e caminhões devem fazer o exame. A Secretaria Nacional de Trânsito notificou os atrasados e também criou uma página para consulta pelos motoristas. No caso das pessoas que possuem CNH nessas categorias e não dirigem mais ou moram fora do país, é possível pedir o cancelamento para evitar autuações.

Se o condutor ainda dirige moto ou automóvel e não precisa mais que a CNH esteja incluída nas categorias C, D e E pode solicitar o rebaixamento de categoria, já que a as categoria A e B não exigem o exame toxicológico. As solicitações podem ser feitas em todos os Centros de Formação de Condutores (CFC) do Estado.

Fonte: Rádio São Luiz com informações do Governo do Estado do RS