Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Confira pontos na região para fazer doações às vítimas das enchentes no Estado

Diversos municípios estão fazendo a coleta de mantimentos a serem doados – Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini – Edição: Rádio São Luiz

O desastre ambiental que atingiu o Rio Grande do Sul obrigou mais de 150 mil pessoas a saírem de suas casas e afetou mais de 1 milhão de gaúchos em mais de 350 municípios. As regiões mais atingidas foram a central, o Vale do Taquari e a região metropolitana de Porto Alegre. Diante da catástrofe, uma série de entidades e municípios da região se organizarem para coletar doações a serem enviadas às vítimas das chuvas fortes e enchentes.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Diante do estado de calamidade pública, o governo do Rio Grande do Sul reativou campanha de doações utilizada para auxiliar as vítimas das enchentes no Vale do Taquari em setembro do ano passado. As doações em dinheiro podem ser feita pelo  SOS Rio Grande do Sul, chave PIX (CNPJ 92.958.800/0001-38) – Banco Banrisul. Além disso, a Associação dos Municípios das Missões (AMM) e a coordenadoria regional da Defesa Civil organizaram uma série de pontos de coleta em parceria com os municípios. Confira a lista:

Bossoroca – As doações podem ser feitas na Secretaria de Assistência Social e no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Os principais itens necessários são: leite, água, produtos de higiene pessoal e limpeza, alimentos não perecíveis, fraldas, roupas de cama, colchões, ração animal;

Capão do Cipó – A prefeitura municipal está recebendo as doações que pode ser feitas com ítens como: alimentos não perecíveis, água, produtos de higiene e limpeza, vestuário, colchões, móveis, entre outros;

Cerro Largo – As doações devem ser deixadas no Anexo II da prefeitura municipal, os produtos recomendados são: alimentos não perecíveis (cestas básicas), materiais de limpeza doméstica e materiais de higiene pessoal;

Dezesseis de Novembro – A entrega pode ser feita na Secretaria de Educação, Secretaria da Assistência Social e também na sede da Prefeitura Municipal. A prioridade é para: alimentos, roupas, produtos de higiene pessoal, roupas de cama, e colchões;

Entre-Ijuís – As doações de água, material de higiene e limpeza e alimentos não perecíveis pode ser feita no CRAS do município, ao lado da prefeitura;

Guarani das Missões – Os pontos de coleta são: prefeitura municipal; assistência social; escolas municipais e estaduais; secretaria municipal de educação e postos de saúde. O pedido é de colchões, roupa de cama e banho e cobertores;

Jaguari – Um dos municípios da região mais atingidos pelo desastre climático, Jaguari recebe doações na antiga escola São José. A prioridade é ajudar as famílias que perderam tudo que havia em suas casas. Estão sendo aceitos como doações: móveis e utensílios domésticos, tais como: balcão de pia, roupeiro, armário de cozinha, cama de casal, cômodas, mesa com cadeira, sofá, além de kits de material escolar;

Mato Queimado – O ponto de coleta é na prefeitura municipal. Podem ser doados alimentos não perecíveis, materiais de higiene e limpeza, colchões e roupas de cama;

Pirapó – Os donativos podem ser encaminhados ao CRAS do município ou até a prefeitura. A recomendação é para doação de produtos de higiene e limpeza, alimentos não perecíveis, itens de primeiro socorros e colchões, roupas de cama, lençóis, toalhas, travesseiros e cobertores;

Rolador – As doações podem ser levadas até o Cras Santa Rita de Cássia e a prefeitura municipal. A recomendação é para doações de alimentos não perecíveis e materiais de higiene e limpeza;

Salvador das Missões – A prefeitura e a secretaria de Assistência Social são os pontos de recebimento das doações que podem ser feitas através dos seguintes materiais e produtos: cobertores, toalhas de banho, colchões, travesseiros, lençóis, fraldas, alimentos não perecíveis, água mineral, material de limpeza, material de higiene pessoal, ração para animais e brinquedos;

Santa Rosa – Os donativos serão recebidos na Secretaria de Desenvolvimento Social. O atendimento vai ser de segunda a sexta-feira, das 07h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min. Podem ser doados: alimentos não perecíveis, roupas de cama, colchões, travesseiros, toalhas, ração para animais e produtos de higiene e limpeza;

Santo Ângelo – A central de doações da Defesa Civil Regional está montada na estrutura do Centro Municipal de Eventos 150 Anos (antigo Complexo Esportivo do SESI). O espaço de arrecadação de doações funciona das 9h às 12h e das 13h30min às 17h. O que doar: alimentos não perecíveis, material de higiene pessoal, produtos de limpeza, roupas de cama e colchões;

São Miguel das Missões – O ponto de coleta é na Secretaria de Ação Social, onde são recebidas as doações de: cobertores, água mineral, kit de higiene, colchões e fraldas;

São Luiz Gonzaga – As doações podem ser levadas até o Centro Integrado da Cidadania (CIC), na Rua Silva Jardim, 2595, bairro Centro. O que doar: colchões, roupas de cama e banho, cobertores, alimentos não perecíveis, roupas de criança e adulto em boas condições, calçados, meias, produtos de higiene pessoal e limpeza e ração;

São Pedro do Butiá – Os donativos estão sendo recebidos na Câmara de Vereadores Municipal. Podem ser doados: cobertores, toalhas de banho, colchões, travesseiros, lençóis, fraldas, alimentos não perecíveis, água mineral, material de limpeza, material de higiene pessoal, ração para animais e brinquedos;

Vitória das Missões – As doações podem ser entregues no comércio local ou no Centro de Cultura de Vitória das Missões. Os produtos que podem ser levados são: leite, água, produtos de higiene, produtos de limpeza, alimentos não perecíveis e fraldas geriátricas.

Fonte: Rádio São Luiz com informações das prefeituras municipais

Sair da versão mobile