Ícone do site Rádio São Luiz FM 100.9

Serviços do DetranRS retornam ao normal após religações dos sistemas informatizados

Foto: Divulgação

Após as enchentes que afetaram a capital do estado, os sistemas informatizados do DetranRS foram religados, e os serviços retornaram. Desde a tarde de segunda-feira, 27, os Centros de Formação de Condutores (CFCs) credenciados ao DetranRS retomaram suas operações, permitindo a realização de processos de habilitação, como a primeira habilitação, aulas, exames de aptidão física e mental, renovação da CNH, adição ou mudança de categoria, e solicitação de segunda via da carteira.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Também na segunda-feira, 27, os serviços de registro de veículos, emplacamento e comercialização de peças usadas voltaram a funcionar. Os Centros de Registro de Veículos Automotores (CRVA), Estampadoras de Placas (EPIV) e Centros de Desmanche de Veículos (CDV) não atingidos pela enchente já estão operando normalmente. Os cidadãos podem realizar transferências de veículos, vistorias, comunicação de venda, alterações de características e modificações veiculares nos CRVAs, enquanto a estampagem e acabamento das placas são feitos pelas EPIVs. O comércio de peças usadas certificadas é realizado pelos CDVs. Os contatos dos credenciados estão disponíveis no site do DetranRS.

Além disso, nesta terça-feira, 28, os sistemas relativos aos serviços de remoção e depósito, prestados pelos Centros de Remoção e Depósito (CRDs), foram restabelecidos. Proprietários de veículos que estão nos pátios desses centros já podem realizar a retirada de seus veículos. As diárias compreendidas entre o dia 6, quando os sistemas foram desligados, e hoje, 28, foram dispensadas. Os contatos dos CRDs também estão disponíveis no site do DetranRS.

A autarquia ressalta que a Deliberação 274 do Contran, interrompendo os prazos por 90 dias, continua válida, e a gratuidade na autorização para troca de placas perdidas na enchente também permanece em vigor.

Fonte: Rádio São Luiz com informações do DetranRS

Sair da versão mobile