“Ler para correr”: projeto de escola de São Luiz Gonzaga estimula leitura e atletismo

Estudantes que participaram do projeto correram no circuito das estações – Divulgação/Escola Boa Esperança

Literatura e esporte andam ou, neste caso, correm de mãos dadas na Escola de Ensino Fundamental Boa Esperança, em São Luiz Gonzaga. A instituição criou um projeto para estimular o desenvolvimento do hábito da leitura, em conjunto com a prática do atletismo. Batizada de “Ler para Correr”, a iniciativa é voltada para alunos do 5° ao 9° ano do ensino fundamental.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Em entrevista à Rádio São Luiz FM 100.9, a diretora da escola, Carmem Lúcia Machado Martins, explicou detalhes sobre o projeto criado pela professora de educação física Caroline Graef Wenzel e pela professora de português
Rosinéia Izac Zorzo. Segundo ela, a iniciativa faz parte do projeto pedagógico da instituição e está ligada às notas e disciplina dos estudantes.

No “Ler para Correr”, os alunos são incentivados a fazer a leitura e apresentar fichários (resumos) dos livros. Com a participação no projeto, em conjunto com boas notas e questões de comportamento, os alunos ganham a possibilidade de participar de maratonas de atletismo. A primeira edição foi realizada no dia 23 de junho, durante o Circuito das Estações, e contou com a participação de 9 estudantes.

Segundo a diretora da escola, a iniciativa tem trazido resultados positivos, com o aumento do interesse das crianças e jovens pela leitura. “Toda semana eles trazem os livros que já levaram para casa, querem trocar. A consequência positiva na sala de aula é muito grande”, destaca a educadora.

Aluna do 9° ano da escola Boa Esperança, Vitória Yasmin Crestani conta que sempre gostou da leitura, mas se sentiu mais motivada a ler após participar do projeto, além de observar o esforço dos colegas. “Está sendo bem legal, porque é uma iniciativa inspiradora, Eu vejo bastante os meus colegas, que também participaram, se empenhando bastante para participar das próximas etapas”, diz.

Ainda de acordo com Carmem, um dos focos do projeto também está em valorizar outros esportes, para além dos mais populares como futebol e vôlei. “A gente tem um interesse muito grande em fazer com que os nossos alunos busquem a parte esportiva. Além da aprendizagem, da leitura, da escrita, que também é um dos principais focos dentro da escola.

Iniciativa também valoriza outros esportes – Divulgação/Escola Boa Esperança

Fonte: Rádio São Luiz