Educação

Soldado Bretschneider destaca impacto do Proerd Kids na comunidade de São Luiz Gonzaga

Divulgação/Brigada Militar

Na noite de terça-feira, 16, a Escola Municipal de Educação Infantil Ana Paulina Pinheiro, em São Luiz Gonzaga, foi palco da formatura de 84 alunos das turmas de pré-escola, com idade de seis anos, no Proerd Kids, uma iniciativa da Brigada Militar.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O evento contou com a presença dos formandos, seus pais, além de autoridades militares e educacionais. O instrutor do programa, soldado Jean Bretschneider, explicou em entrevista à Rádio São Luiz que o Proerd Kids é uma adaptação do Proerd tradicional, direcionado a crianças mais novas. O objetivo é conscientizar os pequenos sobre diversas situações cotidianas.

Ao longo de oito encontros, o soldado Bretschneider abordou temas como: a figura do brigadiano como um aliado, os perigos de produtos de limpeza, segurança no trânsito, números de emergência e suas utilizações, como agir com estranhos, cumprimento de regras, e controle de sentimentos como a raiva, entre outros assuntos.

Segundo o instrutor, mesmo com a pouca idade, as crianças mostram que assimilam as orientações, algo evidente pelo feedback dos pais. Bretschneider destacou que os alunos não só seguem as orientações, como também cobram de seus familiares a aplicação dos ensinamentos recebidos.

Especializado na área, o soldado Jean Bretschneider afirmou que é gratificante contribuir com a comunidade e receber o carinho dos alunos. Ele também mencionou a expectativa de formar novas turmas tanto do Proerd tradicional quanto do Proerd Kids no segundo semestre deste ano.

Fonte: Rádio São Luiz

Novos coordenadores de educação serão conhecidos em setembro

32° CRE atende escolas da região – Foto: Rádio São Luiz

A Secretaria Estadual de Educação informou na segunda-feira, 15, que o resultado da seleção das novas coordenações regionais será publicado no dia 13 de setembro. Será a etapa final de um cronograma que iniciou em abril, com as inscrições das pessoas interessadas.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Conforme a pasta, o processo está atrasado por causa das enchentes que atingiram o estado. Só agora, com quase dois meses de interrupção, foi possível reorganizar o cronograma.

O processo é realizado pelo Qualifica RS, programa que seleciona para os cargos estratégicos da administração estadual. São, ao todo, 30 coordenadorias espalhadas pelo Rio Grande do Sul, uma delas está instalada em São Luiz Gonzaga.

Fonte: Rádio São Luiz com informações da Seduc

Pró-reitor de Desenvolvimento Institucional do IFFar projeta início das aulas para o segundo semestre de 2025

Arquivo/Divulgação

O Pró-reitor de Desenvolvimento Institucional e Reitor Substituto do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), professor Carlos Lehn, comentou nesta quarta-feira, 10, sobre as etapas em andamento para a efetivação do campus em São Luiz Gonzaga. Segundo o gestor, os prazos estão sendo cumpridos dentro do planejado e a previsão é que as aulas iniciem no segundo semestre do ano que vem.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Lehn destacou que as definições da sede provisória e do local para a construção do campus já foram encaminhadas para a Secretaria de Educação, Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec). Ele reforçou que até a construção do espaço definitivo, a instituição vai utilizar como sede provisória o prédio que era da CNEC, e que a área destinada para a construção do campus fica na região do Parque Centenário.

O Pró-reitor também falou sobre os encaminhamentos dos eixos tecnológicos. Lehn citou que as quatro possibilidades apresentadas para a comunidade na audiência pública do dia 5 de junho levaram em conta a analise dos arranjos produtivos locais e aqueles que poderiam ser potencializados. Dessa votação, a comunidade escolheu os eixos de informação e comunicação e ambiente e saúde. Isso não significa, segundo o professor, que o campus não possa ser contemplado com outros cursos futuramente.

Quanto ao quadro de docentes e técnicos administrativos, Lehn explicou que a primeira etapa para a formação da equipe que vai atuar em São Luiz Gonzaga está ocorrendo de forma interna, com o processo de remoção, no qual os servidores que já atuam no IFFar podem manifestar interesse em trabalhar na nova unidade. Depois, a partir da conclusão dessa etapa, será realizado concurso público para completar os quadros. Como a previsão é de que as aulas iniciem no segundo semestre, os profissionais que vão atuar no campus deverão iniciar o trabalho na sede provisória ainda no primeiro semestre de 2025.

Fonte: Rádio São Luiz

Banrisul lança processo seletivo para estágios com vagas em municípios da região

Foto: Canva/Ilustrativa

O Banrisul lançou edital de processo seletivo para seleção de estágio via Centro de Integração Empresa Escola do Rio Grande do Sul (CIEE/RS). Entre os municípios com vagas disponíveis estão 13 cidades da região. As oportunidades são destinadas para as áreas de Administração, Ciências Contábeis e Economia. O prazo de inscrição vai até o dia 19 de julho.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A maioria das cidades da região possui uma vaga, são elas:  Bossoroca, Entre Ijuís, Garruchos, Guarani das Missões, Itacurubi, Jaguari, Porto Lucena, Roque Gonzales, Santo Antônio das Missões, São Nicolau e São Paulo das Missões. A exceção são os municípios de Campina das Missões, com duas vagas, e Ijuí com três oportunidades. Em todo o Rio Grande do Sul, serão 336 vagas para diferentes cursos de nível superior.

A inscrição pode ser feita no site do CIEE/RS (neste link). A seleção será realizada no dia 28 de julho por meio de prova objetiva online. De acordo com o edital, os conteúdos serão: Língua Portuguesa, Informática, Matemática e Raciocínio Lógico. Os selecionados terão uma carga horária de 6h diárias, de segunda a sexta-feira.

O valor da bolsa para o estágio é de R$ 1.944,56 nos primeiros 90 dias e R$ 2.130,07 após o período; além de auxílio-transporte no valor de R$ 88,00. O tempo de estágio será, inicialmente, de seis meses, podendo ser prorrogado até o limite de dois anos. Além disso, o processo prevê reserva de 10% das vagas para pessoas com deficiência, 16% para pessoas negras, 1% aos integrantes dos povos indígenas e 1% às pessoas trans.

Todas as informações podem ser conferidas no Edital (neste link).

Fonte: Rádio São Luiz

Inscrições para Curso de Magistério na Escola Osmar Poppe encerram neste domingo

Divulgação/ Instituto Estadual Osmar Poppe

A Escola Estadual Osmar Poppe, de São Luiz Gonzaga, está com inscrições abertas até este domingo, 7, para o Curso Normal – Aproveitamento de Estudos. Este curso pós-médio noturno é destinado a alunas e alunos que concluíram o Ensino Médio e desejam realizar um curso profissionalizante com o objetivo de se tornarem professores.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

As aulas estão previstas para começar no segundo semestre de 2024. O curso tem como público-alvo os interessados em atuar na Educação Infantil e nos Anos Iniciais, oferecendo uma formação sólida e prática para futuros professores.

O Curso Normal tem duração de um ano e meio, distribuído em três semestres, incluindo 400 horas de práticas de ensino desde o início do curso e 400 horas de Estágio Supervisionado ao final. Uma das principais características do curso é a preparação prática dos estudantes junto às escolas, conectando os estudos formativos com a vivência do cotidiano escolar.

Para realizar a inscrição, os candidatos devem apresentar RG e CPF. Em caso de inscrições excedentes, será realizado um sorteio para definir os selecionados.

Conhecido também como curso de Magistério, o Curso Normal oferece muitas oportunidades de crescimento pessoal e profissional. Os alunos têm a chance de ingressar no mercado de trabalho até mesmo durante o curso, atuando como auxiliares de professor, monitores, atendentes em escolas e bibliotecas, entre outras funções.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato pelos números (55) 9 9958-3630, (55) 9 8474-6097, (55) 3352-4320 ou diretamente com a direção da escola.

Fonte: Rádio São Luiz com informações da Escola Osmar Poppe

“Ler para correr”: projeto de escola de São Luiz Gonzaga estimula leitura e atletismo

Estudantes que participaram do projeto correram no circuito das estações – Divulgação/Escola Boa Esperança

Literatura e esporte andam ou, neste caso, correm de mãos dadas na Escola de Ensino Fundamental Boa Esperança, em São Luiz Gonzaga. A instituição criou um projeto para estimular o desenvolvimento do hábito da leitura, em conjunto com a prática do atletismo. Batizada de “Ler para Correr”, a iniciativa é voltada para alunos do 5° ao 9° ano do ensino fundamental.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Em entrevista à Rádio São Luiz FM 100.9, a diretora da escola, Carmem Lúcia Machado Martins, explicou detalhes sobre o projeto criado pela professora de educação física Caroline Graef Wenzel e pela professora de português
Rosinéia Izac Zorzo. Segundo ela, a iniciativa faz parte do projeto pedagógico da instituição e está ligada às notas e disciplina dos estudantes.

No “Ler para Correr”, os alunos são incentivados a fazer a leitura e apresentar fichários (resumos) dos livros. Com a participação no projeto, em conjunto com boas notas e questões de comportamento, os alunos ganham a possibilidade de participar de maratonas de atletismo. A primeira edição foi realizada no dia 23 de junho, durante o Circuito das Estações, e contou com a participação de 9 estudantes.

Segundo a diretora da escola, a iniciativa tem trazido resultados positivos, com o aumento do interesse das crianças e jovens pela leitura. “Toda semana eles trazem os livros que já levaram para casa, querem trocar. A consequência positiva na sala de aula é muito grande”, destaca a educadora.

Aluna do 9° ano da escola Boa Esperança, Vitória Yasmin Crestani conta que sempre gostou da leitura, mas se sentiu mais motivada a ler após participar do projeto, além de observar o esforço dos colegas. “Está sendo bem legal, porque é uma iniciativa inspiradora, Eu vejo bastante os meus colegas, que também participaram, se empenhando bastante para participar das próximas etapas”, diz.

Ainda de acordo com Carmem, um dos focos do projeto também está em valorizar outros esportes, para além dos mais populares como futebol e vôlei. “A gente tem um interesse muito grande em fazer com que os nossos alunos busquem a parte esportiva. Além da aprendizagem, da leitura, da escrita, que também é um dos principais focos dentro da escola.

Iniciativa também valoriza outros esportes – Divulgação/Escola Boa Esperança

Fonte: Rádio São Luiz

Pré-matrícula na rede estadual de educação segue até o dia 7 de julho

Foto: Freepik/Ilustrativa

As pré-matrículas na rede estadual de ensino para o segundo semestre seguem até o próximo domingo, 7 de julho, para todo o Rio Grande do Sul. As inscrições são para mais de 10 mil vagas em cursos técnicos, normal e também para a modalidade de educação de jovens e adultos (EJA). Os resultados estão previstos para sair até 30 de julho e o início do semestre está marcado para 5 de agosto.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

As inscrições podem ser feitas pelo site da Secretaria de Educação do RS (Seduc), na aba “Serviços”. É necessário preencher uma ficha de inscrição, o que pode ser pelos responsáveis ou pelo próprio estudante, no caso de pessoas maiores de idade. Também é possível buscar orientação em qualquer escola da rede estadual.

No caso de algumas vagas, existes processos de seleção por sorteio e prova, que devem ocorrer entre 19 e 22 de julho. As informações para matrícula serão enviadas para o e-mail cadastrado no formulário de inscrição. Quando o número de inscritos for superior ao de vagas disponíveis, a classificação para a matrícula será realizada de acordo com os seguintes critérios:

  • EJA: ter 15 anos completos no dia da matrícula para Ensino Fundamental e 18 anos completos para turmas de Ensino Médio;
  • Curso Normal – Aproveitamento de Estudos: ingresso por sorteio, com divulgação no site da Seduc;
  • Educação Profissional: ingresso conforme regimento escolar, também divulgado no site da Seduc.

Após a seleção, a confirmação de matrícula é feita de forma presencial, na secretaria da escola. Nesse momento, os candidatos devem apresentar algumas documentos como: CPF, certidão de nascimento ou carteira de identidade, comprovante de residência e, no caso de menores de 18 anos, o documento do responsável. Os estudantes também podem solicitar o uso do nome social durante a matrícula, e o edital assegura acesso e acomodação para pessoas com deficiência.

Fonte: Rádio São Luiz com informações de Seduc RS

Brondani informa encaminhamento da compra do prédio da Rede CNEC para instalação do IFFar

Arquivo/Divulgação

O prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani, informou a Rádio São Luiz nesta quinta-feira, 4, que chegou a um acordo com o presidente da Rede CNEC, Alexandre José dos Santos, para a compra do prédio da entidade visando a instalação provisória do Instituto Federal Farroupilha (IFFar). A negociação foi estabelecida ontem, 3, durante encontro em Brasília, que também contou a presença do deputado federal Pompeo de Mattos.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Conforme Brondani, o presidente foi informado que o município tinha dado início a um processo de desapropriação, mas que havia o interesse de estabelecer a negociação para a compra, evitando um desgaste maior. Alexandre então conversou com a sua diretoria e aceitou a proposta de compra, pois não desejava atuar como barreira para a instalação de uma instituição que será tão importante para o município.

Sendo assim, o próximo passo, conforme o prefeito, é encaminhar uma proposta financeira. Esse valor será compatível com o valor de mercado e será avaliado pela CNEC para então ser formalizada a compra. Essa proposta deve ser encaminhada entre esta quinta e sexta-feira.

Uma vez ocorrendo o acerto financeiro, o Executivo vai encaminhar um projeto de lei para a Câmara de Vereadores, no qual deverá constar a autorização para finalizar a compra. Brondani afirmou que há recurso em caixa disponível para essa aquisição.

Além de atender a necessidade de instalação provisória do IFFar, que deve iniciar as aulas no ano que vem, o prédio servirá, futuramente, quando a instituição de ensino concluir a construção de sua sede própria no Parque Centenário, para a instalação das próprias secretarias do município, que hoje ocupam prédios locados, e da prefeitura, quando for necessário realizar reformas no prédio histórico.

Fonte: Rádio São Luiz

Associação Unidos para o Amanhã lança projeto “O Viver à Inclusão”

Divulgação/Unidos

A presidente da Associação Unidos para o Amanhã, de São Luiz Gonzaga, Luciana Zalewski, falou nesta terça-feira, 2, sobre o lançamento do projeto “O Viver à Inclusão”, destinado a beneficiar pessoas com síndrome de Down e autismo. As inscrições para o projeto começaram na segunda-feira, 1°, e estarão abertas até o dia 15 deste mês.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Segundo Luciana, o projeto oferece 10 vagas, além de um cadastro reserva para futuros projetos. Podem se inscrever crianças a partir dos cinco anos até adultos, desde que apresentem o CID. Os participantes terão acompanhamento psicológico e social, além de oficinas, atividades lúdicas e dinâmicas de grupo para fortalecer o vínculo entre participantes e suas famílias. As atividades ocorrerão aos sábados, durante seis meses.

O projeto foi viabilizado por meio de uma emenda impositiva dos vereadores Valmir Silveira (MDB), Misael Porto (PSD) e Adão Schimitz (PDT), totalizando 17.500 reais.

As inscrições podem ser feitas presencialmente na sede da entidade (Rua Vasco Alves, 3067, próximo aos trilhos) nesta terça-feira, 2, na quinta-feira, 4, na próxima terça-feira, dia 9, e na quinta-feira, dia 11, das 14h às 16h. Também é possível se inscrever pelo WhatsApp (55) 9 9121-2865. As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição. É necessário apresentar RG, CPF e comprovante de residência do candidato e do responsável legal.

Fonte: Rádio São Luiz

Professor há 42 anos, Chico Terra comenta trajetória como educador em São Luiz Gonzaga e aposentadoria

Foto: Rádio São Luiz

O professor são-luizense Francisco (Chico) Terra participou nesta quinta-feira, 27 de junho, do programa Olho Vivo. Na entrevista, ele contou detalhes sobre sua trajetória de 42 anos atuando como professor de educação física e orientador educacional e sua recente aposentadoria, concretizada neste mês de junho.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Chico Terra, como é mais conhecido, iniciou a carreira docente dando aulas no colégio Polivalente, tendo passado por diferentes escolas de São Luiz Gonzaga e algumas em Dezesseis de Novembro. Antes de se aposentar, Chico estava atuando como gestor na escola Senador Pinheiro Machado, onde ele próprio estudou e se alfabetizou.

Durante a conversa, o professor mencionou a emoção por ter contribuído com a comunidade escolar em diferentes momentos. Ele abordou o trabalho desenvolvido para proporcionar melhorias para a escola Senador Pinheiro Machado, principalmente para a construção de um ginásio. “Estou aposentado, mas sou ex-aluno e fui diretor da escola, e como cidadão público pretendo ajudar a questionar buscar essa obra”, afirmou.

Confira a entrevista na íntegra no Facebook da Rádio São Luiz.

Fonte: Rádio São Luiz

 

Escola Técnica Cruzeiro do Sul se recupera de microexplosão atmosférica com apoio da comunidade

Foto: Divulgação

O diretor da Escola Técnica Estadual Cruzeiro do Sul, professor Ayrton Avila da Cruz, falou nesta segunda-feira, 24, sobre o andamento da recuperação da instituição após a microexplosão atmosférica do dia 15 de junho, em São Luiz Gonzaga.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Ele contou que estava em casa – que fica no complexo escolar –, assim como outros professores e alguns alunos que estavam no alojamento dos estudantes, quando tudo ocorreu. “Foi um susto muito grande, tudo aconteceu muito rápido”, lembrou.

Além de arrancar o telhado de boa parte do complexo de prédios, vidros foram quebrados, aviários e estufas caíram. Árvores históricas, muitas delas plantadas na fundação da escola há 65 anos, foram arrancadas pela raiz, mudando a imagem da chegada à escola. O pórtico da escola, feito em metal, foi todo destruído. Cerca de 600 frangos, de um total de 2 mil, morreram com o temporal.

No dia seguinte, a Coordenadoria de Educação esteve no local avaliando os prejuízos. Na terça-feira, um grupo de engenheiros também da coordenadoria veio de Santo Ângelo para uma apuração detalhada do que seria necessário para a reconstrução. Contudo, como o processo envolvendo o estado demora, a previsão inicial era de dois meses para refazer a rede de luz.

Diante dessa situação, Ayrton tomou a decisão de procurar a Cermissões. A cooperativa, por meio de seus diretores e equipe, atuou na recuperação dos postes e, no dia seguinte, a luz foi restabelecida, mostrando o incrível trabalho realizado pela equipe.

O diretor ressaltou a contribuição e colaboração sem precedentes da comunidade, seja das próprias pessoas envolvidas com a escola como de pessoas sem vínculo, mas que abraçaram a instituição. Um exemplo foi o empréstimo de geradores para garantir energia e preservar produtos que precisavam de refrigeração. Além disso, houve apoio na limpeza das árvores, das estruturas, envio de maquinário pesado e contribuição financeira.

Essa mobilização permitiu que já fosse refeita a cobertura dos aviários e dos internatos, e hoje iniciaram as salas de aula. A previsão é que nesta terça-feira, 25, o terceiro ano já retome as aulas. Na semana que vem, o retorno deverá ser completo de todas as turmas. “Conseguir retornar com as aulas, isso é o mais importante”, reforçou o professor.

Ayrton reiterou o agradecimento da comunidade e destacou que a tragédia aconteceu em um momento em que não havia aulas, pois os estacionamentos e salas de aula estavam vazios. Ele também informou que o valor destinado pela colaboração via Pix será suficiente para realizar o trabalho emergencial. As contribuições podem ser feitas para o CNPJ 89.698.567/0001-97.

Fonte: Rádio São Luiz 

Recuperação econômica está entre as principais preocupações do município, afirma Brondani

Foto: Arquivo/Rádio São Luiz

O prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani (PP), concedeu entrevista na manhã desta segunda-feira, 24 de junho, para comentar sobre a preocupação com a recuperação econômica da região e do municípios após o temporal que atingiu a cidade. Brondani também comentou sobre a visita do ministro Paulo Pimenta (PT) e da caravana organizada pelos municípios gaúchos para Brasília.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O prefeito destacou a importância da reunião realizada com Pimenta e representantes da Assembleia Legislativa gaúcha em São Luiz Gonzaga. Segundo ele, a principal pauta tratada foi a recuperação econômica da região e do estado. “Hoje é o nosso principal, o maior problema, mais urgente, que se nós resolvermos esse problema, tantos outros menores já automaticamente se resolvem”, disse Brondani.

A queda da arrecadação e da atividade econômica do estado motivaram diferentes gestores e políticos gaúchos a realizarem uma mobilização, marcada para os dias 2 e 3 de julho, em Brasília. A intenção é de que a maior parte dos membros da Famurs (Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul), incluindo os da AMM (Associação dos Municípios das Missões) participem.

Local para o IFFar

Outro tema da conversa foi a doação de área no Parque Centenário para construção da sede do Instituto Federal Farroupilha (IFFar) em São Luiz Gonzaga. O projeto de autoria do Executivo foi aprovado pela Câmara na última semana. A discussão em torno do local para receber a futura sede do instituto já estava em discussão há algum tempo.

Agora, a expectativa é de conseguir o antigo prédio do CNEC para realização das atividades até que a construção seja finalizada. Segundo informou Brondani, o projeto para desapropriação do local está em andamento e o projeto pode ser votado na Câmara até o final da semana.

Fonte: Rádio São Luiz

Estudantes e escolas da região recebem prêmios e medalhas da 18° OBMEP

Alunos recebem medalhas do prêmio nacional e estadual em Santa Maria – Foto: Divulgação

Alunos e escolas da 32° Coordenadoria Regional da Educação (CRE) receberam na última sexta-feira, 21 de junho, a premiação por seu desempenho na 18° edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A cerimônia de entrega das medalhas aos alunos das escolas de São Luiz Gonzaga, Bossoroca, Roque Gonzales e São Nicolau foi realizada em Santa Maria.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Os representantes da região estiveram acompanhados da coordenadora da 32°CRE, Mônica Pagliusi Lopes Justo. Realizada anualmente, em 2023 a olimpíada de matemática teve a primeira fase aplicada em maio e a segunda em outubro. As provas são feitas por estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Mais de 18 milhões de alunos participaram da primeira fase da 18° OBMEP em todo o Brasil.

No total, o Rio Grande do Sul conquistou 3.948 prêmios, sendo 69 medalhas de ouro, 150 de prata e 446 de bronze, com o restante de menções honrosas. No nível nacional, a região da 32°CRE teve uma medalha de ouro de Kauã Mattes Reichert, da escola Érico Veríssimo de Roque Gonzales; uma de prata de Micael Valentim Aumonti Rotta, da escola de São Nicolau; e duas de bronze, de João Gabriel Kuschel Kupske, da escola Alfredo Eduardo Szinvelski, Roque Gonzales, e de Victor dos Santos Ribeiro da escola Miguel Fernandez de Bossoroca.

Já na premiação estadual, foram uma de ouro, quatro medalhas de prata e 11 medalhas de bronze. Confira a lista dos alunos e escolas premiadas:

Lista de estudantes da região premiados na 18° OBMEP – Divulgação

Fonte: Rádio São Luiz

Aprovado o projeto que doa área no Parque Centenário para construção do IFFar em São Luiz Gonzaga

Divulgação

O prefeito de São Luiz Gonzaga, Sidney Brondani, encaminhou na quarta-feira, 19, o projeto de lei que tratava sobre a doação da área para construção da sede do Instituto Federal Farroupilha no município. A reportagem apurou que o espaço fica no Parque Centenário, na zona leste, totalizando mais de 57 mil metros quadrados.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O Executivo estima que o valor da área seja de R$ 8,56 milhões. O projeto de lei, depois de analisado e discutido durante esta quinta-feira, 20, em sessão extraordinária da Câmara de Vereadores, foi aprovado por unanimidade.

A destinação da área para a construção da sede definitiva era um dos compromissos firmados pela administração municipal e era um dos requisitos para que o município fosse contemplado com uma unidade, que será instalada de forma provisória ou no prédio do INSS ou no prédio da CNEC.

Fonte: Rádio São Luiz

Sala do Empreendedor de São Luiz Gonzaga amplia público-alvo dos cursos profissionalizantes gratuitos

Foto: Canva

A Sala do Empreendedor de São Luiz Gonzaga conseguiu, por meio de solicitação junto ao Governo do Estado, a ampliação do público-alvo dos cursos profissionalizantes oferecidos pelo RS Qualificação. Anteriormente, esses cursos eram destinados exclusivamente a pessoas desempregadas e sem ocupação. Com a dificuldade de fechar turmas sob essa restrição, o governo autorizou a ampliação para todas as pessoas, sem restrições.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Os cursos oferecidos incluem Cuidador de Idosos, Garçom, Paisagismo, Montador de Móveis, Instalador de Ar-Condicionado, Técnica de Embelezamento Feminino, Corte de Cabelo Masculino e Design de Barba. Todos os cursos são gratuitos, incluindo os materiais.

As vagas são limitadas e as inscrições estão abertas até 28 de junho. Para se inscrever, é necessário levar cópia da identidade, CPF, comprovante de residência e carteira de trabalho à Sala do Empreendedor, localizada na Galeria do Comércio. As inscrições podem ser feitas das 8h às 11h30min e das 13h30min às 15h30min. As aulas serão realizadas no SENAC.

Fonte: Rádio São Luiz

Uergs São Luiz Gonzaga cancela as aulas por causa de prejuízos em sua estrutura

Divulgação

A Unidade da Uergs de São Luiz Gonzaga divulgou nota neste domingo, 16, informando o cancelamento das aulas no início desta semana. O motivo são os prejuízos decorrentes do temporal de sábado.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O prédio, conforme a chefia da unidade, teve danos no telhado, que, apesar de não ter sido arrancado, foi deslocado com a força do vento e, ao retornar ao ponto de origem, deixou muitas goteiras em praticamente todas as salas. A unidade fica muito próxima da Escola Técnica Cruzeiro do Sul, que foi seriamente afetada pelo vendaval e também não terá aulas nesta semana.

Além da universidade e da escola técnica, também não haverá aula na Escola João Aloísio, do estado, e nas municipais Altamiro, Mamede, José Bonifácio e Leovegildo, do município.

Fonte: Rádio São Luiz

Escolas de São Luiz Gonzaga foram destruídas e não terão aulas ao longo desta semana

Foto: Escola Cruzeiro

A Secretária Municipal de Educação, professora Mariza Klein Ditz, informou que as escolas Altamiro, no bairro Jauri, Mamede, no bairro Mário, José Bonifácio, na Auxiliadora, e o Leovegildo, no bairro Agrícola, foram muito afetadas e não terão aulas ao longo desta semana.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Nas escolas estaduais, houve prejuízo na Escola João Aloisio Braun e Polivalente. A direção do João Aloisio informou que não haverá aula nesta segunda-feira, 17. O Polivalente ainda não confirmou, o mesmo na escola Adalgisa.

Já a Escola Técnica Cruzeiro do Sul foi, sem dúvida, a mais afetada pelo vendaval. As imagens dessa postagem foram enviadas pelo diretor, professor Airton, que relatou que a” situação é muito triste”. Árvores grandes da entrada da escola foram arrancadas pela raiz. A cobertura do prédio da escola foi destruída, houve prejuízo na rede elétrica e há problemas também nos alojamentos do internato. Até o portal de entrada da escola foi arrancado.

A coordenadora da 32ª CRE, Mônica Pagliusi Lopes Justo, está em contato com as demais escolas para um levantamento completo. Ela destacou que a Coordenadoria de Obras virá a São Luiz Gonzaga nesta segunda-feira, 17, para levantamento dos prejuízos.

Fonte: Rádio São Luiz

Votação popular para escolha de cursos do IFFar São Luiz Gonzaga segue aberta até domingo

Divulgação

A votação popular para a escolha dos eixos tecnológicos que definirão os primeiros cursos a serem implementados no novo campus do Instituto Federal Farroupilha (IFFar) em São Luiz Gonzaga está aberta. Todos os moradores do município e da região podem participar da consulta pública até o próximo domingo, dia 16 de junho.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Os quatro eixos propostos e seus respectivos cursos foram apresentados à comunidade em uma audiência pública no Clube União Operária, realizada no dia 5 de junho. A votação está disponível no site da Prefeitura de São Luiz Gonzaga e no portal do IFFar (acesse aqui).

Confira os Eixos Tecnológicos Potenciais:

 

Informação e Comunicação:

– Técnico em Computação Gráfica

– Técnico em Informática e Internet

– Técnico em Jogos Digitais

– Técnico em Telecomunicações

– Técnico em Manutenção e Suporte em Informática

– Técnico em Redes de Computadores

 

Controle e Processos Industriais:

– Técnico em Eletrônica

– Técnico em Eletromecânica

– Técnico em Eletrotécnica

– Técnico em Fundição

– Técnico em Metalurgia

 

Infraestrutura:

– Técnico em Edificações

– Técnico em Geoprocessamento

– Técnico em Saneamento

– Técnico em Trânsito

– Técnico em Estradas

– Técnico em Agrimensura

 

Ambiente e Saúde:

– Técnico em Enfermagem

– Técnico em Saúde

– Técnico em Análises Clínicas

– Técnico em Meio Ambiente

– Técnico em Radiologia

– Técnico em Reciclagem

Para votar, é necessário informar o número do CPF e um endereço de e-mail.

Fonte: Rádio São Luiz

Semana do Ministério Público em São Luiz Gonzaga vai discutir o meio ambiente, violência doméstica e crime organizado

Foto: Arquivo/URI São Luiz

Na terça e quarta-feira da próxima semana, dias 18 e 19 de junho, o Ministério Público, por meio da Associação do Ministério Público, em parceria com o Curso de Direito da URI São Luiz Gonzaga, promove a Semana do Ministério Público, um evento importante e que está completando 40 anos em 2024.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A iniciativa visa aproximar a instituição da comunidade acadêmica e da sociedade como um todo, uma vez que o evento é aberto ao público. Esta será a terceira edição em São Luiz Gonzaga, tendo a primeira ocorrido em 2019 e a segunda em 2023.

Nos dois dias de evento, as palestras vão iniciar às 19h, no Salão de Atos da Universidade. O primeiro dia terá como tema “Ministério Público: Resolutividade Ambiental”, tendo como painelista a promotora de Justiça Paula Regina Mohr. Na segunda noite, as conferências serão sobre “Tráfico de drogas e organizações criminosas: os efeitos da atual jurisprudência”, com o promotor Vinícius Cassol, e “Combate e prevenção à violência doméstica”, com Fabrício Perin.

Conforme a coordenadora do Curso de Direito, professora Cristiane Menna Barreto Azambuja, este é um momento importante também para os acadêmicos, pois nem sempre, em sala de aula, é possível esgotar temáticas tão importantes como essas que serão abordadas. Ela aproveitou para reiterar o convite para que a comunidade como um todo participe do evento.

Fonte: Rádio São Luiz

Coletivo Universo Feminino coloca em prática o projeto “Mala Literária”

Foto: Freepik

A professora Guiomar Terra, presidente do Coletivo Universo Feminino, participou do programa Expressão Livre desta terça-feira, 11, para informar o início das atividades do projeto “Mala Literária”. Essa ação começa oficialmente nesta quarta-feira, 12, com o envio das publicações para as escolas estaduais São Luiz e Polivalente.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Guiomar, ao lado das colegas professoras Ivone Avila, Neiva de Melo, Noeli Schnorrenberger, Solange Battirola, Teresina Ferreira e Vânia Coimbra, pensaram neste projeto com o intuito de diminuir a violência, especialmente contra as mulheres, que é o foco de atuação do grupo. “Pensamos em como contribuir para fazer esse mundo melhor, e dentro das nossas possibilidades, escolhemos melhorar os meninos e as meninas”, explicou Guiomar sobre o surgimento do projeto.

As “Malas Literárias” serão uma forma de transmitir aos alunos leituras das próprias autoras, que refletem sobre a mulher. Como forma de homenagem, neste ano de comemoração do centenário de Jayme Caetano Braun, também haverá uma “mala de garupa” com obras do pajador. O que se busca, em resumo, é destacar a importância da literatura.

Caberá aos professores, em sala de aula, trabalhar sobre as obras dispostas nas “Malas Literárias”. A expectativa é que até o fim do ano o projeto tenha percorrido todas as escolas do município e, no futuro, possa ser expandido para a região.

Fonte: Rádio São Luiz