Educação

Seduc orienta Coordenadorias para recuperação do calendário escolar 2019

Memorando orienta sobre as datas e as particularidades de cada caso. (Foto: arquivo/32ª CRE)

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) emitiu às Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), na quinta-feira, 19 de dezembro, o memorando circular nº 22/2019. O documento contém orientações sobre a elaboração do calendário de reposição das aulas nas escolas estaduais que aderiram à greve dos professores. Ao todo, foram 25 dias de paralisação. Entre 14 de novembro e 19 de dezembro.

A ação tem o objetivo de garantir aos estudantes o direito de, no mínimo, 200 dias letivos e assegurar a carga horária de 800 horas para o Ensino Fundamental e 1.000 horas para o Ensino Médio.

Confira a íntegra do Memorando

Fonte: Seduc

Seduc orienta Coordenadorias para recuperação do calendário escolar 2019

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) emitiu às Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), nessa quinta-feira, 19 de dezembro, o memorando circular nº 22/2019. O documento contém orientações sobre a elaboração do calendário de reposição das aulas nas escolas estaduais que aderiram à greve dos professores. Ao todo, foram 25 dias de paralisação. Entre 14 de novembro e 19 de dezembro.

A ação tem o objetivo de garantir aos estudantes o direito de, no mínimo, 200 dias letivos e assegurar a carga horária de 800 horas para o Ensino Fundamental e 1.000 horas para o Ensino Médio.

Orientações:

Fonte: SEDUC/RS

Em Assembleia nesta sexta, CPERS condiciona o fim da greve somente se o Estado não descontar os dias paralisados

Após a votação das alíquotas de participação dos servidores públicos no fundo de aposentadoria ocorrida na quarta-feira, na qual o projeto, que faz parte do pacote de medidas do Governo Eduardo Leite, obteve aprovação na Assembleia Legislativa, o CPERS/Sindicato convocou a categoria para uma assembleia geral nesta sexta-feira para deliberar sobre os rumos da paralisação do Magistério no RS.

Em contato com a Rádio São Luiz, o presidente do 33º Núcleo do CPERS, Joner Marchi, explicou sobre as decisões tomadas em assembleia pela categoria: “Ficou decidido por manter a greve para negociar o pagamento do salário, e depois suspendê-la somente após acordo assinado que condicione a recuperação das aulas ao pagamento dos dias parados, assim como autonomia às escolas na construção do calendário de recuperação das aulas”, destacou.

Conforme o dirigente sindical, “já teve casos no passado em que que retornamos da greve para recuperar as aulas e o Governo não pagou os dias paralisados; então, agora, condicionamos que terminaremos a greve se o Governo prometer que não vai descontar dos salários. Essa decisão agora fica nas mãos do governo, e se forem aceitas essas condições e a formalização de um novo calendário de recuperação das aulas, a gente finaliza a paralisação”, salientou Joner.

Fonte: Rádio São Luiz

Foto: Divulgação/CPERS

Mestrado em Educação da URI – SLG realiza confraternização

(Foto: divulgação)

O Mestrado em Educação em andamento na URI – São Luiz Gonzaga, a partir de uma parceria promissora com o Campus de Frederico Westphalen, está sendo uma experiência significativa.

Os Mestrandos de São Luiz Gonzaga cursaram os Seminários, foram aprovados na prova de proficiência e estão em processo de orientação para a escrita da dissertação. Enfim, foram grandes conquistas ao longo de 2019.

Estas conquistas foram brindadas em clima de alegria e descontração na terça-feira, 17. Em 2020, seguem as aulas e demais atividades acadêmicas, sendo que as pesquisas a serem desenvolvidas pelo grupo versarão sobre temas relevantes para a educação no contexto contemporâneo.

Fonte: URI – São Luiz Gonzaga

Uergs em São Luiz Gonzaga oferta 80 vagas em 2020

(Imagem: divulgação)

A Uergs está ofertando 1605 vagas para cursos de Graduação em 2020. A Unidade da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) em São Luiz Gonzaga está oferecendo 80 vagas para ingresso no primeiro semestre de 2020, sendo 40 vagas (turno integral) no curso de Graduação em Agronomia e 40 vagas (turno noturno) no Curso de Graduação em Pedagogia.

Para ingressar, os candidatos precisam ter realizado a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e, posteriormente, utilizar a nota para a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O Ministério da Educação (MEC) divulgou recentemente o calendário de 2020 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), as inscrições ocorrerão de 21 a 24 de janeiro, e deverão ser feitas pela internet, no site sisu.mec.gov.br.

Saiba mais sobre os cursos:

Os bacharéis em Agronomia serão profissionais capacitados para atuar desde o planejamento até a execução de ações nos diferentes seguimentos da agricultura. Pela sua sólida formação técnico-científica poderá seguir a carreira acadêmica, estando habilitado a ingressar em cursos de Pós-Graduação latu sensu e scritu sensu, a desenvolver atividades docentes em nível técnico e superior, e de atuar na pesquisa científica. Também poderá atuar em órgãos públicos e empresas privadas do setor agropecuário.

O Curso de Licenciatura em Pedagogia forma profissionais com competência para estabelecer espaços de problematização, discussões e produção na área da educação. O profissional poderá atuar na Educação Infantil, anos iniciais do Ensino Fundamental – crianças, jovens e adultos – Ensino Médio na Modalidade Normal, cursos de Educação Profissional na área de serviços e apoio escolar, além de atividades de gestão de processos educativos e em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimento pedagógicos.

Fonte: Uergs

Vereador Francisco Lourenço comemora manutenção do turno integral na Escola Padre Miguel Fernandes

Educandário é o único do Rincão de São Pedro e corria o risco de fechar. (Foto: Kelvin Morais/Rádio São Luiz)

Na terça-feira (10), comitiva formada pelos vereadores Francisco Lourenço e Ana Barros, acompanhados da coordenadora regional de educação, Mônica Justo, esteve em Porto Alegre pleiteando reivindicação da comunidade do Rincão de São Pedro. O objetivo era encontrar uma saída para que a Escola Padre Miguel Fernandes mantivesse o atendimento em dois turnos.

Em entrevista nesta sexta-feira, Francisco Lourenço comemorou o resultado do encontro, pois, segundo ele, já na quarta-feira a Secretaria de Educação do Estado sinalizou positivamente para o projeto apresentado. Trata-se de uma horta comunitária, que foi elaborado pela Emater, Secretaria de Agricultura e UERGS.

“O Governo do Estado havia sinalizado para a suspensão do turno da tarde, o que mais adiante poderia significar o fechamento da escola. A comunidade escolar então se mobilizou e nós articulamos encontros e realizamos várias reuniões no munícipio e na capital, visando atender a reivindicação”, explicou o vereador.

A Escola Padre Miguel Fernandes é a única na comunidade de Rincão de São Pedro e tem papel fundamental na formação de mais de 70 crianças, uma vez que também cede espaço físico para alunos da educação infantil do município.  “Temos que parabenizar a diretora Vania Souza Santiago, diretora da escola, pela luta para que o objetivo fosse alcançado. A partir de agora, por meio deste projeto, a escola, que dispõe de quatro hectares de terra, poderá realizar sua atividade extracurricular com a horta comunitária”, concluiu Francisco Lourenço.

UERGS

Na entrevista, o parlamentar também falou sobre a atual situação da edificação que abrigará a UERGS. Segundo o vereador, o Executivo deve encaminhar solicitação ao Legislativo para que o município possa fazer a entrada de água e luz na área onde será iniciada a obra. “A empresa que fará a construção já está na cidade e acreditamos que ainda neste mês iniciem as obras de construção do espaço físico da universidade”, finalizou.

Fonte: Rádio São Luiz

Unopar realiza Vestibular Solidário no próximo sábado (14)

Inscrições seguem até amanhã (13). (Foto: divulgação)

No sábado, às 10h, ocorre a prova do Vestibular Solidário da Unopar. O candidato que levar 1kg de alimento não-perecível ou material de higiene não paga a inscrição. Depois de feita a prova, os 10 primeiros a apresentarem a documentação para a matrícula terão a primeira mensalidade gratuita.

Conforme a diretora do Polo de São Luiz Gonzaga, Neiva Mairesse da Silva, a cada matrícula realizada a instituição doará mais 1kg de alimento não perecível para a campanha. Ao todo, a unidade oferece 22 cursos nas modalidades semipresencial, na qual o estudante frequenta a aula uma vez por semana, e a 100% online, na qual o aluno só precisa comparecer no dia da prova.

Neste ano, também há novidade do vestibular online, que oportuniza ao aluno realizar a prova (uma redação) em casa. Para mais informações ligue (55) 3352-4445 nos períodos da tarde e noite.

Fonte: Rádio São Luiz

Escola Padre Miguel Fernandes, do Rincão de São Pedro, permanece com dois turnos e vai implantar projeto de horta comunitária

Entrega do projeto teve a presença dos vereadores Chiquinho Lourenço e Ana Barros e da Coordenadora Regional de Educação, Mônica Justo. (Foto: divulgação)

Ameaçada de ter um dos turnos suspenso, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Padre Miguel Fernandes, localizada no distrito rural de Rincão do São Pedro em São Luiz Gonzaga, vai manter o atendimento em dois períodos aos 70 alunos e ainda irá implantar um projeto-piloto sobre técnicas de cultivo em horta comunitária, numa parceria que envolve a comunidade, Emater, Uergs e prefeitura.

O projeto, que vai aproveitar melhor a área desta escola de campo, fazendo com que a instituição de ensino permaneça com dois turnos, tem o aval da Secretaria de Educação, onde nesta semana estiveram os vereadores Chiquinho Lourenço e Ana Barros, juntamente com o chefe de gabinete do deputado estadual Eduardo Loureiro, Fabiam Thomas. Em reunião com o diretor-geral da Secretaria Estadual de Educação, Paulo Magalhães, e com a coordenadora-regional de Educação da 32º CRE, Mônica Justo; os vereadores que lideram a mobilização pela escola acertaram os detalhes para o funcionamento do projeto-piloto a partir do próximo ano.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Deputado Estadual Eduardo Loureiro

Greve dos professores: 35 escolas seguem paralisadas de forma parcial e cinco de forma total na área da 32ª CRE

Nesta quarta-feira, a Rádio São Luiz entrou em contato com a coordenadora Mônica Pagliusi Lopes Justo, titular da 32ª Coordenadoria Regional de Educação, para conferir os números oficiais de escolas estaduais que aderiram à greve do Magistério na região da 32ª CRE.

Segundo Mônica, após contato com 42 escolas da área de abrangência da Coordenadoria, foram repassadas as seguintes informações: cinco escolas estão com paralisação total, 35 escolas com paralisação parcial e duas escolas com aula normal. Conforme a coordenadora, em escolas com paralisação parcial há disciplinas que estão sendo ministradas por professores e outras não. “A gente reitera que o respeito pela greve deve acontecer sempre dos dois lados, tanto a quem pretende fazer a greve e quanto a quem pretende estar trabalhando, e esperamos que esse sentimento seja recíproco”, salientou Mônica.

Sobre a forma de recuperação das aulas devido à paralisação (que ainda não tem data definida para seu término), a coordenadora disse que a Secretaria de Educação do RS ainda não repassou informações de como será feita: “Temos perguntas de escolas que pretendem desde já fazer a recuperação das aulas, mas ainda não sabemos como ocorrerá. Por isso, vamos solicitar informações à SEDUC/RS para nos dar um norte a ser seguido quanto à recuperação das aulas assim que a paralisação findar”, destacou.

Fonte: Rádio São Luiz

Foto: Arquivo/Divulgação

Escola Cruzeiro do Sul divulga a relação dos alunos inscritos no Curso Técnico em Agropecuária

A Escola Técnica Estadual Cruzeiro do Sul publicou nesta quarta-feira a relação dos alunos inscritos no Curso Técnico em Agropecuária. As matrículas devem ser efetivadas no período de 02 à 17 de janeiro.