Meio Ambiente

Empresa Natusomos recolhe cerca de 200 televisores em São Luiz Gonzaga

(Foto: divulgação)

Grande parte do material foi recolhido em locais a céu aberto, com apoio do Projeto Cidade Limpa

A empresa Natusomos, de Horizontina, especializada em destinação adequada de lixo eletrônico, realizou ontem (3) o recolhimento de centenas de eletrodomésticos, a maioria televisores e monitores de computador, que foram descartados pela comunidade são-luizense. Aproximadamente 200 televisores foram carregados e, pela quantidade de material, não foi possível transportar tudo em uma carga.

A previsão é de quem em 15 dias o recolhimento retorne à cidade para levar o restante. Com a devida autorização do setor de meio ambiente, este material está acondicionado em uma eletrônica na Rua Silva Jardim.

Em virtude da pandemia, na próxima coleta o caminhão não ficará na praça, como em recolhimentos anteriores. Assim, quem tiver descarte de lixo eletrônico deve entrar em contato com o setor na prefeitura pelo (55) 3352-9340.

Fonte: Rádio São Luiz

Secretário suspeita de incêndio criminoso em entulho retirado do Bairro Duque de Caxias

(Fotos: divulgação)

O secretário de Obras de São Luiz Gonzaga, Ivanir Coimbra, falou nesta quinta-feira (30) sobre incêndio ocorrido ontem à noite em entulho, que foi recolhido durante mutirão no Bairro Duque de Caxias e posteriormente depositado no Horto Florestal. Coimbra explicou que os acúmulos foram levados para lá por causa da necessidade de separar os materiais orgânicos do que poderia ser reciclado.

Segundo o secretário, os moradores depositaram os lixos sem separação e, por isso, a opção foi por concentrar os materiais no local citado – onde geralmente são deixados os galhos de árvores – para que hoje os catadores pudessem retirar o que fosse aproveitável e o restante fosse levado para a destinação correta; um tira-entulho da cidade. Ocorre que durante a noite, um incêndio de grandes proporções atingiu o local.

Até o momento, não se sabe quem o que teria originado a queimada. Coimbra comentou que “pode ter sido alguém querendo prejudicar a administração municipal”, mas não deu mais detalhes, por, segundo ele, não ter como provar. Questionado sobre o que será feito com o material que não queimou, o secretário disse que o processo seguirá o que já estava previsto, sendo este realocado para o tira-entulho.

Fonte: Rádio São Luiz

João Ilário Batista Chagas assume a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente

Solenidade de posse ocorreu na última segunda-feira (13), com a participação de autoridades

Na segunda-feira (13), João Ilário Batista Chagas foi empossado como titular da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. A solenidade ocorreu no Gabinete do Prefeito, Sidney Brondani, e contou com a participação do vice-prefeito Mário Trindade e do vereador José Antônio Flach Werle.

Durante a solenidade, o chefe do Executivo desejou um bom trabalho ao novo secretário de Agricultura e Meio Ambiente. “Parabenizo o ex-secretário Nodir Maronese pelo trabalho desenvolvido nesses anos como titular da pasta e desejo as boas-vindas ao secretário João Ilário Chagas, por aceitar o desafio de coordenar uma secretaria municipal”.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, João Ilário Batista Chagas, ressaltou o trabalho que será realizado pela pasta nos próximos meses. “Nosso objetivo é dar andamento aos projetos já desenvolvidos pela secretaria, priorizando os trabalhos de apoio aos agricultores, por meio da atuação das equipes da pasta e maquinário. Vamos desenvolver ações ambientais de melhorias nas ruas da cidade e ecossistemas do município, buscando sempre a colaboração de entidades da área. Reforço também que estamos abertos ao diálogo com todas as entidades ligadas aos setores produtivos do nosso município”, destacou.

SECRETÁRIO DE AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE

João Ilário Batista Chagas é graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI). Chagas atuou como vereador de 1992 até 2000, ocasião em que foi presidente na Câmara de Vereadores em 1997. O novo secretário de Agricultura e Meio Ambiente foi vice-prefeito do município, de 2000 a 2004. João Ilário também atuou como diretor na EMEF Coração de Jesus e na ETE Cruzeiro do Sul.

Por Larissa Dorneles / AI Prefeitura de São Luiz Gonzaga

Sidney Brondani diz que deu prazo de 30 dias para Corsan entregar novo cronograma de execução das obras do esgoto

Chefe do Executivo também descartou qualquer possibilidade de rompimento de contrato com a estatal. (Foto: Kelvin Morais/Rádio São Luiz)

Na segunda e na terça-feira, dias 27 e 28, o prefeito Sidney Brondani, acompanhado de comitiva formada pelos vereadores José Antônio Caetano Braga (Progressistas), Aldimar Machado (MDB), Francisco Lourenço (PDT) e Laureano Castilho (PSDB), esteve em Porto Alegre tratando de dois assuntos importantes para o município. A primeira audiência, na segunda-feira, foi para falar com a diretoria do DAER sobre a estrada que liga a BR 285 com São Lourenço, no trecho que passa pelo Assentamento São Sebastião.

Conforme Sidney, o encontro foi para encaminhar um termo de cooperação técnica entre o município e a autarquia. “Este trecho de pouco mais de 6km é uma ERS. O município precisa de autorização para justificar o investimento que faz em uma estrada que não é dele”, explicou. O prefeito ainda manifestou a intenção de municipalizar o percurso, o que deve ser feito em uma segunda etapa. “A primeira etapa é o termo de cooperação, depois vamos encaminhar o projeto para municipalização. Vamos assumir algo que já estamos fazendo mesmo. Aquele trecho está inserido no mapa turístico regional e temos recurso para asfaltar”, concluiu o prefeito.

Reunião e prazo de 30 dias para a Corsan

A segunda reunião da comitiva foi ontem pela manhã, com a diretoria da Corsan. Neste encontro, o prefeito e os vereadores manifestaram a insatisfação com o não cumprimento do contrato assinado em 2013, que trata sobre o esgoto. Ao longo destes quase sete anos, nenhuma etapa foi cumprida pela companhia.

Sidney lembrou que em 2017, ao final do primeiro ano do mandato, já havia notificado a estatal e mesmo assim nada foi feito. Ele comentou que atualmente, quando há algum problema de esgoto, o município atua como “quebra-galho”, mas essa função é da Corsan.

O prefeito descartou a possibilidade de rompimento de contrato, pois a intenção é manter a água e esgoto públicos. Mas disse que exigiu um novo cronograma de execução de obras em até trinta dias. “Sete anos dando explicação é muito tempo. Estamos exigindo o cumprimento do contrato”, concluiu.

Fonte: Rádio São Luiz

APARP de São Nicolau vai promover o 7º Passeio Ecológico nos dias 1º e 2 de fevereiro

(Foto: divulgação)

A Associação de Proteção Ambiental Amigos do Rio Piratini (APARP) de São Nicolau vai promover nos dias 1º e 2 de fevereiro a sétima edição do Passeio Ecológico no Rio Piratini. O evento ocorre anualmente e tem como objetivo recolher lixos que eventualmente estejam depositados nas margens.

Conforme João Adalberto Rambo Klein, presidente da associação no município, o trecho – de aproximadamente 100km – inicia na Barca do Conde e se estende até o Rio Uruguai. Ao longo do percurso, os participantes também mantém diálogo com a população ribeirinha promovendo a conscientização.

Questionado sobre a quantidade de lixo retirada, João Adalberto lembra que nos primeiros os anos os volumes eram bastante expressivos, mas, felizmente, a ação tem dado resultado e a cada ano os números são menores.

Para participar do Passeio Ecológico é preciso pagar uma taxa de R$ 80,00, valor que inclui as refeições dos dois dias e auxilia na manutenção do projeto. A expectativa é que haja lotação em mais de vinte embarcações.

Fonte: Rádio São Luiz

Recolhimento de lixo eletrônico ocorre amanhã

Ponto de coleta será instalado em frente à Prefeitura de São Luiz Gonzaga, das 8 horas até às 17 horas. (Foto: divulgação)

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente – por meio do Setor de Proteção Ambiental (SEMPA) – promove nesta sexta-feira (29) o recolhimento de lixo eletrônico. A iniciativa ocorre em parceria com a empresa Natusomos, de Horizontina. O ponto de coleta será instalado em frente à Prefeitura de São Luiz Gonzaga, das 8 horas até às 17 horas.

Na data, serão recolhidos de forma gratuita os seguintes itens: aparelhos de som; ar condicionado de janela (split, aquecedores); batedeiras; bebedouros; cabos e fios; cafeteira, liquidificador e batedeira; calculadoras; carregadores em geral; celulares e telefones fixos; centrais telefônicas; chuveiros; CPUs; DVDs e videocassetes; estabilizadores e nobreaks; fax; ferro elétrico; fontes de microcomputadores; forno elétrico; freezer; geladeira; HDs; impressoras e scanners; lavadora de roupa, secadora de roupa e centrífuga; linha branca; máquina de escrever; máquina de lavar louça; micro-ondas; modens; monitores CRT e de led; mouse; notebook; pen drive; para-brisa (sob consulta); placas em geral; plástico ABS/PP/PS; receptores; roteadores; servidores; térmicas; teclados; TV de tubo, led e LCD; torneiras; unidade de CD, DVD e disquetes.

Para a entrega de pilhas e baterias, será cobrado R$ 17,00 por quilo. O descarte de lâmpadas possui uma taxa de R$ 1,00 por unidade. Já para o descarte de lâmpadas quebradas, será cobrado o valor de R$ 17,00 por quilo. A entrega de toners custará R$ 3,50 por unidade e de garrafas de vidro, R$ 0,50 o quilo. A SEMPA solicita a adesão da comunidade na campanha, realizando o descarte adequado de diversos itens prejudiciais ao meio ambiente.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMPA

URI São Luiz sediou Seminário Regional sobre Resíduos Sólidos

Evento reuniu lideranças de toda a Região Missioneira. No registro, Promotor de Justiça Daniel Martini, Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente e da Ordem Urbanística do MP/RS. (Fotos: URI São Luiz)

Na sexta-feira, 22 de novembro, foi realizado no campus da URI São Luiz, Seminário Regional sobre Resíduos Sólidos. O evento ocorreu no Salão de Atos e reuniu prefeitos, secretários de Saúde e Educação e coordenadores dos departamentos de meio ambiente dos municípios região.

Realizado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, em parceria com a URI, o evento focou nos problemas que envolvem o saneamento e políticas de proteção e conservação do meio ambiente. Na ocasião, o primeiro a falar foi o Promotor de Justiça Daniel Martini, Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente e da Ordem Urbanística do MP/RS, o qual destacou, entre outros pontos, que investimentos em obras de saneamento geram empregos, aumento nos rendimentos nas escolas e melhorias na saúde, em uma alusão ao fato de que este é um serviço comumente colocado em segundo plano pelos gestores.

Seguindo na temática, a segunda fala foi sobre “Coleta Seletiva de Resíduos: Desafios e Recompensas”, com Maria Lorete Flores, representante do Comitê da Bacia do Rio Ijuí e Professora da URI Santo Ângelo, a qual apresentou um panorama daquele município Missioneiro.

Mais tarde, o evento foi encerrado com a palestra “Resíduos Sólidos em São Luiz Gonzaga: Cenário e Estratégias”, com a Professora Dinara Bortoli Tomasi, Diretora-Geral da URI São Luiz, e com o Professor Revis Catiano Feijó Moura, os quais apresentaram ao público a situação do município nas últimas décadas e ações que estão sendo desenvolvidas com vistas no futuro.

Para mais informações acesse: https://www.mprs.mp.br/ambiente/

Fonte: URI – São Luiz Gonzaga

Recolhimento de lixo eletrônico ocorre na próxima sexta-feira

Ação é realizada pelo Setor de Proteção Ambiental em parceria com a empresa Natusomos. (Foto: divulgação)

No próximo dia 29, sexta-feira, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente – por meio do Setor de Proteção Ambiental (SEMPA) – promove mais uma campanha de recolhimento de lixo eletrônico. A iniciativa é realizada em parceria com a empresa Natusomos, de Horizontina. O ponto de coleta será instalado em frente à Prefeitura de São Luiz Gonzaga, das 9 horas até às 17 horas.

Na data, serão recolhidos de forma gratuita os seguintes itens: aparelhos de som; ar condicionado de janela, split, aquecedores; baterias; bebedouros; cabos e fios; cafeteira, liquidificador e batedeira; calculadoras; carregadores em geral; celulares e telefones no geral; centrais telefônicas; chuveiros; CPUs; DVDs e videocassetes; estabilizadores e nobreaks; fax; ferro elétrico; fontes de microcomputadores; forno elétrico; freezer; geladeira; HDs; impressoras e scanners; lavadora de roupa, secadora de roupa e centrífuga; linha branca; máquina de escrever; máquina de lavar louça; micro-ondas; modens; monitores CRT e de led; mouse; notebook; pen drive; para-brisa (sob consulta); placas em geral; plástico ABS/PP/PS; receptores; roteadores; servidores; térmicas; teclados; TV de tubo, led e LCD; torneiras; unidade de CD, DVD, disquetes e vidros (sob consulta).

Para a entrega de pilhas e baterias, será cobrado R$ 17,00 por quilo. O descarte de lâmpadas possui uma taxa de R$ 1,00 por unidade. Já para o descarte de lâmpadas quebradas, será cobrado o valor de R$ 17,00 por quilo. A entrega de toners custará R$ 3,00 por unidade e de garrafas de vidro, R$ 0,50 o quilo. A SEMPA ressalta a importância da adesão da comunidade na campanha, realizando o descarte adequado de diversos itens prejudiciais ao meio ambiente.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMPA

Realizada formatura de novos Patrulheiros Ambientais Mirins

Projeto é dirigido a alunos na faixa etária de 9 a 12 anos. (Fotos: Alcides Figueredo/Rádio São Luiz)

Uma nova turma de mais de 20 Patrulheiros Ambientais Mirins se formou ontem (21), na Escola Amália, em São Luiz Gonzaga. Participaram da solenidade o Juiz Tiago Dias da Cunha, o Promotor Marcos Roberto Lamin, o Tenente Paulo César Amaral Monteiro, comandante do Pelotão de Polícia Ambiental, representantes do Poder Executivo, familiares e instrutores.

Alunos destaque ganharam bicicleta e todos ganharam brindes destinados por colaboradores da comunidade

Criado com o objetivo de orientar as crianças para a adoção de hábitos e atitudes que ajudem a proteger a natureza, o projeto é realizado pelo Pelotão de Polícia Ambiental, com apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público, que destinam recursos das penas alternativas, inclusive de pequenos delitos ambientais, para a manutenção das atividades.

O Juiz Tiago Dias da Cunha, padrinho da turma, comentou a importância da ação dizendo que este é um dos melhores projetos custeados pelo recurso. “São instruções em uma fase da vida em que tudo fica marcado por muito tempo. Eles conseguem realizar ações que fogem da rotina do dia a dia, como passear de barco pelo Rio Ijuí e aprender sobre os cuidados com o bioma e os animais, por exemplo”.

O mesmo pensa o Promotor de Justiça Marcos Roberto Lamin, que falou sobre a importância de desenvolver na comunidade esse tipo de pensamento e comportamento, já que cada vez mais estamos sentindo os sintomas da falta de cuidado com a natureza. Marcos Roberto também apontou a organização da cerimônia como exemplo de dedicação e organização dos policiais, o que, segundo ele, evidencia a competência dos servidores.

Por fim, o Tenente Monteiro agradeceu o apoio do Judiciário e do Ministério Público, dos policiais e de toda a comunidade. Explicou que a torcida é que estas “sementes” desenvolvam a consciência ambiental, de modo que as futuras gerações possam agradecer pelo passo dado nesta fase da vida.

Fonte: Rádio São Luiz

URI São Luiz vai sediar Seminário Regional Sobre Resíduos Sólidos

Evento contará com quatro palestrantes. (Foto: divulgação/URI)

A URI São Luiz Gonzaga, em parceria com o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul, promove na próxima sexta-feira, 22 de novembro, Seminário Regional Sobre Resíduos Sólidos. O evento ocorrerá no Salão de Atos da Universidade das 13h30min às 17h30min. Confira a programação:

– 13h30min: Abertura da Solenidade

– 14h: Palestra “Política Nacional de Resíduos Sólidos” – Dr. Daniel Martini, Promotor de Justiça e Coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente

– 15h: Palestra “Coleta Seletiva de Resíduos: Desafios e Recompensas” – Professora Ma. Maria Lorete Flores, Representante do Comitê da Bacia do Rio Ijuí e professora da URI – Santo Ângelo

– 16h: Palestra “Resíduos Sólidos em São Luiz Gonzaga: Cenário e Estratégias” – Professora Ma. Dinara Bortoli Tomasi e Professor Ms. Revis Catiano Feijó Moura, professores da URI – São Luiz

– 17h: Momento para questionamentos e considerações

A confirmação de presença ocorrerá junto à Universidade, através do telefone (55) 3352-8150 ou pelo e-mail [email protected].

Serão fornecidos certificados de participação de 4 horas.

Fonte: URI São Luiz