Trânsito

PRF atende grave acidente em São Luiz Gonzaga

(Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal atendeu na noite de domingo (18), em São Luiz Gonzaga, na BR 285, km 568, uma colisão lateral seguida de colisão transversal. Os veículos envolvidos foram, um celta emplacado em Santa Rosa e conduzido por uma mulher de 18 anos, uma S10 emplacada em Soledade e conduzida por um homem 59 anos e um 307 emplacado em São Pedro do Butiá conduzido por um homem de 31 anos.

Conforme apuração no local do acidente, o celta transitava sentido São Luiz x Santo Antônio, quando invadiu a pista contrária e colidiu na lateral da S10 que transitava no sentido contrário, com o impacto o celta ficou imobilizado sobre a pista e foi atingido na lateral pelo 307 que deslocava logo atrás da S10.

A condutora do celta ficou presa nas ferragens e foi socorrida e encaminhada ao Hospital de São Luiz Gonzaga pelo Corpo de Bombeiros. Ela mora em Santo Antônio das Missões e sofreu lesões graves. Os outros condutores nada sofreram, eles residem em São Luiz.

Realizados testes de bafômetro nos envolvidos com resultados negativos. Os três veículos foram removidos ao depósito e estão a disposição da Polícia Civil de São Luiz, onde foi registrada a ocorrência.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

Seguem as ações regionais na busca de recursos para a Ponte Internacional

(Imagem: Divulgação)

Prefeito Vilmar Kaiser representou a região em Brasília em audiências sobre a obra da Ponte Internacional

O presidente da Comissão Pró-Ponte – Porto Xavier/San Javier, prefeito de Porto Xavier, Vilmar Kaiser, esteve em Brasília, na semana passada, desenvolvendo ações para assegurar os recursos necessários para a obra da ponte. Na terça-feira (6/10), ocorreu a reunião da Bancada Gaúcha, por videoconferência, para a apresentação das propostas dos mais variados segmentos comunitários do estado. Enquanto o prefeito Vilmar Kaiser articulava apoios em Brasília, o Secretário de Turismo de Porto Xavier, professor Ovídio Kaiser, juntamente com o Presidente da AMM, prefeito Ademir Gonzatto, fizeram a apresentação da defesa e as justificativas da proposta de recursos para a obra da Ponte Internacional, diretamente da Sede da AMM em Cerro Largo.

O assunto terá desdobramentos e a decisão será adotada após uma análise de todos os pedidos, que ultrapassam em muito o valor disponível para distribuição, em torno de 250 milhões de reais. Existe o compromisso da Bancada Gaúcha e de seu coordenador, deputado Giovani Cherini, de seguir apoiando financeiramente o Projeto Missioneiro.

Segundo o senador Luis Carlos Heinze, que acompanhou as reuniões na Capital Federal, o projeto final da ponte entre Porto Xavier, no Rio Grande do Sul, com San Javier, no lado argentino, será́ concluído até o final de março do ano que vem.  “Recebi a notícia em reunião com o diretor-geral substituto do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Euclides Bandeira. A proposta inicial era de que o edital saísse ainda este ano, mas com a pandemia e as barreiras internacionais o processo atrasou”, ressaltou o senador.

A obra, que faz a ligação sobre o rio Uruguai, na BR-392, é muito aguardada na região, pelo impacto que terá́ na economia. O anteprojeto está em elaboração para execução de um edital para a contratação integrada. A ideia é que a obra fique pronta até́ o final de 2022.

O prefeito Vilmar também se reuniu com o relator do orçamento geral da união com o mesmo propósito. Do Ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, ouviu a afirmação de que o início das obras será em 2021. No Itamaraty, tratou da dificuldade de ingresso de pessoal e material no lado argentino para a execução do projeto.

(Imagem: Divulgação/AMM)

Fonte: Assessoria de Comunicação da AMM

Pardais voltam a operar nas rodovias estaduais do RS

(Imagem: Divulgação)

Na região, controlador será instalado na ERS-561 (16 de Novembro – São Nicolau)

A segurança na malha rodoviária estadual será reforçada a partir de amanhã (9), com a reativação de controladores de velocidade em 13 estradas gaúchas. Conhecidos como pardais, os dispositivos irão monitorar 93 faixas de tráfego.
Além desses aparelhos, foram implantadas 25 câmeras e 25 dispositivos leitores de placas, que auxiliarão no rastreamento de veículos roubados.
O Governo do Estado está investindo R$ 5,8 milhões na manutenção e operação dos equipamentos, que será realizada pelas empresas Perkons e Fiscaltech, vencedoras do pregão eletrônico. Os contratos têm validade de dois anos, podendo ser prorrogados por igual período, e são fiscalizados pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) – autarquia vinculada à Secretaria de Logística e Transportes.
“O principal objetivo é educar os motoristas, fazendo com que eles reduzam a velocidade nos locais onde os estudos apontam maior risco de acidentes”, afirma o secretário Juvir Costella. “O nosso foco é preservar vidas acima de tudo”, reforça.
Os pardais instalados pela Perkons estão na ERS-030 (Osório – Tramandaí), ERS-040 (Viamão – Pinhal), ERS-122 (Portão – Caxias do Sul), ERS-239 (Novo Hamburgo – Rolante), ERS-240 (São Leopoldo – Montenegro), ERS-389 (Osório – Torres) e RSC-453 (Venâncio Aires – Tainhas). A empresa receberá R$ 3,9 milhões pela fiscalização eletrônica nas sete estradas e pelas 16 câmeras e 16 dispositivos leitores de placas implantados.
Para a Fiscaltech, foi destinado R$ 1,9 milhão ao monitoramento de 25 faixas de tráfego nas seguintes rodovias: ERS-135 (Passo Fundo – Erechim), ERS-324 (Passo Fundo – Nova Prata), ERS-342 (Ijuí – Cruz Alta), RSC-153 (Passo Fundo – Tio Hugo), RSC-287 (Montenegro – Santa Maria) e ERS-122 (São Vendelino – Farroupilha). Além disso, a empresa também é responsável por nove câmeras e nove dispositivos com leitores de placas.
“Apesar de os trechos serem divulgados e de as rodovias serem sinalizadas, não citamos os quilômetros exatos onde estão os pardais, que são equipamentos discretos. A finalidade é preservar a segurança dos usuários”, explica o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino.
O dirigente explica que o diferencial dos contratos são os dispositivos leitores de placas, também chamados de OCRs (sigla em inglês para “optical character recognition”). Eles cruzam os dados dos veículos com as informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado.
“O sistema emite um alerta sonoro quando é identificada alguma irregularidade. Dessa forma, os agentes do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) podem abordar indivíduos suspeitos”, salienta Faustino, acrescentando que esses equipamentos estão próximos dos postos policiais. “É mais uma ferramenta que o Estado disponibiliza para combater a criminalidade”, sintetiza.
Confira a função de cada equipamento:
Pardais: é como são popularmente chamados os equipamentos discretos de fiscalização eletrônica instalados em pontos fixos das rodovias estaduais. Os dispositivos possuem sensores implantados no pavimento e são programados para flagrar e autuar os motoristas que excederem o limite de velocidade estabelecido no trecho.
A localização exata dos pardais não é divulgada pelo Daer, com o intuito de incentivar o respeito aos limites de velocidade estabelecidos nas estradas monitoradas e, assim, preservar a segurança dos usuários ao longo de toda a via.
Câmeras: As imagens, captadas em tempo real, mostram como estão as condições da rodovia, o tráfego e o clima no trecho pesquisado. Confira: https://bit.ly/3iiCMCg
Dispositivos leitores de placas: são radares inteligentes que, em tempo real, fazem a leitura das placas e o cruzamento dos dados com os da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Quando é identificada alguma irregularidade, um alerta sonoro avisa a equipe do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) para que possa ser realizada a averiguação.
Confira as rodovias onde serão instalados dos equipamentos:
Contrato com a empresa Perkons:
Pardais:
– ERS-030 (Osório – Tramandaí)
– ERS-040 (Viamão – Pinhal)
– ERS-122 (Portão – Caxias do Sul)
– ERS-239 (Novo Hamburgo – Rolante)
– ERS-240 (São Leopoldo – Montenegro)
– ERS-389 (Osório – Torres)
– RSC-453 (Venâncio Aires – Tainhas)
Câmeras de monitoramento:
ERS-030 (Osório – Tramandaí)
ERS-040 (Viamão – Pinhal)
ERS-122 (R. do Cascalho – Caxias do Sul)
ERS-239 (Novo Hamburgo – Rolante)
ERS-240 (Vila Sharlau – Montenegro)
ERS-389 (Osório – Torres)
RSC-453 Venâncio Aires – Tainhas)
OCRs:
ERS-020 ( Taquara – São Francisco de Paula)
ERS-030 (Osório – Tramandaí)
ERS-040 (Viamão – Porto Alegre)
ERS-122 (São Vendelino – Bom Princípio)
ERS-122 (Caxias do Sul – Farroupilha)
ERS-122 (Farroupilha – Caxias do Sul)
ERS-129 (Roca Sales – Pelotão Rodoviário)
ERS-235 (Nova Petrópolis – Gramado)
ERS-239 (Campo Bom – Sapiranga)
ERS-239 (Aricá – Sapiranga)
ERS-240 (Montenegro – Pareci Novo)
ERS-331 (Pinhalzinho – Marcelino Ramos)
ERS-344 (Giruá – Santo Ângelo)
ERS-514 (Palmeira das Missões – Ijuí)
ERS-561 (16 de Novembro – São Nicolau)
RSC-472 (Santo Cristo – Porto Vera Cruz)
Contrato com a empresa Fiscaltech:
Pardais:
– ERS-135 (Passo Fundo – Erechim)
– ERS-324 (Passo Fundo – Nova Prata)
– ERS-342 (Ijuí – Cruz Alta),
– RSC-153 (Passo Fundo – Tio Hugo)
– RSC-287 (Montenegro – Santa Maria)
– ERS-122 (São Vendelino – Farroupilha)
Câmeras de monitoramento:
ERS-122 (São Vendelino – Farroupilha)
ERS-135 (Passo Fundo – Erechim)
ERS-324 (Passo Fundo – Nova Prata)
ERS-342 (Ijuí – Cruz Alta)
RSC-287 ( Montenegro – Santa Maria)
RSC-470 (Nova Prata – Bento Gonçalves)
OCRs:
ERS-265 (Lajeado – Cruzeiro do Sul)
ERS-734 (Centro de Rio Grande – Cassino)
RSC-287 (Taquari – Santa Cruz do Sul)
RSC-287 (Santa Cruz do Sul – Taquari)
RSC-287 (Novo Cabrais – Paraíso do Sul)
RSC-377 (Santiago – São Francisco de Assis)
RSC-377 (Alegrete – São Francisco de Assis)
RSC-453 (Lajeado – Teutônia)
RSC-453 (Westfália – Lajeado).
Fonte: Detran/RS

PRF atende acidente com morte em Santiago

(Foto: Divulgação/PRF)

Por volta das 5h desta sexta-feira (2), a Polícia Rodoviária Federal atendeu um grave acidente no km 386 da BR 287. Uma pessoa faleceu após o veículo que conduzia sair da pista e capotar.

Agentes da PRF deslocaram para o local, conhecido como Cerca de Pedra, onde encontraram uma caminhonete S10, capotada fora da pista, e o condutor, já sem vida, preso às ferragens. A vítima, de 62 anos, residia na cidade, e deslocava para o interior do município no momento do acidente.

O Corpo de Bombeiros, SAMU e Polícia Civil compareceram no local e prestaram auxílio. As circunstâncias do acidente ainda estão sendo apuradas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PRF

Acidente de trânsito no interior de Santo Antônio das Missões vitima mulher de 29 anos

(Imagem: Divulgação)

Jéssica Maia Barcelos, 29 anos, morreu após capotamento do veículo

Ontem (29/9), por volta das 22h30min, uma mulher de 29 anos, identificada como Jéssica Maia Barcelos, morreu após acidente de trânsito ocorrido na Vila São José, interior de Santo Antônio das Missões. Conforme a Brigada Militar, o veículo que ela conduzia, um Chevrolet Vectra, teria capotado  na via pública causando a morte de sua condutora.

O local do acidente foi isolado para providências. O fato foi registrado na Delegacia da Polícia Civil.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Brigada Militar

Incêndio destrói cabine de carreta na ERS 168, em Bossoroca

(Foto: Jonitas Puchalski /Blog Missioneiro)

Uma carreta teve a cabine completamente incinerada na manhã desta sexta-feira (25/9) no km 49 da ERS 168, sentido São Luiz – Bossoroca. O motorista, de 48 anos, natural de Uruguaiana, percebeu a fumaça e conseguiu sair do veículo antes que as chamas ficassem maiores.

O Corpo de Bombeiros de São Luiz Gonzaga foi acionado e evitou que as chamas atingissem a carreta também.  As causas do sinistro não foram divulgadas.

Fonte: Blog Missioneiro/Corpo de Bombeiros 

Governo do Estado confirma investimento de R$ 2 milhões nas obras de acesso ao município de Pirapó

“Estamos viabilizando projetos de obras que têm caráter estratégico para algumas regiões do nosso Estado”, explicou Costella. (Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

Trecho ligará o município à BR-392

As estradas estaduais do Rio Grande do Sul ganharam um reforço de R$ 60,65 milhões. Em transmissão ao vivo pelas redes sociais na segunda-feira (21/9), com a participação de deputados estaduais e prefeitos, o governador Eduardo Leite e o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, anunciaram investimentos para recuperação de rodovias em todas as regiões do Estado.

Nas Missões, o investimento será no acesso de Pirapó. Conforme a publicação, serão destinados R$ 2 milhões para pavimentar o trecho que vai da BR-392 até o município. No momento, está sendo realizada a adequação do projeto para inciar a obra. A notícia havia sido antecipada na São Luiz pelo secretário de Logística e Transportes no início do mês. 

A definição dos investimentos considerou obras já iniciadas – paralisadas ou com risco de parar por falta de recursos – e demandas regionais apontadas por parlamentares. “Vimos nos deputados o caminho para entender as demandas de cada região, afinal, eles foram eleitos pela população e escolhidos para representar e atender aos anseios de cada uma das regiões”, apontou o governador Eduardo Leite.

OBRAS E PROJETOS EM RODOVIAS ESTADUAIS
Investimento de R$ 60,65 milhões

ACESSOS:

Cerrito (ERS-706)
• Extensão: 3 quilômetros
• Investimento: R$ 2 milhões
• Obra está em fase de licitação. Previsão de ordem de início ainda em 2020. Serão complementados os recursos necessários no orçamento de 2021 para a conclusão da obra. Já estão programados R$ 200 mil de recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide).

Lagoa Bonita do Sul (ERS-400)
• Extensão: 7 quilômetros
• Investimento: R$ 2 milhões
• Obra em andamento desde 14 de setembro, com recurso da Cide no valor de R$ 1,5 milhão. Totalizará R$ 3,5 milhões. Previsão de execução de 2,5 quilômetros. Restarão 4,5 quilômetros, com custo estimado de R$ 7 milhões, para conclusão.

Ponte Preta (RSC-480)
• Extensão: 1 quilômetro
• Investimento: R$ 600 mil
• Em licitação na Celic. Já empenhado R$ 500 mil da Cide, totalizando R$ 1,1 milhão. Para conclusão dos 4 quilômetros, serão necessários mais R$ 5 milhões no orçamento de 2021.

Pirapó
• Extensão: BR–392 até o município
• Investimento: R$ 2 milhões
• Está sendo realizada a adequação do projeto para iniciar obra.


PAVIMENTAÇÃO:

ERS-403 (Cachoeira do Sul – Rio Pardo)
• Extensão: 25 quilômetros
• Investimento: R$ 2 milhões
• Trecho de Cachoeira do Sul a Rio Pardo tem contrato ativo e regular. Previsão de retomada imediata. Cronograma para concluir o trecho é de 90 dias. Serão executados 5 quilômetros, restando 20 quilômetros. No trecho oposto (Rio Pardo – Cachoeira do Sul), já há contrato em andamento com recurso da Cide de R$ 1,9 milhão (totalizando R$ 3,9 milhões). Custo estimado para concluir todo o trecho: R$ 30 milhões.

ERS-437 (Nova Roma – Antônio Prado)
• Extensão: 14 quilômetros
• Investimento: R$ 2 milhões
• Obra em andamento com recursos da Cide, no valor de R$ 2,5 milhões, totalizando R$ 4,5 milhões. Previsão de execução de mais 3 quilômetros, totalizando obras em 7 quilômetros e restando mais 7 quilômetros para concluir. Custo estimado para conclusão: R$ 8 milhões.

ERS-566 (Alegrete – Maçambará)
• Extensão: 93 quilômetros
• Investimento: R$ 5 milhões
• São 35 quilômetros (com contrato) e mais 58 quilômetros (sem contrato, está tramitando um processo com possibilidade de permuta pela obra de uma área da CEEE em Alegrete). Obra já em andamento com recursos da Cide, no valor de R$ 3 milhões. Com isso, totalizará R$ 8 milhões. Previsão de execução de 8,5 quilômetros, restando 21,5 quilômetros – com custo estimado de R$ 32 milhões para concluir o contrato.

ERS-324 (Iraí – Planalto)
• Extensão: 10 quilômetros
• Investimento: R$ 2 milhões
• Obra em andamento com recursos da Cide no valor de R$ 2,5 milhões (totalizando R$ 4,5 milhões). Previsão de execução de 3 quilômetros, restando 7 quilômetros para concluir, com custo estimado de R$ 10,5 milhões.

ERS-528 (Palmitinho – Pinheirinho do Vale)
Extensão: 17 quilômetros
Investimento: R$ 2 milhões
Obra em andamento com recursos da Cide no valor de R$ 3,7 milhões – totalizando R$ 5,7 milhões. Poderão ser executados 5 quilômetros, restando 12 quilômetros para concluir, com custo estimado de R$ 18 milhões.

ERS-348 (Faxinal do Soturno)
• Extensão: 4 quilômetros
• Investimento: R$ 3,5 milhões
• Previsão de execução: 2,5 quilômetros


RECUPERAÇÃO:

ERS-608 (Pinheiro Machado – Pedras Altas)
• Extensão: 36 quilômetros
• Investimento: R$ 4 milhões
• Será recuperado trecho da rodovia que está com base asfáltica do Km 0 ao Km 11.

ERS-149 (Formigueiro)
• Investimento: R$ 1 milhão
• Recuperação de segmento de calçamento

ERS-477 (Áurea)
• Extensão: 7 quilômetros
• Investimento: R$ 1 milhão


CONSERVAÇÃO:

ERS-241 e RSC-377 (entre Alegrete, Manoel Viana e São Francisco de Assis)
• Investimento: R$ 2 milhões

VRS-824 (Ibirubá – 15 de Novembro)
• Extensão: 12 quilômetros
• Investimento: R$ 150 mil

ERS-211 (Jacutinga)
• Extensão: 11 quilômetros
• Investimento: R$ 100 mil

RSC-287
• Investimento aproximado: R$ 500 mil
• Reparos localizados ao longo da rodovia

Palmares do Sul (RSC-101)
• Investimento: até R$ 1 milhão
• Fechamento de rotatória na RSC-101, no acesso a Palmares do Sul. Daer está elaborando a readequação do projeto. Será executado com contrato de conserva existente.

ERS-786 (Interpraias) e ERS-030
• Extensão: 41 quilômetros
• Investimento: R$ 2 milhões
• Obras em andamento. Conservação dos trechos de 41 quilômetros entre Tramandaí, Cidreira e Balneário Pinhal.

ERS-434 (David Canabarro – Ciríaco)
• Extensão: 19 quilômetros
• Investimento: R$ 2 milhões
• Conservação da rodovia numa extensão 19 quilômetros (todo o trecho).

ERS-155 (Santo Augusto)
• Extensão: 11 quilômetros
• Investimento: R$ 2,5 milhões
• Conservação do trecho de 11 quilômetros até a interseção com a BR-468


OBRAS EMERGENCIAIS DEVIDO ÀS CHUVAS RECENTES:

Investimento: R$ 10 milhões
• ERS-448 (Nova Roma): projeto pronto, em fase de orçamento para contratação emergencial.
• VRS-826 (Alto Feliz): em fase de projeto para contratação emergencial.
• ERS-129 (Colinas): em fase de orçamento para dar ordem de serviço.
• Conservação da Rota do Sol e da ERS-020: em fase de orçamento para dar ordem de serviço.

PROJETO EXECUTIVO:

ERS-442 (Machadinho-São José do Ouro)
• Extensão: 25 quilômetros
• Investimento: R$ 1 milhão

Charrua – Sananduva (ERS- 475)
• Extensão: 24 quilômetros
• Investimento: R$ 1 milhão
• Daer está trabalhando com o termo de referência. Processo de licenciamento na Fepam.

ESTUDO DE VIABILIDADE:

• ERS-010 (Porto Alegre, Cachoeirinha, Gravataí, Sapucaia, Esteio e Novo Hamburgo)
• Investimento: R$ 300 mil (pronto para dar ordem de início)
• Contratação do Estudo de Viabilidade Técnico, Econômico e Ambiental (EVTEA)

INCENTIVO:

ERS-734 (Rio Grande)
• A empresa Magna está readequando o projeto para retirar as ruas laterais. Com isso, estima-se redução de R$ 50 milhões para R$ 30 milhões no custo da obra no projeto atual de duplicação da rodovia.

RECURSOS AINDA EM DEFINIÇÃO DE OBRA: R$ 2 MILHÕES

CONVÊNIOS COM MUNICÍPIOS:
• Investimento: R$ 7 milhões
• Recurso será somado aos R$ 10 milhões já contemplados no orçamento do Daer em 2020, para concluir os convênios iniciados.

Fonte: Governo do Estado do RS

Semáforos das ruas São João e Venâncio Aires seguem em manutenção

(Foto: Arquivo/Prefeitura SLG)

Previsão de retorno do funcionamento é para semana que vem

Os semáforos das ruas São João e Venâncio Aires seguem em manutenção. A equipe responsável pelo equipamento vai realizar revisão na parte elétrica e, com isso, a previsão de retorno à normalidade foi estendida para a semana que vem.

Aos motoristas é recomendada atenção e prudência neste que é um dos principais cruzamentos da cidade e de trânsito sempre intenso.

Fonte: Rádio São Luiz

Chuva forte no início da manhã desta quarta-feira causa transtornos na região

Árvore caída sobre a pista em Caibaté. (Foto: Divulgação)

Interior de Caibaté foi um dos locais mais atingidos

A forte chuva que caiu por volta das 8h30min desta quarta-feira (16/09) causou transtornos em algumas localidades da região. Em São Luiz Gonzaga, na ERS 168, a cerca de 10 km em direção a Roque Gonzales, uma árvore caiu sobre a pista interrompendo um dos sentidos da via.

O Corpo de Bombeiros de São Luiz Gonzaga foi acionado e vai providenciar a remoção da árvore. É solicitada atenção dos motoristas.

Na região, um dos locais mais atingidos pelo temporal foi o interior do município de Caibaté. Levantamento preliminar indica danos em telhados de casas e galpões nas localidades de Vista Alegre, Linha Caaró e Rincão dos Santos.

Na área do município também foi registrada queda de árvores. Algumas sobre as estradas. A Cermissões realiza levantamento sobre possíveis danos na rede elétrica.

Vídeo: Temporal em Caibaté

Fonte: Rádio São Luiz

Acidente próximo ao trevo de Caibaté, na BR 285, deixa casal ferido

(Imagem: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Corpo de Bombeiros de São Luiz Gonzaga atuou no resgate

Um acidente de trânsito ocorrido por volta das 7h45min desta segunda-feira (14/9), perto do trevo de Caibaté, na BR 285, deixou um casal com ferimentos leves. Conforme o Corpo de Bombeiros, que atuou no resgate, o veículo onde estavam as vítimas transitava sentido Santo Ângelo – São Luiz Gonzaga, quando bateu na traseira de outro.

O casal teve escoriações e foi socorrido ao hospital de São Luiz Gonzaga. Ambos são naturais de Cruz Alta.

O modelo dos veículos envolvidos não foi divulgado. O trânsito flui normalmente.

Por Kelvin Morais

Fonte: Rádio São Luiz