Uncategorized

Show de luzes, musicalidade e tradição: shows de Dé & Thiago, e Grupo Rodeio animaram Expo São Luiz

A segunda noite da Expo São Luiz 2019, quinta-feira (03),  foi especial. Isso porque foi marcada por dois shows em uma única noite.  O público presente, que lotou a Arena de Shows pode acompanhar show com Dé & Thiago e logo depois com o Grupo Rodeio.

A primeira apresentação da noite foi com a dupla sertaneja Dé e Thiago, que tocaram sucessos do estilo musical. Thiago é personalidade conhecida em São Luiz Gonzaga por ter levado o nome do município há programas televisivos de expressão nacional. Com carisma e musicalidade a dupla animou o público, que junto cantou diversos sucessos do sertanejo universitário. Além disso, não poderia faltar sertanejo raiz. Além disso a dupla apresentou sucessos do pop/rock, pagode e reggae. Em um dos momentos, o público interagiu com um show de luzes, quando com lanternas ligadas levantaram os celulares para cima.

Já o segundo show evidenciou a cultura sul rio-grandense através da música do Grupo Rodeio. O grupo apresentou sucessos da sua carreia como Gritos de Liberdade, Iguaria Campeira, De Alma e Coração, Sorta Cavalo, entre outras. Momento que levou o público a manifestação e participação intensa foi quando Régis Marques, com a bandeira do Rio Grande do Sul, cantou o hino do estado.

Nesta sexta-feira (04), o show é com Rionegro e Solimões.

Texto: Róbson Gomes
Fotos: Róbson Gomes

Com chuva, tempo continua instável nesta sexta-feira

A semana deve terminar com tempo instável. Nesta sexta-feira (04), há previsão de pancadas de chuva para metade do norte gaúcho. A chuva pode ser acompanhada de trovoadas. De acordo com a Somar Meteorologia a temperatura não deve superar os 23ºC. De acordo com ouvintes Rádio São Luiz, em Bossoroca,  no Rincão dos Antunes, por exemplo, já choveu 170 mm, no total. Já em Pirapó, no Rincão dos Gonçalves, 40 mm. Nesta noite em São Luiz Gonzaga, 50 mm. A possibilidade de chuva para hoje é de 80%, sendo que a ocorrência deve ser mais intensa entre a tarde e à noite. A previsão é de que o sábado continue com tempo instável. Há indicação de chuva expressiva, sem que a temperatura supere os 20°C.

Por Róbson Gomes
Foto: Rádio São Luiz

Shopping 10 inaugura em São Luiz Gonzaga

Um novo conceito de loja inaugurou em São Luiz Gonzaga, nesta quinta-feira (03) – a Shopping 10. Com amplo espaço, a abertura contou com participação da comunidade, que fez fila em frente à loja.

Para marcar o início das atividades, houve diversa promoções. De acordo o integrante do departamento de marketing, Abnesér Oliveira, os 100 primeiros clientes que compraram três produtos, receberam de brinde o quarto. Além disso, ressalta a promoção diária de preço máximo no valor de R$ 12,00. A gerente, Carol Carvalho ressalta a diversidade que o cliente encontrará, com setores de vestuário masculino e femino, bem como, roupas infantis, adulto, acessórios diversos como linhas de maquiagem, bijuterias, lingerie, pet shop e outros.

O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira das 8h30min às 18h, sem fechar ao meio dia. No sábado, o atendimento é das 8h30min às 17h30min. A loja também permanecerá aberta ao meio dia. Entre as formas de pagamento, destaca-se a possibilidade de parcelamento já a partir da compra de seis produtos. A Shopping 10, que fica na rua General Salvador Pinheiro Machado, conta com 10 colaboradores, afim de melhor atender a clientela. Mais informações no WhatsApp da loja, no (55) 9 96518650.

 

Confira a programação do terceiro dia de Expo São Luiz

A sexta-feira (04), marca o terceiro dia da Expo São Luiz 2019. A chuva se fez intensa nesses dias, no entanto não impediu a movimentação de visitantes, que deve aumentar com o tempo abrindo parcialmente. A programação hoje continua durante todo o dia.

Confira:

11h30min – Brinquedos infláveis na Unidade Móvel Recrearte
11h às 16h – Caravana do Conhecimento no Palco Cultural
13h30min – Seminário de mulheres Produtoras Rurais no Auditório Central
13h30min às 18h – Off Road Solidário
14h – Show Infantil com Dorinha na unidade Móvel Recrearte
16h – palestra de Reeducação Alimentar “Obesidade infantil x  Ansiedade na adolescência”
16h – Concentração de machos para marcha crioula admissão de morfologia de equinos 18h às 18h – Brinquedos infláveis na unidade móvel Recrearte
20h30min – Circo Tholl – espetáculo no palco cultural
22h 30min – Fechamento dos pavilhões do Comércio
23h – show nacional com Rionegro e Solimões

A entrada é gratuita até às 17 horas. A partir deste horário na bilheteria a entrada pista será de R$ 40,00; já a vip R$60,00. Crianças até 6 anos não paga.

Texto: Róbson Gomes
Foto: Róbson Gomes

UTI em São Luiz Gonzaga: Integrantes da Comissão Pró-Hospital da Câmara destacam as ações realizadas pela implantação da unidade no HSLG

A Comissão Especial Pró-Hospital continua com as deliberações em busca da implementação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em São Luiz Gonzaga. Atualmente, o discurso do poder Legislativo, do Executivo e do corpo diretivo do Hospital de São Luiz Gonzaga (HSLG) é o de lutar e mobilizar forças na busca por recursos que viabilizem o pleito.

Segundo a presidente da comissão, a vereadora Ana Barros (PT), a mesma foi formada quando o Poder Legislativo se envolveu na defesa pela UTI, articulando entre projetos técnicos e projetos políticos. À comissão, formada por um representante de cada partido da casa legislativa, cabe o desafio de buscar recursos junto aos deputados estaduais e federais, assim como a senadores.

Um dos próximos passos que devem ser dados pelo grupo é busca de valores em Brasília, junto à bancada gaúcha. Para ela, existe um árduo trabalho a ser desenvolvido, mas que é necessário, uma vez que defende que o hospital local deve se tornar um polo regional de saúde. Ana afirma que atualmente o número de leitos de UTI na região é de 63, sendo que a demanda é por 108 vagas: “Isso demonstra a necessidade de termos essa unidade no município. Essa demanda não é apenas da comunidade são-luizense, mas sim regional, de todos os nove municípios que integram o consórcio com o hospital”, enfatiza. Ela externa ainda que hoje é necessário envolver o Ministério Público, em alguns casos, para conseguir garantir uma vaga ao paciente, que muitas vezes, corre risco de óbito devido à demora que há em conseguir o leito.

O relator da Comissão Pró-HSLG, vereador Aldimar Machado (MDB), ressalta as conquistas da comissão em relação a UTI. Aldimar defende que a primeira conquista é a mobilização em torno do assunto e a criação da comissão. Declara também, que por meio do comprometimento de alguns deputados já houve a conquista de aproximadamente R$ 3 milhões para aplicação na unidade. A respeito das dificuldades, o vereador elenca a morosidade do projeto de readequação do espaço físico do hospital. Para a realização das obras, já está à disposição um total de R$ 2,6 milhões; no entanto, sua liberação só ocorre com a conclusão do projeto de adequação. O vereador defende a implementação da UTI com uma necessidade urgente. “Diversos munícipios da região contam com leitos, e nós estamos no caminho, perdendo. Não podemos ficar para trás. Esse não é um pleito só nosso, mas sim de toda a região que é atendida pelo hospital”, enaltece.

Paulo Fraga (PP), vereador que também integra a comissão, explica que este projeto foi cadastrado em Brasília em 2017, no Ministério da Saúde, quando os recursos foram conquistados, representando na época, o maior montante para a saúde local. Atualmente é necessário a complementação de alguns documentos junto ao projeto para que o recurso possa ser utilizado. Ele argumenta que a administração municipal já entrou em contato com a empresa responsável pelo projeto, que foi contratada pelo hospital, solicitando a conclusão deste, ao passo que a empresa pediu mais 15 dias para realizar o termino. “Há uma demora notável. Faz mais de um ano que esse projeto está tramitando e nós necessitamos fazer a liberação e aplicação desses recursos”, disse. A respeito disso, o vereador Francisco Lourenço (PDT) declara que a conclusão do respectivo projeto deve ser feita no menor tempo possível, uma vez que a morosidade deste pode representar diversos prejuízos. “Precisamos liberar o recurso e dar início a essa adequação do espaço físico”, cita.

Um outro debate que existe é em torno da manutenção do corpo clínico e das demais atividades da UTI, se implementada. Aldimar explica que há uma petição com 38 assinaturas de médicos que manifestaram interesse de atuar junto a unidade de terapia intensiva no município. “Muitos são médicos que moram aqui mas que atuam na região ou na capital e que desejam trabalhar em São Luiz”, conclui. Sobre o custeio, reforça que após a instalação há um prazo que a manutenção fica a cargo da administração municipal e, após esse período, o governo federal assume os custos. “Não vejo isso como um problema real. É um desafio sim, mas não um problema. Há muitos recursos que podem vir e serem aplicados nesse custeio. Quanto mais representatividade e mobilização, mais recursos podemos conseguir”, pondera.

Francisco elenca que é uma demanda crescente e urgente a criação dessas vagas. “Não aceitamos perder mais vidas por falta de equipamentos. Temos ótimos médicos, mas a falta da UTI e de seus equipamentos representa um agravo e são indispensáveis para garantir o direito à vida”, fala. Ele atenta ainda que, além de atender a comunidade são-luizense e regional, os leitos são de responsabilidade estadual, o que faz com que outros pacientes, do estado todo, possam ser atendidos em São Luiz Gonzaga. “Pacientes que necessitam da UTI vão para qualquer município do Estado com vagas disponíveis.  Logo uma UTI em São Luiz Gonzaga representa mais vagas para a comunidade local, regional e estadual. Os deputados estaduais deve estar atentos a isso”, afirma.  Fraga conclui ao parafrasear o médico Luis Grings, que é o responsável pelo corpo do clínico do hospital, ao que enfatiza que além de suprir uma carência, a instalação de uma UTI no município representa ainda diversas outras especialidades que elevarão a o atendimento da saúde local.

Fonte: Róbson Gomes

Foto: Divulgação

AMM realizou Assembleia Ordinária na Famurs, em Porto Alegre

Com extensa pauta, recheada de assuntos de extremo interesse para o bom desenvolvimento das políticas públicas aplicadas nos municípios, os gestores missioneiros se reuniram em assembleia, na sede da FAMURS, na capital do estado. Além da presença de autoridades estaduais e federais, que debateram com os prefeitos e apresentaram inovações e respostas para os questionamentos que diariamente preocupam quem está a frente das administrações municipais. Também participaram do evento as Primeiras-damas missioneiras, que aproveitaram para dar andamento as ações do Projeto Missões Pela Vida, que está sendo desenvolvido em todos os municípios.

Inicialmente o Presidente da Associação, Prefeito de Santo Antônio das Missões Puranci Barcelos dos Santos, saudou todos os presentes, agradeceu o pronto atendimento ao convite para o evento e ressaltou que essa assembleia em Porto Alegre é uma oportunidade de estar mais perto das autoridades estaduais, facilitando a integração e somando esforços para superar as dificuldades que todos encontram em seus municípios. Segundo Puranci, há muitas pautas regionais e os prefeitos necessitam do apoio dos deputados e entes federativos, para que haja um trabalho com mais tranquilidade.

Verno Müller, Coordenador da FAMURS, falou em nome do Presidente da Federação, Prefeito Eduardo Freire. Parabenizou a AMM pelo trabalho que vem realizando na Região das Missões e destacou que a FAMURS é o símbolo da união dos gestores públicos na busca de soluções para uma mesma causa.

O Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Marco Peixoto, considera a AMM a associação mais organizada no Rio Grade do Sul, isso demonstrado em várias oportunidades ao longo dos anos, pois tem adotado uma linha de trabalho coletivo e integrado, que faz a diferença. Peixoto salientou que o TCE está a cada dia mais perto dos gestores, colocando a disposição uma equipe preparada para sanar qualquer dúvida dos prefeitos.

Ruy Irigaray, Secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo do RS, representou o Governador Eduardo Leite no evento e enfatizou a importância do desenvolvimento econômico e turismo nesta gestão e  anunciou que está sendo organizado um grande evento em Porto Alegre, no dia 30 de setembro, com a presença do Presidente da EMBRATUR Gilson Machado Neto, que terá por objetivo principal a qualificação dos gestores municipais de turismo e equipes de trabalho deste setor, pois é no município onde tudo acontece. Também informou os prefeitos missioneiros que nos dias 23 e 24 de setembro, haverá uma missão de todos os departamentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do RS, municipalização da secretaria, na Região das Missões, em seis municípios.

Os Deputados Estaduais Eduardo Loureiro e Capitão Macedo, presentes na assembleia, reforçaram o incondicional apoio aos projetos da Região das Missões.

A primeira palestra do dia 22, foi com a Coordenadora do programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar, Lisete Portela Link, que explanou sobre a legislação vigente que define o uso do transporte escolar e as atribuições dos municípios para o bom andamento desta política pública permanente do estado. A Professora Lisete, afirmou que para funcionar a educação tanto a nível estadual, quanto municipal é de suma importância um transporte escolar de qualidade, por isso é necessário a atenção dos prefeitos a este assunto.

O Deputado Federal Jerônimo Goërgen, falou sobre a MP 881/2019, que trata da liberdade econômica. Governo estima 3,7 milhões de empregos com nova MP nos próximos dez anos. Essa MP tem potencial de ampliar o PIB per capita em até 0,7% ao ano. Num prazo de 10 a 15 anos, as medidas devem elevar os indicadores brasileiros para o mesmo patamar de países como Chile, Espanha, Itália e Uruguai. Expectativa é de que o Brasil suba 100 posições no ranking de liberdade econômica da Heritage Fundation – hoje, o país ocupa a 150ª posição.

Também convidado pela diretoria da AMM, o Secretário Estadual dos Transportes Juvir Costella, destacou o trabalho que está sendo desenvolvido pelo Governo do Estado para qualificar e fortalecer o modal rodoviário da região missioneira. Apresentou um diagnóstico atual do setor, com rodovias em fase de conclusão, que precisam de poucos recursos para serem finalizadas e entregues à sociedade. Salientou que a diretriz de só começar novas obras depois de entregar as que estão pendentes. Sobre os acessos asfálticos, disse que é inadmissível que em pleno século XXI, há 67 municípios sem acesso asfáltico no RS. As estradas em níveis gerais estão deterioradas e com problemas de manutenção, reflexo da crise financeira, que a maior parte dos recursos para este fim tem origem no caixa do estado.  Fluxo de veículos superior à capacidade atual das rodovias, vias foram planejadas para uma capacidade de tráfego inferior e que está sendo trabalhado a reestruturação de estatais e vinculadas DAER e EGR.

O segundo dia de assembleia iniciou com o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, que marcou presença na Assembleia Geral da Associação dos Municípios das Missões (AMM). O líder municipalista participou de um painel onde abordou demandas prioritárias e recentes do municipalismo como a inclusão dos Municípios na Reforma da Previdência e a revisão do Pacto Federativo.

O presidente da CNM detalhou a tramitação do texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019 que foi aprovado na Câmara dos Deputados e os debates desta semana na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado. O pleito do movimento municipalista é pela inclusão dos Municípios no texto do relator da PEC, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). O líder municipalista lembrou que a proposta aprovada na Câmara dos Deputados proíbe os Municípios de migrarem do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) para o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). “Hoje nós temos 2.108 Municípios no RPPS e 3.460 no RGPS. Além de não incluir a gente na Reforma, a PEC aprovada pelos deputados retira a possibilidade de migrarmos de regime. Tem súmula no Supremo Tribunal Federal dizendo que o gestor tem autonomia para isso”, destacou o presidente da CNM. Ele ainda lembrou que a inclusão dos Municípios na Reforma da Previdência vai gerar economia aos cofres municipais de R$ 170 bilhões em dez anos. O prefeito de Cerro Largo (RS), Valter Spies, ressaltou o difícil cenário vivenciado na administração da sua cidade. “A situação econômica é caótica. Não tem dinheiro pra nada. Tirando esse déficit da previdência com a inclusão dos Municípios na Reforma podemos ter dinheiro para outros investimentos”.

A necessidade de um novo Pacto Federativo foi outra abordagem do presidente da CNM no encontro. Ele fez um histórico da transferência de responsabilidades ao longo dos anos. “A União e os Estados se afastaram da prestação dos serviços públicos à população e também transferiram essa responsabilidade para o gestor local. E não transferiram, na mesma proporção, os recursos necessários. Isso é que está fazendo com que a gente tenha uma dificuldade financeira enorme e prejudica a prestação de serviços de qualidade para a nossa população”, explicou.

Seguindo os trabalhos o Consultor Técnico da FAMURS, na área da Saúde Paulo Azeredo, falou sobre a Judicialização da Saúde. O aumento da judicialização tem preocupado os gestores municipais, que são RESPONSABILIZADOS de forma constante. Atualmente 89.240 mil ações judiciais atingem o estado e os municípios para disponibilização de medicamentos, tratamentos e leitos hospitalares.

A FAMURS participa do COMITÊ ESTADUAL DA SAÚDE – CNJ para QUALIFICAR/DIMINUIR a Judicialização através da Resolução
CNJ nº 238/2016. A formação de Comitês locais/regionais, tem o objetivo de ajustar e mediar o número ações, criando protocolos administrativos, apresentando e responsabilizando o que cabe a cada ente feder na tripartite.

A Secretária Estadual da Saúde, Arita Bergmann, palestrou no encontro com os gestores municipais da região. A secretária aproveitou a presença dos 26 prefeitos que integram a entidade regional para pedir mobilização política para obter recursos em Brasília. Arita destacou que o Governo do Estado tem priorizado a área da saúde, honrando os compromissos financeiros: “Estamos com regularidade no pagamento dos incentivos municipais. Temos orçamento para encerrar este exercício com os pagamentos de forma regular.” Nesta semana, foi paga a terceira parcela da dívida empenhada no valor total de R$ 162 milhões com os municípios, que será quitada em 16 vezes.

Arita destacou ainda que os hospitais estão com todos os incentivos estaduais em dia. “É importante que os prefeitos saibam disso.” Sobre o repasse aos hospitais, a secretária destacou que o Estado está fazendo um movimento em Brasília para recomposição do Teto Mac (recursos destinados a procedimentos de média e alta complexidade hospitalar), que hoje tem um déficit mensal de R$ 17 milhões (montante desembolsado pelo Estado mas que deveria ser oriundo de recursos federais). “Queremos buscar essa diferença”, ressaltou Arita, pedindo a mobilização dos prefeitos e deputados.

A Secretária Arita falou sobre as medidas que podem ser tomadas para amenizar os efeitos da judicialização. Defendeu transparência e agilidade nas informações ao Judiciário, incluindo a valorização do trabalho em parceria com a Defensoria Pública e os comitês municipais de saúde. “Nós, do Governo do Estado, queremos estar junto das administrações municipais, prestando informações precisas sobre leitos, medicamentos, exames e consultas, entre outros”, afirmou. A secretária colocou à disposição dos prefeitos o Departamento de Regulação Estadual para dar o apoio necessário. “Estamos junto com os municípios para minimizar as ações judiciais e os efeitos delas.”

Aproveitou a presença dos prefeitos para ressaltar a importância da vacinação. “A prevenção e a promoção de Saúde devem ter total atenção.” Arita destacou a volta do sarampo, fazendo com que o Brasil perdesse a certificação de país livre da doença. “Caso o Estado do RS não vacine, principalmente as crianças, vai enfrentar esse problema.” Nesta semana, o Ministério da Saúde ampliou o público-alvo da vacina, incluindo crianças de seis a 11 meses.

Encerrando a pauta da Assembleia da AMM, palestrou o Senhor Eudes Sipel, Consultor da FAMURS, que explanou sobre a reforma tributária alternativas de incremento de receitas no âmbito municipal.

Fonte: AMM

Expoagas 2019 inicia nesta terça-feira com expectativa de R$ 520 milhões em negócios

Consolidada como um evento para empresas de todos os tamanhos e dos mais diferentes setores da economia, a Expoagas 2019 – 38ª Convenção Gaúcha de Supermercados reunirá 48 mil pessoas ligadas à cadeia do abastecimento, entre os dias 20 e 22 de agosto, no Centro de Eventos Fiergs, em Porto Alegre, para oportunizar networking, relacionamento, negócios e qualificação aos participantes. Promovida pela Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), a feira deverá movimentar pelo menos R$ 520 milhões em negociações entre os 372 expositores e os visitantes – em sua maioria, representantes de empresas supermercadistas de todo o Brasil e de outros 11 países. Além da feira de negócios, que contará com fornecedores de produtos, equipamentos e serviços para o varejo e apresentará mais de 800 novidades ao mercado, a Expoagas 2019 possibilitará, em uma série de palestras, visitas, seminários e oficinas, qualificações para diferentes públicos. Cada vez mais multisetorial, a feira novamente tem gratuidade nas inscrições antecipadas a varejistas de supermercados e de outros setores do comércio, como hotéis, bares, restaurantes, farmácias e lojas de bazar e R$ 1,99. Neste ano, a cortesia estende-se também a produtores rurais pela primeira vez. A principal novidade desta edição é o reposicionamento dos espaços Premium eCircuito de Negócios, criados no ano passado e que integram novos expositores às oportunidades oferecidas pelo evento.

Por sua capilaridade e abrangência de setores, a Expoagas 2019 mais uma vez refletirá, em seus estandes, as tendências e hábitos de consumo que estão norteando o perfil de compra dos gaúchos nos supermercados. Um exemplo disto é o crescimento no número de expositores de alimentos com apelo saudável, como tapiocas, produtos orgânicos e barras de cereais.

Apostando nos conceitos de liberdade econômica defendidos pelo Governo Federal e fomentando negócios que possibilitarão crescimento para empresas do varejo, setor distribuidor e indústria, a Associação Gaúcha de Supermercados aproveitará a Expoagas 2019 para reforçar pleitos do segmento supermercadista gaúcho e brasileiro. A principal reivindicação a ser levantada é a possibilidade de supermercados comercializarem, em suas lojas, os medicamentos que não necessitam de prescrição médica. “Defendemos o direito das farmácias venderem alimentos, itens de bazar e de higiene, mas queremos o mesmo livre comércio para os supermercados. Afinal, os medicamentos sem prescrição já estão ao alcance dos clientes no autosserviço das farmácias, além de serem comercializados sem restrições por televendas e internet. Não há porque criarmos reservas de mercado em nome do corporativismo. Precisamos de um novo Brasil e de um cenário de liberdade econômica, com interferência mínima do Estado”, defende Longo.

Outras reivindicações do setor são a definição de regras para a manipulação de carnes e fiambres em supermercados e a simplificação tributária em todos os setores. “São questões técnicas nas quais estamos trabalhando para garantir, acima de tudo, segurança alimentar aos consumidores e proteção jurídica às empresas. Mas é preciso elogiar o trabalho dos corpos técnicos do Governo do Estado e a boa vontade para contribuir nestes temas”, salienta Longo.

Carro e notebooks vão fomentar negócios – Consagrada acima de tudo como uma feira de negócios, a Expoagas 2019 mais uma vez vai incentivar a conclusão de transações comerciais já durante os três dias do evento com o sorteio de seis notebooks e um automóvel zero quilômetro entre as empresas que efetuarem compras nos estandes da feira. A cada R$ 1.000,00 em compras junto aos expositores, os visitantes receberão um cupom para participação. “Embora a programação de palestras seja fundamental, estamos voltando o nosso foco para as atividades da exposição, incentivando os participantes a levarem lançamentos e condições especiais de pagamento aos estandes”, informa o gerente executivo da Agas, Francisco Schmidt. A partir de um levantamento prévio, a Agas estima que mais de 800 produtos, equipamentos, embalagens, sabores e versões de produtos serão apresentados durante o evento pelos 372 expositores.

Palestras de um lado, feira do outro – Buscando evidenciar e fortalecer os espaços criados no ano passado para oportunizar a novas empresas a participação na Expoagas – o Espaço Premium e o Circuito de Negócios –, a Agas dividiu neste ano, com maior clareza, as áreas de palestras e de feira. “Transferimos o ciclo de palestras todo para o lado do Teatro do Sesi, enquanto a feira de negócios ficará concentrada nos três andares do pavilhão do Centro de Eventos”, explica o presidente da entidade. Localizado no segundo andar, o Espaço Premium congregará empresas multinacionais e grandes players das indústrias de alimentação e de higiene. Lançados na edição de 2018, os estandes do Circuito de Negócios congregarão micro e pequenas empresas em um ambiente de negócios e novas parcerias. “Este é o espírito da Expoagas, oportunizar os mesmos fornecedores a companhias de todos os portes e de todos os segmentos”, conclui Longo.

As projeções para a Expoagas 2019:

 

  2017 2018 2019*
Expositores 347 372 372
Segmentos 108 108 109
Visitantes 48 mil 48 mil 48 mil
Negócios R$ 482 milhões R$ 509 milhões R$ 520 milhões
Caravanas 90 90 90

* Previsão

Glória Maria, Cláudia Raia e Alexandre Garcia na Convenção

Paralelamente à feira de negócios, a 38ª Convenção Gaúcha de Supermercados oportunizará entretenimento, reflexões e capacitação aos participantes da Expoagas 2019. Desenhado há um ano pelos organizadores, o ciclo de palestras trará ao debate temas em voga na gestão do varejo, como prevenção de perdas, gerenciamento de equipes e tecnologia, mas também assuntos atinentes ao desenvolvimento pessoal dos participantes e à conjuntura político-econômica brasileira.

Entre as palestras magnas, realizadas sempre pela manhã no Teatro do Sesi, os destaques deste ano serão a jornalista Glória Maria, com o tema É preciso reinventar-se; o consultor canadense Mike Ross, que abordará o comportamento dos consumidores no ponto de venda; o filósofo, professor e escritor Clóvis de Barros Filho, propondo reflexões de vida e carreira ao público; o jornalista Alexandre Garcia, abordando perspectivas para o Brasil; e o educador físico Márcio Atalla, conhecido pelo quadro “Medida Certa”, com dicas de saúde e bem-estar. Capitaneando as programações das tardes, no dia 21, às 15h, a atriz e bailarina Cláudia Raia contará detalhes de sua trajetória e motivará os participantes na programação feminina do Agas Mulher, com a palestra Nas raias do empreendedorismo. No terceiro dia (22), será a vez do Agas Jovem, departamento da Associação que reúne e qualifica mais de 150 jovens supermercadistas do setor, promover sua programação. A atração do evento será o CEO do iFood, Carlos Eduardo Moysés, com o tema Tendências e mudanças do mercado – Case iFood.

Homenagens ao modelo cooperativista e à liberdade econômica – Entregue anualmente pela Agas a um fornecedor do varejo que, com sua lisura, dedicação e relacionamento, tornou-se modelar para o segmento supermercadista do Rio Grande do Sul, a Medalha Don Charles Bird – que leva o nome do primeiro presidente da Associação – neste ano será entregue ao presidente da Cooperativa Santa Clara, Rogério Bruno Sauthier, um líder que atuou decisivamente na consolidação do modelo cooperativista e com isso contribuiu em diversas frentes para o crescimento da economia do Estado. “Queremos saudar o exemplo de Rogério Sauthier, um líder muito à frente do seu tempo que desenvolveu os pilares do associativismo para incentivar o crescimento dos cooperados”, sublinha Longo. A medalha será entregue ao homenageado na solenidade de abertura da Expoagas 2019, marcada para as 9 horas do dia 20 de agosto, no teatro do Sesi.

Também na abertura, o deputado federal Jerônimo Goergen, relator da MP 881, receberá o título de Supermercadista Honorário Agas, conferido pela entidade a personalidades que desenvolveram, em sua área de atuação, um trabalho notável para o crescimento do setor supermercadista. “Como grande líder da Medida Provisória da Liberdade Econômica, Goergen é o mentor de uma espécie de Código de Defesa do Empreendedor, que possibilitará a geração de empregos, a atração de investimentos e o destravamento da economia brasileira”, informa Longo.

Dia 20 de agosto

            9h – Solenidade de abertura – Teatro do Sesi

            10h30 – Palestra magna – Glória Maria | É preciso reinventar-se | Teatro do Sesi

            12h – Abertura da feira de negócios – Centro de Eventos

            13h30 – Visita-técnica – Grupo Dimed | Asun Supermercados

14h – Palestra – Fátima Merlin | O shopper do futuro | CAT

15h  Seminário Jurídico – Ricardo Neves Pereira | Administração Tributária Digital | Teatro do Sesi

16h – Oficina prática – Sinara Oliveira | Dez passos para o sucesso do relacionamento nas redes sociais | Escola móvel Agas

16h – Palestra – Vera Zaffari | O futuro da loja física: você está preparado? | CAT

20h – Jantar de boas-vindas | Associação Leopoldina Juvenil

           21h – Encerramento da feira de negócios


Dia 21 de agosto

9h – Palestra magna – Mike Ross| Como vieses cognitivos afetam as decisões dos consumidores | Teatro do Sesi

10h30 – Palestra magna – Clóvis de Barros Filho | Confiança: o motor das organizações | Teatro do Sesi

12h – Abertura da feira de negócios – Centro de Eventos

13h30 – Visita-técnica – Coca-Cola | Rede varejista

14h – Palestra – Angelita Garcia | A revolução tecnológica e comportamental dos líderes e gestores de RH | CAT

15h  Agas Mulher – Cláudia Raia | Nas raias do empreendedorismo | Teatro do Sesi

16h – Palestra – Gustavo Fauth – Prevenção de perdas na prática: o resultado de cases gaúchos | CAT

16h – Oficina prática – Karine Biz | Gestão ambiental e boas práticas | Escola móvel Agas

            21h – Encerramento das atividades do dia


Dia 22 de agosto

            9h – Palestra magna – Alexandre Garcia – O Brasil em 2020: cenários políticos e os impactos no consumo ­– Teatro do Sesi

            10h30 – Palestra magna – Márcio Atalla – Bem-estar pessoal e profissional ­| Teatro do Sesi

            12h  Abertura da feira de negócios – Centro de Eventos

14h – Palestra – Clara Faro (Nestlé) | Como a transformação na categoria de cafés potencializará as vendas | CAT

15h – Coletiva de imprensa – Balanço da Expoagas 2019 | Escola móvel Agas

15h – Agas Jovem – Carlos Eduardo Moysés (CEO iFood) | Tendências e mudanças no mercado – Case iFood | Teatro do Sesi

16h – Palestra – Felipe Patané (Google) | O caminho até a prateleira | CAT

20h – Sorteio de automóvel entre os compradores da feira

           21h – Encerramento do evento

 

Fonte: Comunicação Expoagas

Associação do Ministério Público do RS promove a 1ª Semana do MP na URI – São Luiz Gonzaga

A Associação do Ministério Público (AMP/RS), em parceria com o curso de Direito da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI) de São Luiz Gonzaga (RS), promove, nos dias 19 e 20 de agosto, às 19h15min, a primeira edição da Semana do Ministério Público de São Luiz Gonzaga. Com o apoio do Ministério Público do Estado e da Fundação Escola do Ministério Público (FMP), o objetivo do evento é discutir assuntos atuais e relevantes da área do Direito com os estudantes da região. O evento é gratuito e aberto ao público.

A programação contará com duas palestras: “A Proteção do Consumidor como direito e garantia fundamental”, ministrada pelo procurador de Justiça do Ministério Público gaúcho Cláudio Bonatto; e “O Ministério Público e o combate ao crime organizado e à lavagem de dinheiro”, apresentada pelo promotor de Justiça do MP/RS Luciano Vaccaro.

Na palestra de abertura, o procurador de Justiça Cláudio Bonatto falará sobre como a garantia dos direitos do consumidor é fundamental para o funcionamento da economia. “Sem ele não existe nada, não há economia pujante, não há agente econômico. Tratar mal um consumidor é um suicídio comercial. Quem não gosta do consumidor está fadado a quebrar”, conclui. O procurador falará, também, sobre como a Constituição Brasileira está à frente por ter em seus artigos a defesa do consumidor. “A ideia é mostrar para a comunidade acadêmica que o sistema de proteção do consumidor brasileiro tem que ser considerado o melhor do mundo e explicar este contexto”, destaca Bonatto.

Semana MP

Há 35 anos, a iniciativa permite que os estudantes de diversas instituições de ensino superior possam conhecer o trabalho do Ministério Público e o seu posicionamento com relação aos assuntos jurídicos, bem como saber mais sobre as carreiras possíveis dentro desta área de atuação.

Para o vice-presidente administrativo e financeiro da AMP/RS, João Ricardo Santos Tavares, o debate com as universidades é de suma importância para o fortalecimento do trabalho do Ministério Público, considerando que posiciona a Instituição frente aos futuros colegas da profissão.

“Este projeto funciona como uma plataforma de interação com o mundo acadêmico e mostra como pensa o MP e o peso do trabalho que realiza frente à sociedade”, pondera Tavares.

Serviço:

O que: 1ª edição Semana do Ministério Público de São Luiz Gonzaga

Quando: 19 e 20 de agosto de 2019 – Horário: 19h15min

Onde: URI São Luiz Gonzaga (Rua José Bonifácio, 3149, São Luiz Gonzaga/RS)

Informações: (55) 3352-8150

Fonte: Ministério Público

Expo São Luiz 2019 é lançada em Santo Antônio das Missões

A comunidade de Santo Antônio das Missões recebeu, na noite desta quinta-feira, 8 de agosto, um evento de lançamento oficial da Expo São Luiz 2019 no município, oportunidade em que uma comitiva são-luizense se fez presente na Associação Comercial e Industrial de Santo Antônio – ACISAM, sendo recepcionada pelo presidente da entidade, André Taborda, e pelo prefeito Puranci Barcelos, pela vice-prefeita Isalda Bocaccio, pelo presidente da Câmara Leandro Nunes, bem como pelos demais vereadores, secretários municipais, autoridades e comunidade em geral que esteve presente.

Na ocasião, o presidente da feira Luiz Oneide Nonemacher esteve acompanhado do vice-presidente Cilmar Dorneles, do prefeito Sidney Brondani, do presidente da Câmara, vereador Piti Werle, do presidente do Sindilojas, Nelson Faleiro, o chefe do escritório da EMATER, Paulo de Matos, e Iuri Martins, da diretoria da ACI, juntamente com as Soberanas da Expo São Luiz Fernanda Nicola e Mariana Mumbach. Luiz Oneide conclamou a cada um dos integrantes da comitiva a realizar um convite especial para a feira, que transcorre de 2 a 6 de outubro, no Parque de Exposições em São Luiz Gonzaga.

O prefeito Puranci Barcelos agradeceu a presença da comitiva da Expo, destacando os laços estreitos entre os dois municípios, confirmando que Santo Antônio das Missões, assim como representantes dos municípios integrantes da AMM (associação a qual preside atualmente), se farão presentes em outubro na maior feira da região missioneira.

Fonte: Emerson Scheis – Jornalista – Comunicação Expo São Luiz 2019

Receita da Semana: “Empanados ou à milanesa?”

Na Receita da Semana, o chef Valdecir Balbueno ensina a preparar bifes empanados e à milanesa. Confira!

EMPANADOS OU À MILANESA

Você gosta de alimentos empanados, ou melhor à milanesa?

Como não amar empanados, com aquela casquinha crocante e sequinha?

O bife à milanesa é um daqueles pratos que todos amam e é perfeito para o almoço de família. Por isso, vou te mostrar algumas dicas de como preparar o melhor bife à milanesa da sua vida!

Qual é a melhor carne para fazer à milanesa?
O bife à milanesa pode ser feito com contrafilé, coxão mole, patinho ou outra carne de sua preferência.

Bifes empanados prontos para serem fritos.

É hora de empanar!


Primeiramente, separe 3 refratários. Coloque farinha de trigo no primeiro, no segundo os ovos batidos e no último despeje a farinha de rosca. Agora, é só pegar o seu pedaço de carne, passar na farinha de trigo (cobrindo toda a peça), depois mergulhar no ovo e por fim, passar na farinha de rosca, pressionando bem. Você também pode repetir o segundo e terceiro passos
(ovos e farinha de rosca) se quiser uma camada mais grossa do seu empanado.

Bife à milanesa mais crocante


Quem é fã de bife à milanesa sabe que deixá-lo crocante e bem sequinho faz toda a diferença! Afinal, ninguém quer degustar um empanado murcho e sem gosto. Para garantir maior crocância ao bife, adicione 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio à farinha e empane o seu bife. Fica uma delícia!

Frite bem o seu bife à milanesa


Fritar é outra parte importante do processo. Para isso, escolha sempre fazer com óleo novo. Quanto à temperatura do óleo, ela não pode ser muito alta, pois não queremos queimar a farinha de rosca. Também não pode ser muito baixa, senão a carne pode acabar ficando seca e a crosta pode desgrudar dela.

DICA:

Transforme em um delicioso bife à parmegiana.
Agora que você tem um bife empanado crocante e delicioso, que tal transformá-lo em um bife à parmegiana? Para isso, cubra os filés com um pouco de molho de tomate, adicione algumas fatias de queijo sobre eles e um pouco mais de molho por cima.
Para finalizar, leve ao forno até derreter o queijo. Fica uma delícia!


 VALDECIR BALBUENO

Técnico & Consultor Gastronômico