Constante alvo de vândalos, ginásio no Itapevi está praticamente destruído

d1910487-640d-4927-bbe7-f6c41be8ece5
Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Ginásios – construídos em várias cidades do estado – custaram R$ 550 mil ao cofres públicos (por unidade). Poucos escaparam ilesos. (Fotos: Kelvin Morais/Rádio São Luiz)

Construído por meio do Programa de Prevenção à Violência (PPV) do governo Yeda Crusius, o ginásio localizado no Bairro Itapevi surgiu com a proposta de combater a violência. Hoje, quase oito anos após a inauguração, o local está em ruínas.

Na época, cada unidade de 1 mil metros – padrão em todo o estado – custou R$ 550 mil aos cofres públicos. Além de quadra poliesportiva e arquibancadas para assistência, o espaço possuía amplo palco, salas para diversas finalidades, sanitários e até vestiários.

No início, foi utilizado para promover oficinas de artesanato, atividades do programa Primeira Infância Melhor (PIM), Clube de Mães e até do grupo de hipertensos. Entretanto, com o passar do tempo, as atividades foram deixadas de lado. Foi preciso fazer reavaliação de uma parede que apresentava dano e, quando o poder público tentou retomar as atividades, os vândalos já haviam danificado toda a estrutura.

No início, foram arrancadas as telas das laterais e o assoalho do palco. Mais tarde, vasos sanitários, lavabos, goleiras, caixa d’água, portas e lâmpadas também entraram na lista.

Futuro do ginásio

Atualmente, há um projeto de reforma orçado em R$ 80 mil. Segundo Valmir Silveira, secretário de Saúde, a licitação havia sido feita no ano passado, mas a empresa vencedora acabou fechando as portas.

Agora, para que nova licitação seja feita o projeto precisa ser atualizado, uma vez que os danos aumentaram desde o último ano. Valmir explica que a ideia é retomar as atividades em parceria com a secretaria de Educação e Esporte e com a Ação Social. Quando pronta, objetivo é entregar a obra para responsáveis na comunidade.

Fonte: Rádio São Luiz

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin