Destaques Principais

Novas tecnologias “aquecem” mercado da soja


Régis Giovelli já negocia insumos para a próxima safra de soja. Foto: Genaro Caetano/Rádio São Luiz

Mesmo em meio ao frio de agosto, o mercado da soja segue aquecido pelo movimento constante em torno dos melhores preços aliados à produtividade. Entrevistado no programa Olho Vivo desta sexta-feira, 10/08, o empresário Regis Giovelli falou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido nesta época do ano.

Atuando no comércio de insumos, visando a próxima safra de soja, a Sementes Giovelli busca ofertar tecnologia para obtenção dos melhores resultados desde o início do processo – a semente é o começo e a planta tem que nascer com vigor, com qualidade, para depois ter o resultado – diz Régis.

Antecipação e tecnologia

Régis também comentou sobre as mudanças no trabalho no campo. A colheita da soja, que antes era feita em maio, depois final de abril, agora ocorre no início do mês de março, onde a temperatura é mais quente. Ele citou o Cool Seed, aparelho fabricado no Paraná que vem sendo utilizado pela Giovelli para resfriar os silos, auxiliando muito na preservação do vigor do produto. Investimentos que são necessários para uma empresa preocupada em se manter sempre modernizada e competitiva.

A Giovelli trabalha em parceria com a tecnologia das empresas Bayer, HO Genética, Intellicrops, TMG, Syngenta e Brasmax.

Fonte: Rádio São Luiz

Compartilhe: