Presidente da Câmara destaca a busca pela implantação da UTI em São Luiz Gonzaga

b06d94e3-ce95-4f93-9efd-c35ed8ad0c66 - Cópia
Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Em entrevista à Rádio São Luiz, o presidente da Câmara de Vereadores, Piti Werle (MDB), falou sobre a viagem realizada a Brasília nesta semana com o prefeito Sidney Brondani para tratar de diversos assuntos de São Luiz e região.

TURISMO – Conforme Piti, “a nossa pauta principal ocorreu no Ministério do Turismo para apresentação dos projetos de asfaltamento dos acessos aos sítios arqueológicos de São Lourenço e São João Batista, que necessitam da pavimentação para se desenvolverem. Como o Ministério do Turismo está com um foco mais regionalizado e existe um financiamento disponível, precisamos aproveitar o momento, uma vez que já estamos com projetos cadastrados. E, certamente, o projeto do Caminho das Missões certamente vai ganhar corpo, porque muita gente vai para outros países quando temos aqui esse tipo de turismo religioso; mas, para isso, é necessária a infraestrutura e outras questões”.

EXPO SÃO LUIZ – Piti discorreu também sobre questões relativas à Lei Rouanet, a qual conta com um critério mais técnico para a execução dos itens que estão na legislação. “O governo terá um filtro muito maior, mas acredito que para os projetos menores, como da Expo São Luiz, vamos sair ganhando, embora as restrições sejam maiores a partir de agora. Da mesma forma, o ministro Osmar Terra nos colocou à disposição os técnicos do Ministério para que a Expo realize corretamente a prestação de contas da Lei Rouanet.

UTI – Durante a agenda em Brasília, foram feitas visitas aos gabinetes de vários deputados e senadores para o pleito por recursos e apoio à instalação da UTI no Hospital São Luiz Gonzaga. “Tivemos vários deputados, alguns sem atuação na região, como o Giovani Feltes e o Alceu Moreira (ambos do MDB), que entenderam nossa demanda e vão participar do projeto. Porém, o ministro Terra nos colocou que temos de aproveitar o momento e apresentar esse projeto da UTI diretamente no Ministério da Saúde, onde temos o ex-secretário da Saúde do RS João Gabbardo, técnico da área e que conhece os problemas do nosso hospital. Por esse atalho, e pelo prestígio que o Terra, o Heinze e o Perondi têm, eu acredito que tenhamos no Ministério da Saúde um atalho para a concretização da UTI. Já as emendas, é lógico que são importantes e necessárias, mas as mesmas dependem de vários fatores e de componentes políticos, como o fato do contingenciamento que está ocorrendo agora. Por isso, o caminho do Ministério da Saúde é um grande atalho para a concretização do sonho da nossa UTI”, finalizou Piti.

Fonte: Emerson Scheis/Rádio São Luiz

Fotos: Rádio São Luiz e Divulgação/Arquivo Pessoal

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin