Com duas derrotas, Cerro fica com o vice-campeonato da Liga 3

DSC_4769
Torcida apoiou do início ao fim, mas não foi possível conquistar o título. (Foto: Assessoria Cerro Largo Futsal/Lojas Becker)
A mobilização foi enorme e a torcida fez a festa em um Roque Nedel lotado, mas, infelizmente, o título não veio. O Cerro Largo Futsal/Lojas Becker encerrou a temporada 2019 na Liga Gaúcha 3 no sábado, 26 de outubro, com jogo em casa contra o XV de Novembro de Vila Maria, válido pela segunda rodada da final da competição.
Vencedor do jogo de ida em Vila Maria por 4×2, o Cerro necessitava apenas do empate no tempo normal para ficar com o título. Porém, sofreu derrota por 4×3. Na prorrogação, onde o time da casa também tinha a vantagem do empate, nova derrota, por 1×0, deixou o título nas mãos do XV.

O jogo
O Cerro começou a partida com Danilo no gol, mais Nathan, Rômulo, Fabinho e Yago. O jogo era bastante estudado por ambas as equipes em quadra e o técnico Lückemeyer foi fazendo as primeiras substituições logo aos 5min. Com 6min, Bigode entrou e chutou com perigo após boa jogada pela ala direita.

O Cerro atacava bem, mas levou o primeiro gol em contra-ataque do XV, com cruzamento finalizado por Willian. Para empatar o jogo o time da casa aumentou a pressão e o goleiro Chico teve que trabalhar mais. Maikinho tentou e Chico espalmou. Maurício também chutou firme para mais uma defesa do goleiro do XV. Aos 12min, Danilo salvou o Cerro de levar o segundo em escapada e finalização de Pereto.

Aos 13min, mais um chute perigoso dos visitantes, desta vez de Schleder, e Danilo fez grande defesa. O jogo ganhava em emoção, até que Yago empatou. Avançando em direção à área, ele entrou e, mesmo marcado, teve muita raça para brigar pela bola e tocar para as redes. Restando 5min para o final do primeiro tempo, Vini recebeu cruzamento e perdeu dentro da área, chutando por cima.

Com 2min13seg, um erro de marcação ocasionou o segundo gol do XV. Chico achou Pereto totalmente livre, em condições de avançar ao gol. Danilo ainda tentou evitar, mas o jogador do XV estava muito próximo para perder a oportunidade, deixando os visitantes na frente do placar antes do intervalo.

O Cerro começou o segundo tempo pressionando, enquanto Chico fazia uma defesa atrás da outra, merecendo todo o destaque na partida. Com muita insistência, o Cerro conseguiu o empate novamente. Em cobrança de escanteio, Fabinho passou para Maurício, dentro da área, marcar o 2×2. Com boas chances de contra-ataque, os donos da casa estiveram perto de ampliar, mas não conseguiram, muito devido ao goleiro adversário.

Passada metade do segundo tempo, o XV chegou ao terceiro gol. Com muita frieza, Léo Graminho, recebeu na área. Com Danilo já deslocado pelo movimento do ataque dos visitantes, ele tocou por cima do goleiro do Cerro e deixou seu time em vantagem pela terceira vez na partida. Vendo o tempo se exaurir, o Cerro foi para o ataque com Nathan como goleiro linha.

Nos últimos minutos do jogo, as emoções chegaram aos mais altos níveis para os dois lados. Restando 2min07seg, Nathan chutou forte, a bola desviou na defesa do XV e entrou. A torcida explodiu em alegria, pois o empate em 3×3 significava o título. Em sua vez de colocar goleiro linha, o XV pressionou em busca do gol, e ele veio quando restavam 51seg, com Vini. Foi o gol da vitória do XV no tempo normal.

Prorrogação

Além de ter perdido no tempo normal, o Cerro Largo foi para a prorrogação tendo que se cuidar com o número de faltas, que já estava em quatro cometidas, enquanto os visitantes ainda estavam zerados. Mesmo assim, o primeiro tempo foi do time da casa, que acumulou algumas chances, mas não conseguiu marcar.

Como o empate era do Cerro, o XV de Novembro foi para o segundo tempo da prorrogação com goleiro linha. A marcação funcionou durante a maior parte do tempo, com Danilo salvando o time em ao menos duas oportunidades claras de gol, mas, restando 1min, Ângelo fez o gol do XV, em jogada de goleiro linha. Com dez segundos para o final do jogo, Pereto inda teve oportunidade de marcar o segundo em cobrança de tiro livre, mas chutou pra fora. Fim de jogo na prorrogação: 1×0 e título para o XV.

Premiação

Após o jogo, ocorreu a premiação do campeonato, com presença de equipe da Liga Gaúcha, inclusive o seu presidente, Nelsinho Bavier. Além do troféu de vice-campeão da Liga 3, o Cerro Largo Futsal também teve dois eleitos na Seleção da Liga: melhor fixo (Fabinho) e melhor ala direito (Bigode), além do prêmio de goleiro menos vazado (Danilo). Em votação na comunidade de Cerro Largo e região, promovida pelo Supermercados Jaeschke, Yago foi eleito o craque do Cerro Largo Futsal na temporada e recebeu o troféu na mesma ocasião.
Nos acompanhe:
Instagram: @cerrolargofutsal
Facebook: Cerro Largo Futsal

Fonte: Assessoria Cerro Largo Futsal/Lojas Becker  

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email