Fetag anuncia bloqueio da Ponte Internacional de Jaguarão em protesto contra importação do leite

Divulgação/Fetag-RS

A Fetag-RS, os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e a agricultura e pecuária familiar vão se mobilizar novamente. Conforme a categoria, há meses os governos estão sendo alertados sobre os problemas causados pela importação desenfreada de produtos vindos do Mercosul, em especial leite, alho, vinho, trigo e carne.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

A entidade destaca que foram incontáveis reuniões com ministros, secretários, lideranças políticas e até mesmo com o vice-presidente da república. Porém, pouco ou nada foi feito em relação à enxurrada de leite oriundo dos países do Mercosul. “Produtores de leite estão vendo os preços pagos pelo litro desabarem a cada dia. A cadeia leiteira está próxima de chegar ao fundo do poço”, destaca a Fetag.

Segundo a Federação, “não havendo mais o que dialogar, a Comissão Estadual do Leite da Fetag-RS decidiu por mobilizar a categoria novamente. No dia 27 de setembro, produtores fecharão a ponte internacional de Jaguarão.

O objetivo é pressionar os governos no sentido de revisar as regras do Mercosul, implantação de políticas de subsídios governamentais para os produtores (a exemplo do que já ocorre na Argentina), fazer da Conab como reguladora do mercado interno tornando-a centralizadora das importações e prorrogação de dívidas dos produtores de leite.

Para o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, “a mobilização é a única saída encontrada, já que não podemos mais ficar marcando reuniões que não apresentam resultados práticos. Infelizmente, produtores terão que deixar suas propriedades novamente para fechar a fronteira como forma de pressão”.

Fonte: Fetag-RS