Enchentes paralisam serviços e atendimentos no Rio Grande do Sul

Foto: Governo do Estado do RS

As fortes chuvas e enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul deixaram um rastro de destruição e afetaram diversos serviços público. Tanto o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) quanto a Defensoria Pública do Estado (DPE/RS) enfrentam dificuldades operacionais em decorrência do grave cenário.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O TRE-RS teve seu Datacenter desligado devido à falta de energia elétrica, ocasionando a indisponibilidade do sistema em todo o estado. Como resultado, o atendimento presencial nos Cartórios Eleitorais está suspenso até pelo menos quarta-feira, dia 8 de maio. Em atenção ao momento excepcional, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prorrogou por 15 dias o prazo do cadastramento eleitoral, que encerraria na quarta-feira. Eleitores que já possuem biometria coletada podem efetuar transferência ou revisão diretamente pelo autoatendimento do eleitor no site do TSE.

Já a Defensoria Pública do Estado (DPE/RS), por meio da Comissão de Enfrentamento aos Eventos Climáticos Extremos, informa que os atendimentos presenciais estão suspensos em razão do grave cenário que atinge o Rio Grande do Sul. A instituição está atendendo apenas casos de urgência das 12h às 19h pelo telefone 129. Os assistidos também podem acessar o site www.defensoria.rs.def.br para verificar os telefones das unidades do interior do Estado, mas muitas delas estão impossibilitadas de realizar atendimentos devido aos danos causados pelas chuvas.

Fonte: Rádio São Luiz com informações do Cartório Eleitoral e da Defensoria Pública