Coopatrigo projeta cultivo de 30 mil hectares de canola e 148 mil hectares de trigo para o inverno

Foto: Coopatrigo

Na quinta-feira, 16, a Coopatrigo realizou um encontro sobre culturas de inverno, destacando a canola e o trigo. O presidente da Coopatrigo, Paulo Pires, abriu o evento enfatizando a importância de encontros como este, especialmente em momentos de resiliência para os associados e a cooperativa. Ele destacou que, após uma safra de soja com resultados mistos — alta produtividade e qualidade antes das chuvas e problemas decorrentes das chuvas excessivas —, o foco agora se volta para as culturas de inverno.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O Coordenador Técnico da Coopatrigo, Bento Büttenbender, explicou que o encontro trouxe uma combinação de informações para ajudar os associados a planejar com segurança os plantios de canola e trigo. Na primeira apresentação, o produtor rural Mauro Costa Beber, de Condor, RS, compartilhou dados climáticos para o inverno e a primavera, baseados tanto em institutos meteorológicos quanto em registros de sua propriedade. Ele destacou que a tendência de La Niña nessas estações traz boas perspectivas de produtividade, especialmente para o trigo.

Geomar Corassa e Tiago Hörbe, da Rede Técnica Cooperativa, forneceram informações técnicas sobre o cultivo de canola e trigo, abordando os principais manejos de plantio, controle de plantas invasoras, pragas e doenças. O objetivo é que os associados possam planejar e conduzir suas lavouras de maneira eficaz.

A área técnica da Coopatrigo estima que serão cultivados 30 mil hectares de canola e 148 mil hectares de trigo em toda a área de ação da cooperativa.

Fonte: Rádio São Luiz com informações da Coopatrigo