Militares do 4º RCB reforçam ações de reconstrução em áreas atingidas pelas enchentes no Vale do Taquari

Fotos: 4º RCB

O Comandante do 4º Regimento de Cavalaria Blindado, Coronel Diego Morais Duarte, falou nesta terça-feira, 4, sobre a atuação dos militares do Regimento nas áreas mais afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul. No sábado, 1º, um esquadrão foi deslocado para o Vale do Taquari para apoiar no processo de reconstrução da região.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Este grupamento se juntou a um efetivo já presente na área, totalizando agora aproximadamente 120 militares da Unidade. A operação visa reforçar o trabalho do 7º Batalhão de Infantaria Blindado, concentrando-se nos municípios de Encantado, Arroio do Meio, Roca Sales e Muçum, com os três últimos sendo os mais afetados, segundo o Comandante.

Descrevendo o cenário encontrado, o Coronel Diego destacou a vasta destruição, com muitos escombros e lama nos prédios e estradas que resistiram à força da enxurrada. O trabalho dos militares é diversificado, incluindo a desobstrução de ruas, transporte de donativos e reposição de água potável com o caminhão-cisterna do Regimento, que já estava atuando no local desde o início da tragédia.

“É um cenário que choca. Nunca tinha vivenciado algo assim. São escombros onde havia casas. Muita coisa já foi feita, mas ainda há muito por fazer”, comentou Diego.

Com o tempo, à medida que as pessoas retornam às suas rotinas, o voluntariado tem diminuído, o que é natural, mas exige uma contrapartida ainda maior da tropa, que assume novas atividades e compromissos. Não há prazo para o término da missão.

“Tenho orgulho de comandar nosso Regimento, pois temos uma tropa de grande valor. Nosso soldado, quando convocado, não titubeou. Eles entenderam a missão e a importância do trabalho que estão realizando”, concluiu o Comandante.

Fonte: Rádio São Luiz