Economia

“Leilões virtuais” ganham espaço no comércio são-luizense, destaca presidente da ACI

(Imagem: Divulgação)

Alternativa tem tido boa repercussão entre comerciantes e consumidores

Para se adaptar ao cenário de restrições impostas pela pandemia do coronavírus, o comércio tem se reinventando. A adoção dessas alternativas foram um dos pontos destacados pela presidente da Associação Comercial e Industrial de São Luiz Gonzaga, Roberta Flores, que fez a constatação ontem (03/8), durante avaliação de seus primeiros dias à frente da entidade.

A presidente ressaltou que se trata de um momento de muito desafio, mas que está sendo possível encontrar alternativas. A própria associação está realizando lives para dar suporte ao comércio. “Pedimos sugestões de assuntos que sejam pertinentes para abordarmos nas transmissões. Nosso objetivo é o desenvolvimento da nossa comunidade”, destacou.

Essa adaptação ao meio virtual foi um dos pontos evidenciados por Roberta. Como exemplo, a gestora citou os bem-sucedidos “leilões virtuais”. A prática consiste em transmissões – geralmente pelo Instagram – que permitem a visualização dos produtos e os “lances” pelos comentários. Várias lojas, especialmente do ramo do vestuário, estão colocando o modelo em prática e com bons resultados.

Ontem, quando ainda não havia definição da bandeira desta semana, Roberta frisou que a maior restrição seria prejudicial, especialmente por esta ser a semana de início de mês e com a comemoração do Dia dos Pais, data que movimenta o comércio. A presidente, na ocasião, disse que independentemente da bandeira o comércio deve seguir cuidando e respeito as medidas sanitárias para que a cidade possa passar este período da forma mais amena possível.

Fonte: Rádio São Luiz

Sicredi prorroga até domingo o prazo de inscrição para as empresas na promoção “Eu Coopero com a Economia Local”

(Imagem: Divulgação)

Valor total de prêmios chega a soma de R$ 1.307.000,00

Para reforçar a importância dos empreendedores e do cooperativismo como motores da economia brasileira, o Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 4,5 milhões de associados e atuação em 22 estados e no Distrito Federal – levanta a bandeira da cooperação em um movimento para engajar as pessoas em prol da economia de sua região, com a campanha “Eu Coopero com a Economia Local”.

Inspirada pelo movimento, a Cooperativa Sicredi União RS definiu por lançar uma Promoção para estimular associados e não associados a realizar suas compras onde residem, afim de cooperar com o desenvolvimento da economia local, visto o cenário de impacto da pandemia de COVID-19.

Como vai funcionar?

Associados e não associados, pessoas físicas ou jurídicas que residem na área de atuação da Cooperativa e que comprarem nas empresas participantes da promoção poderão concorrer a prêmios.

A cada nota fiscal, a partir de R$ 50,00 em compras o consumidor recebe um número da sorte. Para a geração do número da sorte é necessário o consumidor cadastrar a nota no site da Promoção.

A quantidade de números da sorte, diária, é limitado a 10, por participante.

Quais são os prêmios?

2134 vale compras no valor de R$ 500,00 distribuídos pelos municípios da área de atuação da Sicredi União RS.

12 vale compras no valor de R$ 10 mil, sorteados entre todos os consumidores participantes.

12 poupanças no valor de R$ 10 mil, sorteados entre todos os consumidores participantes.

No total será R$ 1.307.000,00 em premiação.

As empresas parceiras do comércio local não terão nenhum custo, toda a ação será promovida pela Sicredi União RS. A empresa que deseja ser participante da Promoção deve se inscrever até domingo, 2 de agosto. Podem se inscrever todas as empresas que estão formalmente constituídas e emitem nota fiscal eletrônica ou documento fiscal de venda de mercadorias ou prestação de serviço legalmente válidos, que estão localizadas nos 39 municípios da área de atuação da Sicredi União RS (consulte os municípios aqui) e que sejam associadas ou vinculadas a uma das seguintes entidades: Sicredi União RS, Sindilojas, ACI ou CDL.

Mais informações no site: www.sicrediuniaors.com.br

Fonte: Sicredi União – RS

Confira as vagas de emprego disponíveis na agência Fgtas/Sine

(Foto: arquivo/divulgação)

Atendimento ao público ocorre de segunda a quinta-feira

A Agência FGTAS/Sine de São Luiz Gonzaga informa aos interessados as vagas de emprego disponíveis:

Médico Veterinário – contratação imediata;

Cuidador de idoso – Masculino;

Soldador – com experiência;

Trabalhador Rural – com experiência em serviço agropecuário para Campina das Missões;

Auxiliar de atendimento – Período: Tarde e noite; com Ensino Médio Completo;

Trabalhador Rural – com prática em serviço agropecuário;

Mecânico de máquinas pesadas – com experiência;

Torneiro mecânico – com prática;

Costureira – com prática.

Os interessados devem ir até a agência, na Rua Bento Soeiro de Souza, nº 2443, portando Carteira de Trabalho (CTPS), currículo, RG e CPF. O atendimento ao público ocorre de segunda a quinta-feira, das 8 horas até às 14 horas, sem fechar ao meio-dia. Mais informações pelo telefone (55) 3352-1153.

AVISOS

– Devido a COVID-19, o atendimento para encaminhamento de Seguro Desemprego ocorre de segunda a quinta-feira, das 8 horas até às 13h30min somente por agendamento por meio do (55) 3352-1153.

Fonte: Agência Fgtas/Sine

INSS continua fechado para atendimento presencial até 10 de julho

(Foto: arquivo/divulgação)

Apesar de medidas emergenciais e atendimento a distância, há situações que dependem de atendimento nas agências

O INSS vai manter as agências fechadas até, pelo menos, o dia 10 de julho. A medida é para prevenir o aumento nos contágios pelo novo coronavírus. Existem duas situações que têm gerado reclamações entre os segurados:

1) Auxilio-doença

  • Durante a pandemia, a Previdência não está realizando perícias médicas, pois os postos estão fechados.
  • Para diminuir os prejuízos aos segurados, o INSS adianta R$ 1.045 para quem solicita o auxílio-doença
  • Pessoas que têm direito a valores acima de R$ 1.045 estão impossibilitadas de receber o benefício integral
  • A medida, planejada para durar pouco tempo, vem se alongando, pois o país não consegue controlar o contágio
  • O INSS informa que fará o complemento quando as agências forem reabertas e as perícias possibilitadas

O que fazer

  • A Justiça é, por enquanto, a única saída para quem precisa receber o valor total do auxílio
  • A medida legal para tentar romper a espera é a ação judicial com pedido de antecipação de tutela
  • A antecipação de tutela ocorre quando o juiz adianta os efeitos de uma decisão para evitar um prejuízo maior
  • No caso de um auxílio-doença, o juiz pode decidir provisoriamente que o INSS deve começar a pagar o benefício

Como pedir

  • Se o valor da ação é inferior a 60 salários mínimos (R$ 62.700), o pedido pode ser feito ao Juizado Especial Federal e não é necessário ter advogado
  • Mas é aconselhável contar com a ajuda de um advogado especializado em Previdência, pois isso evita erros que podem prejudicar o segurado

2) Prova de vida

  • A exigência de prova de vida para manter o benefício está suspensa
  • O INSS acaba de renovar essa suspensão por, ao menos, mais 60 dias
  • Existem segurados que não fizeram a prova de vida antes da suspensão dessa exigência
  • O INSS seguiu a regra, que é cancelar os pagamentos e aguardar o segurado reclamar
  • Enquanto o benefício está apenas suspenso, é possível fazer a reativação no banco
  • Mas quando há o cancelamento da renda, pode ser necessário procurar o INSS
  • Inconsistências cadastrais também podem exigir o atendimento presencial no INSS

O que fazer

  • O primeiro passo é tentar fazer a reativação diretamente no banco onde o benefício é pago
  • Se a renovação da senha no banco não for possível, ligue para o 135 para pedir orientações
  • No Meu INSS (aplicativo ou site meu.inss.gov.br) é possível solicitar a opção “Prova de Vida”
  • A mensagem avisa que o atendimento é presencial, mas permite digitalizar documentos
  • Guarde o protocolo da solicitação, pois pode ser importante para um pedido judicial

Justiça

  • Na Justiça, é possível solicitar um mandado de segurança para obrigar o INSS a realizar a prova de vida
  • Esse pedido só pode ser feito com a ajuda de um advogado. Dê preferência a um profissional especialista em Previdência

Vale a pena ir à Justiça?

  • Até mesmo ações urgentes podem levar cerca de 60 dias para terem uma decisão provisória na Justiça
  • Ainda assim, pode ser uma solução mais rápida do que esperar o INSS voltar a atender e colocar os pedidos em dia

Fonte: Instituto de Estudos Previdenciários (Ieprev)

Procon orienta sobre o cancelamento de eventos particulares em meio a pandemia

(Foto: divulgação)

Diante do atual cenário muitas relações de consumo sofreram alterações, dentre elas, os serviços contratados que estavam previstos e foram interrompidos, inviabilizando a sua realização.

A situação é complexa e não existem soluções simples, o diálogo é a primeira opção. É preciso encontrar a harmonia, negociar soluções viáveis e razoáveis a ambos, para que os prejuízos sejam os menores possíveis a todos os envolvidos, em observância as peculiaridades do caso concreto.

A busca da solução amigável é fundamental, mas deve ser feita caso a caso, com muita cautela, necessário, para tanto, o sentimento mútuo de cooperação, em consonância com o princípio da boa-fé.

Neste contexto, o fornecedor deve propor alternativas ao consumidor, como por exemplo, prorrogar o evento para uma data futura, sem a incidência de taxa de remarcação.

Entretanto, para os casos em que não seja possível a readequação, o consumidor pode requerer a rescisão do contrato, com restituição parcial ou total dos serviços devidos. Nestas situações, o Procon orienta que o consumidor seja flexível a receber o valor, para que a empresa seja capaz de atender as pretensões de todos, proporcionando a recuperação econômica.

Importante ressaltar que os contratos de prestações de serviços, de forma geral, preveem cláusulas de multa em caso de cancelamento, entretanto, por ser uma situação atípica, não será cabível.

Após o acordo, é necessário formalizar o que ficou ajustado para evitar cobranças abusivas.

Caso ocorra dificuldade em conciliar, procure o PROCON de seu Município para análise individual. Em São Luiz Gonzaga, a comunidade pode realizar denúncias e tirar dúvidas por meio do e-mail [email protected], pelo www.facebook.com/proconslg ou ainda pelo WhatsApp, no número 3352-3199

Se no seu Município não houver Procon contato o PROCON /RS através do site www.procon.rs.gov.br, pelo link: https://www.procon.rs.gov.br/atendimento-ao-consumidor.

Fonte: Procon/RS

Primeira parcela do programa de apoio financeiro aos municípios foi depositada ontem

(Imagem: divulgação)

São Luiz Gonzaga receberá um total de R$ 4.360.107,44

A primeira de quatro parcelas do Projeto de Lei Complementar (PLP) 39/2020, que prevê um desafogo às perdas que os municípios estão tendo na arrecadação por causa da pandemia de coronavírus, foi depositada ontem (9). Ao todo, o Rio Grande do Sul receberá R$ 1,5 bilhão para dividir. São Luiz Gonzaga, somando os recursos do repasse livre e do fundo para saúde e assistência social, foi contemplada com R$ 4.360.107,44.

Segundo Sidney Brondani, a ajuda federal é muito bem-vinda e vai ajudar a cobrir receitas não arrecadas com ICMS e ISS. “Ajuda a tapar um buraco. Precisamos elogiar bastante o presidente e os deputados, pois se não fosse isso muitos municípios não conseguiriam nem pagar a folha”, comenta.

O auxílio segue até setembro, por isso a relativa tranquilidade não deve durar muito tempo. O próprio gestor expões esse entendimento e se mostra preocupado com o que ocorrerá na sequência. “Não teremos neste ano a arrecadação que tínhamos previsto no início de 2020. Temos que nos adequar”, conclui Brondani.

Clique aqui e confira o valor por municípios.

Fonte: Rádio São Luiz

Agência Caixa de São Luiz Gonzaga abre neste sábado para pagamento do Auxílio Emergencial

(Foto: divulgação)

Data marca o início do calendário para pagamento em espécie aos beneficiários nascidos em janeiro

A CAIXA vai abrir, neste sábado (30), de 8h às 12h, 128 agências no Rio Grande do Sul para atendimento aos beneficiários do Auxílio Emergencial que receberam a primeira parcela até 30 de abril, nascidos em janeiro e que queiram fazer o saque em espécie do benefício. A partir desta data, também será  possível a transferência do benefício para contas da CAIXA ou de outros bancos. Em todo o país serão 2.213 unidades abertas.

Na região, além de São Luiz Gonzaga, abrirão as seguintes agências:

– Agência Cerro Largo

– Agência Ijuí (Rua XV de Novembro, 312)

– Agência Santo Ângelo

Continua à disposição do beneficiário a possibilidade de movimentação do recurso pela Poupança Social Digital. Desde o dia 20 de maio, já foram creditadas 31 milhões de contas para pagamento da segunda parcela, totalizando R$ 20,3 bilhões.

Outros calendários:

Nesta sexta-feira (29), terminam os escalonamentos definidos para pagamento da segunda parcela aos beneficiários do Auxílio Emergencial que integram o Bolsa Família, contemplando 9,5 milhões de beneficiários, e para o pagamento da primeira parcela aos 8,3 milhões de pessoas que ainda não tinham recebido o recurso, totalizando R$ 5,3 bilhões. Mesmo após o encerramento desses calendários, os valores do auxílio continuarão disponíveis para recebimento.

Horário de chegada às agências:

A CAIXA reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, de 8h às 12h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 12h, o atendimento continua até o último cliente.

O banco fechou parceria com 1.190 prefeituras em todo o país para reforçar a organização das filas e manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas. A triagem nas filas foi reforçada, de forma que aqueles que não estão na data respectiva de pagamento em espécie não permaneçam no local.

 Cartão de débito virtual CAIXA

O beneficiário não precisa sacar o auxílio para transacionar o dinheiro. O aplicativo CAIXA Tem possibilita que o cidadão faça transferências bancárias e ainda pague contas, como água, luz e telefone, por exemplo.

Além disso, o app disponibiliza gratuitamente o cartão de débito virtual CAIXA. Com ele, é possível fazer compras pela internet, aplicativos e sites de qualquer um dos estabelecimentos credenciados. O cartão também é aceito em maquininhas autorizadas com a funcionalidade do cartão virtual de débito.

Para utilizá-lo, o beneficiário precisa gerá-lo. Para isso, o primeiro passo é atualizar o CAIXA Tem. Depois, entre no aplicativo e acesse o ícone Cartão de Débito Virtual. Ele é o último da tela inicial. Feito isso, o usuário deverá digitar a senha do CAIXA Tem. Em seguida, irá aparecer os seguintes dados: nome do cidadão, número e validade do cartão, além do código de segurança. Ao lado do código, é preciso clicar em “gerar”. Pronto. O cartão está disponível.

O código de segurança vale para uma compra ou por alguns minutos. Para realizar uma nova compra é preciso gerar um novo código. Até a última segunda-feira (25), foram movimentados R$ 719,2 milhões pelo cartão de débito virtual CAIXA.

Vale ressaltar que a prestação de informações sobre cadastro e pagamento do Auxílio Emergencial está disponível apenas por meio do aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial, do site auxilio.caixa.gov.br e da central telefônica exclusiva 111.

Fonte: Assessoria de Imprensa da CAIXA – Regional Norte Gaúcho

Folha de pagamento dos servidores municipais será depositada na quinta-feira

(Foto: divulgação)

Pagamento dos aposentados e pensionistas também será realizado no dia 28

A Prefeitura de São Luiz Gonzaga, por meio da Secretaria da Fazenda, informa aos servidores municipais que a folha de pagamento correspondente ao mês de maio será depositada na quinta-feira (28). O pagamento da folha dos servidores inativos e pensionistas (FAPS) também ocorrerá no dia 28.

O contracheque estará disponível para consulta e impressão por meio do Portal do Servidor, no site da Prefeitura (www.saoluizgonzaga.rs.gov.br). Para acessar o comprovante, é necessário inserir o CPF e a senha pessoal nos itens correspondentes.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga

Alvarás de funcionamento de estabelecimentos são-luizenses vencem no dia 31 de maio

(Foto: arquivo/divulgação)

Pagamento pode ser realizado sem a incidência de juros até segunda-feira, 1º de junho

A Prefeitura de São Luiz Gonzaga, por meio do Setor de Fiscalização, lembra aos proprietários que o alvará de funcionamento dos estabelecimentos vence no dia 31 de maio, domingo. O pagamento sem a incidência de juros poderá ser realizado até segunda-feira, 1º de junho, junto ao Caixa da prefeitura.

As guias de pagamento podem ser emitidas no Setor de Fiscalização, localizado no andar térreo da Prefeitura de São Luiz Gonzaga (na Rua Venâncio Aires, nº 2438) ou pelo site da prefeitura. Para emissão, basta acessar o Portal do Cidadão, por meio do link http://portaldocidadao.saoluizgonzaga.rs.gov.br:8002/login. Após, escolha a opção “Emissão de Guias de Pagamento” e preencha as informações correspondentes para gerar a guia. O documento corresponde aos valores das taxas de fiscalização e vistoria.

Mais informações podem ser obtidas com o setor, por meio do número (55) 3352-9300. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h30min até às 13h30min, sem fechar ao meio-dia.

 Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga

INSS paga segunda parcela do 13º a partir desta segunda-feira

(Foto: divulgação)

Serão beneficiados 30,8 milhões de aposentados e pensionistas

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa, nesta segunda-feira (25), a pagar o 13º de aposentados e pensionistas. O depósito da segunda parte desse abono anual será realizado no período de 25 de maio a 5 de junho, conforme a tabela de pagamento de 2020. A antecipação do 13º é uma das medidas anunciadas pelo governo federal para o enfrentamento da pandemia da covid-19.

Para aqueles que recebem um salário mínimo, o depósito da antecipação será feito entre os dias 25 de maio e 5 de junho, de acordo com o número final do benefício, sem levar em conta o dígito verificador. Segurados com renda mensal acima do piso nacional terão seus pagamentos creditados entre os dias 1º e 5 de junho.

Segundo o Ministério da Economia, em todo o país, 35,8 milhões de pessoas receberão seus benefícios de maio. O INSS injetará na economia um total de R$ 71,5 bilhões. Desse total de pagamento referente a maio, 30,8 milhões de beneficiários receberão a segunda parcela do 13º, o equivalente a R$ 23,8 bilhões.

Por lei, tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão. Na hipótese de cessação programada do benefício, prevista antes de 31 de dezembro de 2020, será pago o valor proporcional do abono anual ao beneficiário. Nesta parcela, vale lembrar, é feito o desconto do Imposto de Renda (IR).

Aqueles que recebem benefícios assistenciais – Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/LOAS) e Renda Mensal Vitalícia (RMV) – não têm direito ao abono anual.

Como saber qual é o dia do pagamento

Para saber o dia do pagamento, é preciso verificar o número do benefício. Cada benefício pago pelo INSS é composto por uma numeração única e segue um padrão de 10 dígitos no seguinte formato: Número do Benefício (NB): 999.999.999-9

O número a ser observado é o penúltimo algarismo. Além dessa informação, também é necessário observar se o benefício é de um salário mínimo ou mais.

Fonte: Agência Brasil