Polícia Ambiental prende homem que, segundo denúncia, vendia carne de caça de animais em extinção

Material apreendido durante ação da Ambiental nesta terça-feira. (Foto: divulgação/PA)

A Polícia Ambiental cumpriu na manhã desta terça-feira (19), mandado de busca em casa de São Luiz Gonzaga que, supostamente, era utilizada como ponto de comércio de carne de animais em extinção. Conforme o Tenente Monteiro, Comandante do Pelotão, após a denúncia, foi solicitado ao Ministério Público para que se pudesse vistoriar o imóvel.

Com a autorização, os policiais entraram na casa e encontraram no freezer carnes de paca e tatu, considerados animais na lista de extinção. No local, também foram encontradas armas e munições, as quais foram apreendidas.

O Comandante do Pelotão informou que o dono da residência foi apresentado na delegacia de polícia e lhe foi arbitrada fiança no valor de 15 salários mínimos. Ele ainda destaca que para quem compra carne de caça ilegal também são previstas sanções penais.

Fonte: Polícia Ambiental de São Luiz Gonzaga

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email