Em meio a obras com recursos próprios e de financiamento, Chefe do Executivo ressalta a capacidade de investimento retomada pela prefeitura

Em entrevista ao programa Olho Vivo desta quarta-feira, o prefeito Sidney Brondani falou sobre a atual situação da Administração Municipal em meio a obras e investimentos realizados.

Conforme o Chefe do Executivo, “eu me apavorava com a falta de recursos para investimento. Nossa prioridade sempre foi pagar em dia o funcionalismo e não deixar faltar dinheiro para a manutenção dos serviços básicos. Quando víamos que não se tinha condições de investir, passamos a cortar despesas para conseguirmos capacidade de investimento. Hoje, a nossa maior preocupação é quanto ao passivo previdenciário: de janeiro de 2017 até o mês de agosto deste ano já pagamos R$ 18 milhões em dívidas. O prefeito Junaro veio pagando certinho na gestão dele e agora continuamos pagando essa pendência acumulada de muitos anos. Até o final do mandato, serão R$ 30 milhões que teremos depositado, e imagina o quanto poderíamos investir em melhorias na cidade com esse valor”, avaliou Sidney.

Com o equilíbrio das receitas, Sidney também citou a capacidade de captação de financiamentos da prefeitura, que hoje utiliza apenas 25% dessa capacidade: “Poderíamos ter financiado até R$ 40 milhões, mas decidimos usar o crédito de forma responsável sem comprometer as finanças do município futuramente. Além disso, além dos R$ 10 milhões do financiamento com a Caixa para as obras de pavimentação, conseguimos juntar R$ 4,5 milhões em recursos próprios para obras de asfaltamento, calçamento e recuperação de calçamento, bem como aquisição de máquinas e outras melhorias. A nossa meta é trabalhar, uma vez que não estamos preocupados com a eleição”, avaliou.

Sidney também citou que a situação do município também favoreceu a instalação de diversas empresas que passaram a incrementar consideravelmente o ICMS de São Luiz Gonzaga: “Temos o Frigorífico Estrela abatendo mais de 1200 animais por dia e exportando para diversos países, o qual é renda direta (através do retorno em ICMS) e indireta (através do salário dos funcionários que é gasto no comércio local); tem a Indústria de Tripas, a pavimentadora, a Steffen Bebidas, a Camera, e diversas empresas do agronegócio como a Redemaq, Alvorada, Valtra, Case, dentre outras. São muitas empresas e fontes de impostos que proporcionaram um aumento considerável no ICMS, o que é revertido diretamente para melhorias no município”, destacou.

Fonte: Rádio São Luiz

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email