Região

Oncologia do Vida & Saúde está recebendo doações de cabelo para confecção de perucas

Quimioterapia é um dos tratamentos em que ocorre a queda de cabelo. (Divulgação)

Enfrentar um tratamento oncológico não é tarefa fácil. Sessões de quimioterapia ou radioterapia trazem efeitos que vão além da cura. Para as mulheres, especialmente, um efeito causado pela medicação causa apreensão: a queda de cabelo. Para tornar este momento mais ameno, o setor de Oncologia do Hospital Vida & Saúde, de Santa em parceria com entidades parceiras, está organizando a confecção de perucas.

Pensando em trazer conforto e bem-estar, a Instituição está recebendo doações de cabelo, que serão encaminhados para uma instituição parceira e disponibilizados em forma de peruca para as pacientes. “Sabemos que entre as mulheres, a queda do cabelo pode mobilizar sentimentos e emoções que afetam a feminilidade e autoestima, muitas vezes prejudicando a a aderência e enfrentamento do tratamento. A intenção é oferecer a assistência hospitalar completa aos pacientes que realizam tratamento aqui no Vida & Saúde, por isso estamos buscando mais uma forma de auxiliar neste sentido”, explica a psicóloga Camilla Strake Viana.

As doações de cabelo podem ser entregues na Oncologia do Vida & Saúde, de segunda a quinta-feira, das 7h30 às 18h. Mais informações pelo telefone 3512-5050, ramal 299.

Por Jéssica Ribeiro – Assessora de Comunicação do Hospital Vida & Saúde

Vida & Saúde recebe medicamentos entregues pelo Exército

(Divulgação)

O Hospital Vida & Saúde recebeu uma importante contribuição do Exército Brasileiro, nesta quinta-feira (18). Militares do 3º Grupamento Logístico trouxeram até a Instituição 16 caixas de Besilato de Atracúrio e 18 caixas de Sulfato de Morfina – medicamentos utilizados para relaxamento muscular e analgésico para dor intensa, respectivamente.

Com dificuldade na aquisição de medicamentos utilizados durante o processo de intubação – como relaxantes e anestésicos – a Direção do Hospital Vida & Saúde reconheceu a importância da Força-Tarefa e agradeceu a iniciativa.

“A nossa Instituição agradece pelo apoio do Exército neste momento de pandemia. É com grande satisfação que recebemos estes medicamentos, com certeza, eles agregarão muito no tratamento dos pacientes neste momento de tanta dificuldade”, relatou o diretor de Infraestrutura, Rodrigo Calixto, agradecendo aos militares durante a entrega.

Para a Diretora-geral, Vanderli de Barros, a parceria e o apoio do Governo Estadual, através da Secretaria de Saúde, e do Governo Federal via Ministério da Saúde têm sido o diferencial durante os períodos mais severos da pandemia. “São em gestos de apoio como este que renovamos nossa energia para continuar trabalhando para salvar vidas”, destacou.

Por Jéssica Ribeiro – Assessora de Comunicação

Da lavanderia aos custos com medicamentos: como a pandemia impactou no Hospital Vida & Saúde

(Divulgação)

A covid-19 impactou diversos setores do Hospital Vida & Saúde. Com o acréscimo da nova estrutura da Unidade Dom Bosco e o atendimento de mais pacientes, alguns setores contaram com um aumento significativo de produção. Na Lavanderia, por exemplo, somente no mês de dezembro foram 68.360 kg de roupas lavadas – média que se manteve nos primeiros meses de 2021.

Antes da pandemia, o setor possuía uma média de 40 toneladas de roupas lavadas por mês. Em março do ano passado, quando teve início o atendimento na Unidade Covid, este índice começou a aumentar mensalmente, ultrapassando as 60 toneladas em agosto e mantendo-se em alta até agora.

Mais do que produção, o aumento gerou mais custos à instituição e demandou mais da equipe de funcionários. “Observamos um aumento muito significativo. Foi preciso remanejar as equipes, para melhor organizar o fluxo de trabalho, mantendo o atendimento em sua totalidade”, explica o diretor de infraestrutura, Rodrigo Calixto. Para atender o aumento da demanda ao longo da pandemia, o hospital adquiriu uma nova lavadora extratora e uma secadora, viabilizadas com recurso do Ministério Público Federal.

Outra mudança sentida pela instituição diz respeito ao aumento de gastos com medicamentos, materiais e equipamentos de proteção individual (EPIs).  Despesas com medicamentos utilizados durante intubações e anestésicos tiveram aumento de consumo, sobretudo a partir de janeiro.

“Nossa preocupação é não deixar ninguém desassistido, e para isso, mais do que investir em nossos profissionais, temos a preocupação constante em manter os insumos. Desde que a pandemia iniciou convivemos com constantes aumentos nos custos e dificuldade na compra de alguns materiais”, comenta a diretora-geral, Vanderli de Barros.

Diante deste cenário, o Hospital Vida & Saúde está solicitando a doação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para a comunidade. Luvas, álcool em gel ou líquido, aventais descartáveis e máscaras são as maiores necessidades neste momento. As doações podem ser entregues na recepção do hospital ou ser feitas via depósito bancário nas contas do Programa Voluntariado do Hospital.

Por Jéssica Ribeiro –  Assessora de Comunicação do Hospital Vida & Saúde

Polícia procura identificar pessoas que organizaram festa clandestina em São Paulo das Missões e busca arma de fogo que aparece em vídeo que circula na internet

(Divulgação/PC)

Na manhã desta quinta-feira, 11, agentes da Polícia Civil e da Brigada Militar de São Paulo das Missões realizaram buscas em cinco residências localizadas no município. A operação policial busca identificar os participantes de uma festa clandestina realizada em dezembro do ano passado, durante período de quarentena, bem como busca uma arma de fogo que teria sido manuseada durante a festa.

De acordo com as investigações em andamento na DP de São Paulo das Missões, em dezembro passado diversos jovens organizaram uma festa clandestina, ocasião em que fizeram vídeos onde aparecem manuseando e efetuando disparos com uma arma de fogo. Tais pessoas estão sendo investigadas pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e disparo de arma de fogo.

Durante as buscas realizadas, foi encontrada munição. A arma ainda não foi localizada.

A Polícia Civil já identificou a maioria dos participantes, que também estão sendo investigados por crime de infração de medida sanitária preventiva. Referidos suspeitos serão chamados a prestar declarações na DP de São Paulo das Missões nos próximos dias.

As buscas contaram com o apoio de agentes da DRACO de São Luiz Gonzaga, das DPs de Campina das Missões e Cândido Godoi e BM de Campina das Missões.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Mulher de 45 anos morre em acidente na BR 285 na véspera de completar aniversário

(Divulgação/PRF)

Por volta das 12h de domingo, 7, no km 421 da BR 285, em Panambi, a Polícia Rodoviária Federal atendeu um grave acidente com um automóvel. A condutora morreu no local. Ela foi identificada como Silvana França Meinem, taxista de 45 anos.

Agentes da PRF foram acionados para o atendimento de um acidente na BR 285. No local verificaram uma colisão com árvores após a saída de pista de um HB20 registrado como táxi em Panambi.

A motorista, 45 anos, que faria aniversário hoje, faleceu no local.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Rodoviária Federal

Executivo de Garruchos recebe visita de representante da Secretaria Estadual de Agricultura

Na manhã de quarta-feira, 27, o prefeito Roland Schatz, juntamente com seu vice Carlos Cardinal receberam o  Coordenador Regional da Secretaria da Agricultura do Estado do RS, Jair Monteiro da Rosa, e a vereadora Veronica Fabricio.

Na oportunidade foram tratados questões referente a EMATER/RS, bem como, convênio com a Inspetoria Veterinária e a sua prorrogação da cedência dos maquinários trazidos com apoio do ex-vereador Carlos Gilberto em parceria com a Secretaria da Agricultura do Estado do RS, o qual, teve também, empenho do Deputado Federal Covatti Filho.

Durante o encontro foi ressaltando a importância da permanência destes equipamentos para a manutenção das estradas e apoio aos produtores do nosso município. O Prefeito Roland Schatz acredita ser importante essa parceria e também o apoio de todos os partidos para buscar o desenvolvimento constante de Garruchos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Porto Mauá: Cancelada 90ª Festa Nossa Senhora dos Navegantes

(Divulgação)

Devido à pandemia do coronavírus foi cancelada a 90ª Festa de Nossa Senhora dos Navegantes, de Porto Mauá, realizada anualmente no dia 02 de fevereiro. Conforme a organização haverá apenas o tríduo nos pavilhões, sem cadeiras, nos dias 29, 30 e 31, às 19h30min; procissão (carreata com carros) levando a imagem, às 9h30min; missa, sem cadeiras, às 10 horas e retirada de churrasco e saladas a partir das 11 horas, sem bancos ou cadeiras.

A festa religiosa é uma das maiores e tradicionais da região, atraindo anualmente entre 7 mil a 15 mil pessoas. A primeira edição da festa havia sido realizada em 1931, sendo que apenas em 1941 não havia sido realizada, devido à troca de local do evento.

A origem da festa se deu devido ao naufrágio de uma balsa composta de 1.700 toras de madeira unidas uma na outra, que vinha sendo tripulada por 12 pessoas, pelo rio Uruguai, em junho de 1929, de Nonoai – RS a Uruguaiana – RS, tendo como sobreviventes João Tomasi (Caturro) e Pedro Garcia, que na iminência de serem tragados pelo rio fizeram a promessa de doar uma imagem de Nossa Senhora dos Navegantes se fossem salvos. A imagem da promessa foi adquirida em Buenos Aires, na Argentina, do tamanho de uma pessoa adulta, toda esculpida em madeira, importada da Espanha, trazida em 1930 por Jorge Lennart até Porto Mauá.

Desde 1931 até 2014, milhares de pessoas participaram anualmente das procissões fluviais, tanto nas balsas de madeira (antigas), como nas de metais (atuais), sendo que nunca ocorreu nenhuma morte, mas a partir de 2015, por medida de segurança da Marinha, somente foi permitido o ingresso nas balsas o número de pessoas de acordo com a quantia de coletes salva-vidas, reduzindo para pouco mais de uma centena de participantes em cada balsa, consequentemente, reduzindo gradativamente o número de pessoas que vêm participar da procissão fluvial.

Por Vilson Winkler – Assessoria de Imprensa

Prefeituras de Garruchos e Santo Antônio das Missões assinam termo de cooperação com o Estado para manutenção da ERS 176

(Divulgação)

Reunião foi organizada pelo deputado estadual Eduardo Loureiro. São 62 km de estrada  

O deputado estadual Eduardo Loureiro falou hoje, 15, sobre reunião por teleconferência entre o prefeito de Garruchos, representante de Santo Antônio das Missões, vereadores, representante dos produtores e o Secretário de Logística e Transportes do RS, Juvir Costella, ocorrida ontem pela manhã para tratar da ERS 176.

Com o objetivo de tentar diminuir os efeitos da situação crítica da estrada, principalmente após dias chuvosos, foi assinado um termo de cooperação entre as prefeituras com o Estado. Loureiro destacou que o local precisa de manutenção permanente e que o resultado dessa parceria e da soma dos esforços oportunizará, em breve, pelo menos a melhora nos trechos mais críticos.

Loureiro citou que está acompanhando a situação em outras rodovias como o acesso a Pirapó e a ERS 165, mas ressaltou que a situação financeira do Estado ainda é de muitas dificuldades.

Fonte: Rádio São Luiz

PRF prende traficante procurado pela justiça em Santiago

(Divulgação)

Ele viajava em um ônibus de turismo

Na noite deste domingo (03), na BR 287, em Santiago, a Polícia Rodoviária Federal prendeu um homem que estava sendo procurado pela justiça para cumprir pena por tráfico de drogas.

Durante uma ação de combate à criminalidade em conjunto com a Brigada Militar, agentes da PRF abordaram um ônibus que deslocava para Caxias do Sul. Ao realizarem a consulta dos passageiros nos sistemas, constataram que um deles era procurado pela justiça gaúcha pelo crime de tráfico de drogas. Havia um mandado determinando sua prisão para cumprimento de pena.

O homem, de 32 anos, natural de São Borja, foi preso e apresentado na Polícia Civil em Santiago para posteriormente ser encaminhado ao presídio local.

Fonte: Assessoria de Comunicação da PRF

Hospital Vida & Saúde investe em tecnologia e estrutura Centro de Inteligência

Conselho de Administração e Direção durante visita ao novo local (Divulgação)

Em busca da melhoria contínua, o Hospital Vida & Saúde também investe em tecnologia. Pensando nisso, um Centro de Inteligência foi montado na Instituição, reunindo os indicadores de desempenho de cada setor do Hospital, atualizados em tempo real.

É neste local – que conta com uma ilha de seis computadores conectados em rede, projetor multimídia e tela de exibição de alta qualidade- que é possível verificar a resolutividade e produção dos setores do Hospital e promover, a partir destes dados, ações que refletirão em um atendimento mais eficiente aos pacientes e com mais assertividade. “A ideia foi montar um espaço com tecnologia de ponta, estruturado para receber gestores e pequenos grupos que possam ter uma visão ampla dos dados, facilitando a tomada de decisões para uma assistência hospitalar mais eficiente”, explica o diretor de Infraestrutura, Rodrigo Calixto.

Interligado ao Sistema de Gestão Hospitalar – Tasy e ao Sistema utilizado no setor de Recursos Humanos – Senior, foi adquirido o software de BI Weknow. O Weknow é voltado a Inteligência de Negócios e gera indicadores em tempo real, que ficam disponíveis para avaliação dos gestores a qualquer momento. Através de painéis gráficos de fácil interpretação, é possível visualizar dados como taxa de ocupação, número de atendimentos, produção dos colaboradores, entre outros.

Além deste espaço dedicado à Inteligência, o software permite facilidades como acesso aos dados em dispositivos móveis, via tablet e smartphones, recebimento de alertas por e-mail, SMS ou aplicativo de mensagens, informando sobre as metas dos indicadores. “Buscamos uma ferramenta completa, já utilizada em outras instituições hospitalares, e que de fato, irá oferecer agilidade e qualidade na análise das informações registradas no Tasy, sistema que está integrado com todas as áreas da Instituição, explica o supervisor do setor de Tecnologia da Informação, Marcelo de Paula.

Em fase final de estruturação, o novo software deverá ser implementado em sua totalidade ainda no início do próximo ano, quando deve ser concluído a parametrização dos dados. “Nossa missão é oferecer uma assistência hospitalar modelo, visando a qualidade e a segurança dos pacientes, e é neste sentido que pensamos nos investimentos e ações dentro da Instituição. Este novo espaço é mais um importante passo que trará eficiência e refletirá em nossos resultados e no nosso atendimento”, destaca a diretora-geral do HVS, Vanderli de Barros.

Nos últimos dias, o Conselho de Administração do Hospital conheceu as novas dependências e teve uma demonstração das funcionalidades do software e das possibilidades ofertadas pela tecnologia.

Por Jéssica Ribeiro – Assessora de Comunicação do Hospital Vida & Saúde