Saúde

Região das Missões permanecerá na Bandeira Laranja por mais uma semana

(Foto: Divulgação)

Anúncio foi feito no fim da tarde desta segunda-feira (3/8) pelo governador do estado

O governador Eduardo Leite anunciou, no fim da tarde desta segunda-feira (3/8), o mapa definitivo do Modelo de Distanciamento Controlado. Após a análise de recurso, a Região das Missões teve o pedido considerado e poderá manter as restrições da Bandeira Laranja.

Segundo o governador, a região está com um patamar baixo de casos ativos de coronavírus em relação aos casos recuperados. Ele acrescentou que o número de óbitos é baixo e sem grande evolução e que as hospitalizações estão em um nível bastante baixo se comparado a outras regiões. Eduardo Leite ainda pontuou que a região tem um número de leitos livres bastante expressivo.

Ainda não há informação se o Executivo Municipal vai emitir um novo decreto ou apenas revalidar o anterior, com as normas da Bandeira Laranja.

Fonte: Rádio São Luiz

Câmara de Vereadores de São Luiz Gonzaga esteve reunida para deliberar sobre o HSLG

(Foto: Arquivo/Alex Gomes)

Emenda de um milhão de reais foi anunciada durante o encontro

Na tarde desta quinta-feira (30) foi transmitido via canal da câmara de vereadores no Youtube uma reunião solicitada pela presidência da câmara de vereadores com representantes do Hospital de São Luiz Gonzaga, tendo o objetivo de deliberar sobre os investimentos realizados no hospital conforme o recebimento de emendas parlamentares ao longo deste ano em que vivenciamos uma pandemia.

A reunião foi coordenada pela Presidente da Câmara de Vereadores, Ana Clara Brum de Barros, e contou com a presença dos vereadores Paulo Cesar Trindade Garcia, Jose Antonio Flach Werle e Adão Schmitz da Silva. Bem como, representaram o hospital, a Interventora Iria Diedrich, Gerente Administrativa Rosa Costa, Diretor de Planejamento Tiago Dal Santo, Assessor Jurídico Itamar Maciel e Diretor Clínico Luis Grings. A Secretária de Saúde, Clari Ramborger participou do momento. Também, estiveram os vereadores da região Paulo Cesar (Sapo) Pedrozo de Santo Antônio das Missões, Roni Bolter de Dezesseis de Novembro, Jauri Cunha de São Nicolau e Eloi Batista de Bossoroca. Estiveram também, Sidinei Cardoso –Assessor do Deputado Federal Paulo Pimenta e Jarcedi Terra – Coordenador Regional do Partido dos Trabalhadores e Representante do Deputado Valdeci Oliveira.

A Interventora Iria durante sua manifestação destacou o trabalho da comunidade no apoio a nossa casa de saúde. Iria destacou a trajetória econômica do hospital desde 2007. Relatou as dificuldades enfrentadas ao longo deste tempo na busca de uma recuperação financeira, muitas negociações na busca de sanar as dívidas existentes. E relatou a busca de um equilíbrio que oportunizassem o recebimento de emendas parlamentares, fato que ocorre há pouco tempo. A gestora apresentou relatório financeiro de despesas, entradas e emendas, bem como, os investimentos realizados e a aplicação dos valores.

O médico Luis Grings afirmou que é importante o agradecimento a todos que estão empenhados nessa luta em prol do nosso hospital. São forças políticas, comunidade, muitas mãos que estão com o mesmo objetivo de fortalecer essa entidade de saúde.

A vereadora Ana Clara Brum de Barros destacou a importância da mobilização coletiva e de se pensar em prol da saúde pública de qualidade, sem interesses partidários ou políticos. A busca por qualidade de vida desta comunidade e também região.

Ao final da reunião foi anunciada uma emenda parlamentar de um milhão para o hospital de São Luiz Gonzaga para implementação da UTI e serviço de hemodiálise, a qual, foi destinada pelo Deputado Federal Paulo Pimenta e será recebida no próximo ano.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores SLG

Mapa preliminar coloca Região das Missões mais uma vez na bandeira vermelha

(Imagem: Divulgação)

Governo aplicou ajustes na linha de corte em sete indicadores do modelo e passou a considerar o saldo de casos “importados”

Conforme divulgação do governo do estado no início da noite desta sexta-feira (31/7), a Região de Santo Ângelo apresentou melhora em dois indicadores que abrangem dados específicos da região. Porém, a Macrorregião Missioneira apresentou piora em três indicadores, sendo um de Capacidade de Atendimento. Com isto, a média da região se manteve dentro dos parâmetros que determinam a bandeira final na cor vermelha.

Prefeituras e associações regionais têm 36 horas – que se encerram às 7h de domingo (2/8) – para apresentar recurso por meio do formulário virtual. Os pedidos de reconsideração serão avaliados pelas equipes técnicas do governo. A decisão será tomada pelo Gabinete de Crise na segunda-feira (3/8) e, à tarde, o mapa definitivo, vigente a partir de terça (4/8), será divulgado.

Podem adotar protocolos da bandeira laranja, por não terem registrado óbitos ou internações nos últimos 14 dias, os municípios de Bossoroca, Caibaté, Cerro Largo*, Entre-Ijuís, Eugênio de Castro, Garruchos, Guarani das Missões, Mato Queimado, Pirapó, Porto Xavier, Rolador, São Miguel das Missões, São Nicolau, São Pedro do Butiá, Sete de Setembro, Ubiretama e Vitória das Missões. *Cerro Largo, apesar de aparecer na lista, aparece no boletim da coordenadoria regional com um óbito desde terça-feira, dia 28/7.

Fonte: Governo do Estado do RS

São Luiz Gonzaga chega a 90 casos de COVID-19

(Foto: Divulgação)

Município registra 21 casos ativos, cinco óbitos e 64 pacientes recuperados 

Na tarde de sexta-feira (31), por meio de testes rápidos, mais dois casos de COVID-19 foram registrados em São Luiz Gonzaga.

Os pacientes são uma mulher (de 60 anos) e um homem (de 39 anos). A paciente realizou o teste rápido após apresentar sintomas da doença. Ela foi encaminhada ao Hospital São Luiz Gonzaga (HSLG) para atendimento. Já o paciente de 39 anos apresentou sintomas leves de síndrome gripal e está em isolamento domiciliar. Ele e os contatos diretos recebem o acompanhamento da Secretaria de Saúde.

Na noite de quinta-feira (30) e na manhã de sexta-feira, a Secretaria de Saúde foi informada pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS), do resultado positivo para COVID-19 de quatro amostras encaminhadas para análise. Os pacientes são três homens (de 59 anos, 41 anos e 32 anos) e uma mulher (de 52 anos).

Os pacientes de 41 anos e 59 anos estão internados na “ala COVID” do HSLG. A paciente de 52 anos foi transferida na última quinta-feira para a UTI do Hospital Santo Ângelo. Por apresentar sintomas leves da doença, o paciente de 32 anos está em isolamento domiciliar, com o acompanhamento da equipe da ESF da área de residência.

De acordo com o boletim epidemiológico, o número de casos de COVID-19 em São Luiz Gonzaga chegou a 90. O município registra 64 pacientes recuperados, 21 casos ativos e cinco óbitos.

A Secretaria de Saúde reforça o pedido para que as pessoas fiquem em casa, saindo apenas em casos de extrema necessidade; usem máscaras de proteção facial ao circularem pelas ruas e estabelecimentos; evitem aglomerações (incluindo eventos familiares); mantenham a distância mínima de dois metros entre pessoas; realizem a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel; entre outras ações a fim de evitar a disseminação do vírus.

Comunicado do Hospital São Luiz Gonzaga sobre o número de pessoas hospitalizadas na “Ala Covid-19”. Atualizado até às 14h30min desta sexta-feira (31/7)

– Paciente masculino de 54 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, sem necessidade de oxigênio. Aguarda exame confirmatório.

– Paciente masculino com 41 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, necessitando de suporte de Oxigênio. Lacen positivo.

– Paciente feminina com 55 anos, procedente de Santo Antônio das Missões, não necessitando de suporte de oxigênio. Lacen positivo.

– Paciente masculino, de 59 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, com comorbidades, sem necessidade de suporte de oxigênio. Lacen positivo.

– Paciente feminina de 69 anos, procedente de Santo Antônio das Missões, com comorbidades, sem necessidade de suporte de oxigênio. Aguarda exame confirmatório.

– Paciente masculino de 64 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, com necessidade de suporte de oxigênio. Lacen positivo.

– Paciente feminina de 61 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, necessitando suporte de oxigênio. Lacen positivo.

– Paciente feminina de 51 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, com necessidade de suporte de oxigênio. Lacen positivo.

– Paciente masculino de 32 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, com necessidade de suporte de oxigênio. Lacen positivo.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga / SEMSA e do HSLG

Lacen confirma mais quatro casos de COVID-19 em São Luiz Gonzaga

(Imagem: Divulgação)

Dos pacientes, dois estão internados na “ala COVID” e uma foi transferida para a UTI do Hospital Santo Ângelo 

Na noite de quinta-feira (30) e na manhã de sexta-feira (31), a Secretaria de Saúde foi informada pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS), do resultado positivo para COVID-19 de mais quatro amostras encaminhada para análise. Os pacientes são três homens (de 59 anos, 41 anos e 32 anos) e uma mulher (de 52 anos).  

Os pacientes de 41 anos e 59 anos estão internados na “ala COVID” do Hospital São Luiz Gonzaga (HSLG), sem a utilização de respirador. Já a paciente de 52 anos foi transferida na última quinta-feira para a UTI do Hospital Santo Ângelo.  

O paciente de 32 anos apresentou sintomas leves da doença e não necessitou de internação hospitalar. Ele está em isolamento domiciliar, com o acompanhamento da equipe da ESF da área de residência correspondente. 

Até o momento, São Luiz Gonzaga registra 88 casos de COVID-19, com 64 pacientes recuperados, 19 casos ativos e cinco óbitos.  

A Secretaria de Saúde reforça o pedido para que as pessoas fiquem em casa, saindo apenas em casos de extrema necessidade; usem máscaras de proteção facial ao circularem pelas ruas e estabelecimentos; evitem aglomerações (incluindo eventos familiares); mantenham a distância mínima de dois metros entre pessoas; realizem a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel; entre outras ações a fim de evitar a disseminação do vírus.  

Por Larissa Dorneles / AI da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMSA  

Mais um caso de COVID-19 é registrado em São Luiz Gonzaga. Número de pessoas que foram infectadas subiu para 84

(Imagem: Divulgação)

Também na quinta-feira (30), paciente internada com suspeita da doença foi transferida para o Hospital Santo Ângelo  

A Secretaria de Saúde foi informada na quinta-feira (30), pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS), do resultado positivo para COVID-19 de amostra encaminhada para análise.  

O paciente é um homem de 56 anos, o qual realizou o exame após contato com pessoa que testou positivo para a doença. Ele apresentou sintomas leves, não sendo necessário internação hospitalar. O paciente e os contatos diretos estão em isolamento domiciliar, com o acompanhamento da Secretaria de Saúde. O Lacen também informou a pasta do resultado negativo para COVID-19 de outras duas amostras encaminhadas ao laboratório.  

Também na quinta-feira, uma paciente – de 52 anos – internada com suspeita da doença no Hospital São Luiz Gonzaga (HSLG), foi transferida para a UTI do Hospital Santo Ângelo. A Secretaria de Saúde aguarda o resultado do exame para COVID-19 da paciente, o qual será realizado pelo Lacen. Até o momento, dois pacientes de São Luiz Gonzaga estão internados em outro município.  

De acordo com o boletim epidemiológico, São Luiz Gonzaga registra 84 casos de COVID-19, com 64 pacientes recuperados, 15 casos ativos e cinco óbitos. A Secretaria de Saúde realiza o monitoramento de 93 pessoas em isolamento domiciliar. 

A pasta reforça o pedido para que as pessoas fiquem em casa, saindo apenas em casos de extrema necessidade; usem máscaras de proteção facial ao circularem pelas ruas e estabelecimentos; evitem aglomerações (incluindo eventos familiares); mantenham a distância mínima de dois metros entre pessoas; realizem a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel; entre outras ações a fim de evitar a disseminação do vírus. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMSA

Mais dois pacientes recebem alta da “Ala Covid-19” do Hospital São Luiz Gonzaga

(Imagem: Divulgação)

Comunicado também informa que cinco pacientes seguem hospitalizados; uma transferência para UTI de Santo Ângelo e uma morte considerada suspeita

O Hospital de São Luiz Gonzaga divulgou nesta quinta-feira (30/7), o comunicado nº 30 sobre os pacientes internados na “Ala Covid-19”. Atualmente, cinco pacientes estão hospitalizados no setor.

– Paciente masculino de 54 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, sem necessidade de oxigênio. Aguarda exame confirmatório.

– Paciente masculino com 41 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, necessitando de suporte de Oxigênio. Aguardando exame confirmatório.

– Paciente feminina com 55 anos, procedente de Santo Antônio das Missões, não necessitando de suporte de oxigênio. Lacen positivo.

– Paciente masculino, de 59 anos, procedente de São Luiz Gonzaga, com comorbidades, sem necessidade de suporte de oxigênio. Aguarda exame confirmatório.

– Paciente feminina de 69 anos, procedente de Santo Antônio das Missões, com comorbidades, sem necessidade de suporte de oxigênio. Aguarda exame confirmatório.

Hoje, conforme o boletim, ocorreram duas altas de pacientes recuperados da Covid-19. Houve uma paciente transferida para a UTI de Santo Ângelo.

O comunicado também informa a morte uma paciente de Bossoroca com insuficiência respiratória gravíssima, que foi a óbito no plantão. O caso foi considerado suspeito e, por isso, foi feita coleta para exame de RT-PCR.

Fonte: Hospital São Luiz Gonzaga

Decreto proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em estabelecimentos comerciais, vias públicas e logradouros aos finais de semana

(Imagem ilustrativa)

Novas medidas de prevenção a COVID-19 também proíbem apresentações artístico-culturais com público presente  

Atendendo recomendações do Comitê de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Tratamento da COVID-19, que identificou que o maior número de casos da doença surgiu em decorrência de aglomerações e que o consumo de bebida alcoólica é um fator que estimula essas situações, a Prefeitura de São Luiz Gonzaga publicou nesta quinta-feira, 30 de julho, o decreto nº 5.667/2020, o qual estabelece medidas complementares de prevenção ao novo coronavírus. 

Com a determinação, a partir de sexta-feira, 31 de julho, fica proibido o consumo de bebidas alcoólicas e bebidas caracterizadas no rótulo como Zero Álcool, em estabelecimentos comerciais, vias públicas e logradouros no horário compreendido das 18 horas das sextas-feiras até às 8 horas das segundas-feiras. No período citado, somente será permitida a comercialização de bebidas alcoólicas nas modalidades tele-entrega e pegue-e-leve.  

O decreto também proíbe qualquer tipo de apresentação artístico-cultural com público presente no estabelecimento em qualquer dia da semana, independente de haver espaço individualizado no local.  

Ainda de acordo com o decreto nº 5.667/2020, está permitida a utilização de praças, parques e logradouros somente para a prática de atividades físicas individuais, sendo proibidas aglomerações de pessoas para fins de confraternização ou eventos.  

O decreto nº 5.667/2020 está disponível no site da prefeitura e pode ser acessado (AQUI)

HORÁRIOS  

A Administração Municipal destaca que as definições do decreto municipal nº 5.604, de 22 de junho de 2020, sobre horários de funcionamento seguem em vigor. Com a publicação, as lojas de conveniência, restaurantes e congêneres, deverão encerrar o serviço de atendimento presencial de clientes dentro das instalações até às 22 horas. Após o horário, será permitido o atendimento somente por meio de tele-entrega e pegue-e-leve. 

Também é recomendado que se evite a circulação no horário compreendido das 23 horas até às 5 horas, exceto às pessoas que necessitem, justificadamente, realizar o deslocamento pela cidade no período citado. 

A Prefeitura de São Luiz Gonzaga pede a colaboração da comunidade para que as normas de higiene sejam seguidas e os protocolos sanitários cumpridos, a fim de evitar a disseminação do vírus e zelar pela saúde de toda a população.    

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMAD 

Bossoroca encaminha coleta ao Lacen para diagnóstico de paciente que morreu na madrugada desta quinta-feira

(Imagem Ilustrativa)

Caso é considerado suspeito de estar relacionado com a Covid-19

O município de Bossoroca registrou a morte de uma paciente com suspeita de Covid-19 na madrugada desta quinta-feira (30/7). A paciente estava em isolamento domiciliar, acompanhada pela Secretaria Municipal de Saúde, aguardando o tempo para realizar o teste rápido.

A senhora que acabou falecendo procurou atendimento médico durante a madrugada e foi encaminhada ao Hospital São Luiz Gonzaga, onde não resistiu. A orientação repassada para os serviços de saúde foi de realizar coleta e encaminhar para o Lacen para um diagnóstico correto.

Conforme o boletim mais recente, o município registrou 10 casos confirmados de coronavírus. Destes, sete são casos ativos e três de pessoas recuperadas.

Ontem, o prefeito José Moacir Fabrício Dutra publicou novo decreto estabelecendo novas restrições e vedando, por exemplo, prática de festas campeiras como rodeios, castrações/marcações, entre outras atividades que causem aglomeração. Também estão proibidas as práticas de esportes coletivos por tempo indeterminado. Antes o município já havia editado publicação proibindo a realização de encontros religiosos.

Fonte: Rádio São Luiz

Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan) se mantém com apoio da comunidade

(Imagem: Divulgação)

Entidade de Ijuí atende cerca de 2800 pessoas da região

Nesta semana, a psicolóloga Tainara Melo, representante da Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan) – unidade Ijuí, falou sobre o trabalho da entidade, que é uma instituição gaúcha e uma Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, que presta diversos tipos de apoios e serviços gratuitos para pessoas em tratamento oncológico e em situação de vulnerabilidade.  A existência do grupo já completou 15 anos e eles estão espalhados em todos os municípios onde existe um centro de tratamento do câncer.

Tainara explicou que quando uma pessoa procura a associação, o primeiro suporte oferecido é o do serviço social. Nesta etapa é feita uma avaliação socioeconômica do paciente para saber quais as suas necessidades. A partir daí, o apoio pode vir através de cestas básicas, suplementos alimentares – que são direitos do paciente, mas que muitas vezes, através do estado, demoram de 20 a 30 dias para ter retorno. Além disso, a entidade oferece apoio psicológico – incluindo os familiares – para ajudar todos a compreenderem o processo e a sequência do tratamento.

Atualmente, o Centro de Alta Complexidade em Oncologia – Cacon de Ijuí atende 120 municípios, por isso, a unidade da Aapecan também tem uma casa de apoio, com 28 vagas, para pacientes e familiares que precisam de estadia. Para cadastro são exigidos RG, CPF, laudo médico, cartão SUS, comprovante de renda e comprovante de residência. Hoje, por conta da pandemia, o público está reduzido, mas os atendimentos seguem e incluem as quatro refeições diárias.

Para manter toda essa estrutura, a Aapecan conta com apoio da comunidade. Uma das principais fontes de receita está ligada às doações obtidas por meio de pedidos por telemarketing, que partem de uma central em Santa Maria. Fora isso, são realizadas vendas de pizzas, brechós solidários, venda de camisetas, entre outras formas e ações em datas comemorativas. “ Estamos sempre abertos para receber doações, seja recurso financeiro, roupas para o brechó e alimentos”, explicou Tainara.

Quem precisar do apoio da Aapecan Ijuí ou quiser colaborar com pode entrar em contato pelo (55) 3333-0289 ou pelas redes sociais no Facebook e Instagram.

Fonte: Rádio São Luiz