Comitiva do Paraguai visita a região para orientar sobre exigência de comprovante de vacinação contra Febre Amarela para entrada no país

79683968_10157843065505789_752044530101911552_o

Encontro reuniu representantes paraguaios e da 12ª Coordenadoria Regional da Saúde. (Foto: divulgação)

A fim de facilitar a passagem de turistas entre o Paraguai e o Brasil pelo Departamento de Itapúa, no que se refere à exigência de possuir o Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela, funcionários do Senatur, Diretoria Geral de Migrações e Ministério da Saúde Pública e Bem-Estar Social, estiveram reunidos com profissionais da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde em Santo Ângelo e na Secretaria de Turismo de São Miguel das Missões.

Essas reuniões foram realizadas com o objetivo de evitar impedimentos ao crescimento contínuo do turismo de entrada no Paraguai, por meio da divulgação em massa da resolução nº 142/19, que estabelece a exigência do certificado internacional de vacinação contra febre amarela para viajantes domésticos e estrangeiros que se dirigem ou vêm do Brasil, já que no último semestre alguns turistas do Rio Grande do Sul não puderam entrar no país devido à falta do referido documento.

No, dia em Santo Ângelo, estiveram presentes a representante da Associação de Municípios das Missões Isabel Cristina Ribas; e pelas 12ª CRS as técnicas Carmen Marchionatti, Laureen Dornelles e Sandra Souza. A delegação do Paraguai foi composta pela Diretora de Formalização do Setor de Turismo Assunção Azcona e Odilón Peralta, Chefe do Departamento de Facilitação de Turismo da Senatur para Migrações, o inspetor de imigração, Lucas Kasiañuk e pela a Diretoria de Vigilância e Controle de Saúde nas Fronteiras do Ministério da Saúde, Diretora Sixta Bogado e Coordenador Francisco López.

Fonte: Secretaria de Saúde de São Miguel das Missões

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email