Liminar judicial suspende os efeitos da eleição da Mesa Diretora do Rolador

Uma liminar publicada nesta sexta-feira, 27, pelo desembargador Eduardo Werlang suspendeu os efeitos da eleição da Mesa Diretora do Rolador, a qual foi realizada na última segunda-feira, 23 de dezembro. Na decisão, o magistrado determinou a posse do suplente Joaquim de Melo Amarilho ao cargo de vereador e, também, a sua participação no processo de eleição da Mesa da Casa.

A liminar foi favorável ao agravo de instrumento interposto por Amarilho, suplente de vereador, que buscou na Justiça o direito de assumir a cadeira no Legislativo roladorense, e, com isso, participar da eleição da Mesa Diretora da Casa. Na última segunda, a eleição contou com a votação empatada em 4 a 4, o que resultou na eleição do vereador Osmar Damian como presidente do Legislativo para o Exercício de 2020 pelo critério de desempate conforme o Regimento, ou seja, sendo o desempate favorável ao candidato mais velho. Na ocasião, o vereador Getúlio Bolzan não participou da Sessão por motivo de saúde, estando de atestado médico. Assim, a votação culminou no placar igualitário de votos dos edis.

O atual presidente da Casa, Ival Senger, que está à frente do Legislativo até o dia 31 de dezembro, irá recorrer da decisão.

Fonte: Rádio São Luiz