Um terço da população são-luizense apta a receber a dose de reforço ainda não procurou os locais de vacinação

(Divulgação)

Vacinas têm prazo de validade e poderão ser devolvidas para a 12ª Coordenadoria Regional de Saúde

São Luiz Gonzaga – A enfermeira e coordenadora do Centro de Saúde de São Luiz Gonzaga, Águeda Balbé, informou que cerca de um terço da população apta a receber a dose de reforço contra a Covid-19 ainda não procurou os locais de vacinação. A baixa procura preocupa, pois uma vez descongeladas as vacinas têm prazo de validade de um mês em temperatura de geladeira.

Receba as nossas notícias no WhatsApp

Para não perder as doses, caso não haja procura, a coordenadora avalia a possibilidade de devolver as doses para a 12ª Coordenadoria Regional de Saúde. A medida seria tomada para evitar a perda das doses, destinando-as para outras pessoas.

A baixa procura, no entendimento de Águeda, pode estar relacionada com a situação de relativa estabilidade da pandemia. A enfermeira alerta, no entanto, que estudos mostram queda de imunidade após determinando período, por isso a necessidade do reforço.

Todas as unidades de saúde do município estão aplicando vacinas. A dose de reforço deve ser feita por quem recebeu a segunda dose há, no mínimo, cinco meses. No caso de imunossuprimidos graves, este prazo cai para 28 dias.

Por Kelvin Morais

Fonte: Somar Meteorologia