Escola Técnica Estadual Cruzeiro do Sul participa de encontro estadual de formação

(Foto: Divulgação)

O evento ocorreu na quarta-feira, 22, no auditório da Faculdade Estácio de Sá, no centro histórico de Porto Alegre. A atividade foi promovida e coordenada pela SUEPRO-SEDUC.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

O encontro teve como objetivo principal dialogar sobre a reestruturação curricular dos cursos Técnicos em Agricultura, Zootecnia e Agropecuária, frente às novas demandas exigidas pelo mundo do trabalho rural, e atualizar as habilidades e competências formativas que se agregam ao perfil profissional do Técnico Agrícola, que realiza sua formação na escola agrícola.

Ocorreram palestras presenciais, palestras on-line e trabalhos em grupos, com apresentação oral em plenário, seguido de debates e reflexões.

O professor Dr. Rafael Lazzari, da UFSM, entre muitos assuntos, frisou que a formação do jovem precisa estar alicerçada em uma “tomada de decisão que passa pelo conhecimento, gerenciamento e integração”. Luciano Schwerz, da EMATER, trouxe uma preocupação com a sucessão familiar rural, onde apresentou dados de pesquisa que mostram que 40% das propriedades do RS são lideradas por agricultores com mais 50 anos. Para o pesquisador da EMBRAPA, Dr Giovani Stefani, “um bom profissional precisa ter integridade, motivação, capacidade, compreensão, conhecimento e currículo”. Continuou dizendo que “prática, experiência, vivência, colocar a mão na massa é essencial”.

A Escola Cruzeiro do Sul foi representada no encontro pelo seu diretor, professor Ayrton Avila da Cruz, que avaliou que o evento “foi muito produtivo ao ser possível discutir com a mantenedora a busca por uma renovação curricular que venha ao encontro das necessidades do mundo do trabalho rural contemporâneo, e pela possibilidade de aproximar as escolas agrícolas com as instituições de pesquisa e extensão rural, como parcerias que somam e qualificam o processo formativo da juventude que estão nas nossas escolas”.

Fonte: Assessoria de Imprensa