“Os desafios para a fidelização dos associados” foi tema do Encontro de Lideranças da Coopatrigo

(Foto: Divulgação)

Os “delegados” da Coopatrigo que compõem o seu Conselho Central de Representantes estiveram reunidos na última sexta-feira, 15, para receber as informações do desempenho da Cooperativa no primeiro semestre de 2022.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Para reflexão dos líderes, a Coopatrigo promoveu uma palestra sobre “Fidelização do Quadro Social”, a qual foi ministrada pelo conferencista Luis Otávio de Almeida Abreu, da VGV Consultoria, de Santo Ângelo.

O conferencista, que desenvolve trabalhos de consultoria na área de gestão em várias cooperativas e também empresas, disse que a fidelização de associados – que além de donos são também clientes das cooperativas – tem sido um dos grandes desafios neste período de valorização das comodities agrícolas que aumentou o número de empresas que atuam neste setor.

Luiz Otávio de Abreu ressaltou que o papel dos líderes é fundamental para que este objetivo seja alcançado, citando alguns pontos que são importantes como o “relacionamento” com os associados. “A fidelização é possível de ser atingida através de um bom relacionamento, com a cooperativa atendendo as necessidades dos seus associados, fazendo ele se sentir “dono” da empresa, além de cliente”, afirmou o palestrante.

O Presidente da Conselho Central de Representantes, Marcos Aurélio De Carli, avaliou como muito positivo o Encontro de Líderes, onde além da importante palestra sobre fidelização, os delegados tomaram conhecimento sobre os números contábeis da Coopatrigo no primeiro semestre, que apesar de todas as dificuldades impostas pela frustração na safra de soja, a Coopatrigo fechou com um resultado positivo.

O Presidente da Coopatrigo, Paulo Pires, agradeceu em nome dos seus companheiros de direção Luiz Flávio Oliveira e Marcos Pilecco, a participação de todos os delegados neste encontro e solicitou o empenho conjunto para o segundo semestre a fim de que os objetivos planejados sejam alcançados e a Cooperativa encerre este difícil ano de 2022 com resultado positivo e destinação de um bom “retorno” para os associados.

Por Roberto Marques, Assessor de Comunicação da Coopatrigo