Diminuição das linhas do transporte coletivo é apontada como solução para encontrar empresas interessadas em assumir o serviço

Foto: Divulgação

O prefeito Sidney Brondani falou nesta quinta-feira, 29, sobre a atual situação do transporte coletivo no município. Suspenso desde 1º de março de 2021, o serviço já teve quatro licitações, mas todas não registraram empresas interessadas.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Brondani ressaltou que os editais previam um subsídio que cobriria as despesas, assegurando que a interessada não tivesse prejuízo financeiro ao assumir as linhas. Segundo ele, isso estaria bem claro na licitação, “se não fechasse, o município bancaria a despesa”.

Como nenhuma empresa manifestou interesse, o município agora pretende realizar mudança no plano de mobilidade urbana. O prefeito avalia que o município possui linhas muito longas, o que dificultou o registro de propostas.

O novo plano é estabelecer linhas com trajeto menor, contemplando as principais “artérias” do município. Isso afastará um pouco as linhas dos bairros, mas as autoridades municipais avaliam que é a única forma de haver interesse no serviço.

Esse novo plano deverá ser aprovado na Câmara de Vereadores para que uma nova licitação possa ser aberta. Em uma previsão otimista o novo edital deve ser publicado em meados do ano que vem.

Fonte: Rádio São Luiz