Reunião com vice-presidente da República traz esperança para a cadeia a leiteira

Foto: Divulgação/Fetag

Na quarta-feira, 6, a Fetag-RS, representada pelo vice-presidente Eugênio Zanetti, esteve acompanhada por representantes de entidades e parlamentares de outros estados, em agenda com o vice-presidente da República, Geraldo Alckimin, para tratar sobre a cadeia leiteira.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Na reunião, marcada pelo deputado federal Heitor Schuch, que teve cerca de duas horas de duração, Alckmin demonstrou preocupação e boa vontade em resolver as questões que estão levando a cadeia leiteira ao fundo do poço. O vice-presidente telefonou para os ministros da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, Carlos Fávaro e Paulo Teixeira, respectivamente, para buscar informações e tratar sobre eventuais medidas que podem ser tomadas.

Dentre as possibilidades discutidas estão o aumento na fiscalização sobre as importadoras de leite; possibilidade de portaria do MAPA para dificultar a entrada de lácteos por meios de importadores; tornar a Conab como única autorizada a fazer importações; criação de taxas antidumping; e a possibilidade de subsídio aos produtores.

De acordo com o vice-presidente da Fetag-RS, Eugênio Zanetti, “saímos da reunião sem nada concreto, mas o vice-presidente da República se mostrou receptivo e entendeu o tamanho do problema. As possibilidades trazidas na reunião são boas, mas precisam avançar. Seguiremos cobrando para elas saiam do papel urgentemente. Também é um ponto positivo que a pauta do leite ganhou o apoio de outros estados que estão na mesma situação, o que fortalece nossos pleitos”.

Também esteve presente o presidente da Contag Aristides dos Santos.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Fetag-RS