14° BPM realiza ato em homenagem a brigadiana morta atropelada por criminosos no município de Sério, no Vale do Taquari

Marciele-Alves-PM-3

Os policiais militares do 14° BPM realizarão nesta terça-feira, 26 de novembro, às 17h, um ato solene em frente à Praça da Matriz de São Luiz Gonzaga em homenagem à soldado Marciele Renata dos Santos Alves, 28 anos, morta atropelada nesta segunda-feira por criminosos no município de Sério.

Marciele participava de um cerco policial montado pela Brigada Militar no município localizado no Vale do Taquari, quando, na tentativa de interceptar uma quadrilha que praticava roubos de veículos, acabou sendo atropelada e morreu a caminho do hospital. No confronto, três criminosos também acabaram mortos.

OUTROS PMs GAÚCHOS QUE MORRERAM EM CONFRONTOS EM 2019:

Com a soldado Marciele Alves, já são cinco casos de PMs mortos em 2019 tanto em serviço quanto em horário de folga no Rio Grande do Sul.

 

Abril

O primeiro caso em serviço aconteceu no dia 24 de abril. O soldado Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, participava do cerco a uma quadrilha de bandidos que assaltou um banco em Porto Xavier. Ele foi baleado no tórax. Chegou a ser hospitalizado, mas não resistiu ao ferimento.

De folga, o soldado Emerson Daltri Tadielo, 41 anos foi morto ao reagir a um assalto, no bairro Coxilha Velha, em Triunfo. O crime aconteceu no dia 4 de abril.

 

Junho

Dois meses depois, no dia 26 de junho, Rodrigo da Silva Seixas, 32 anos, e Marcelo de Fraga Feijó, 36 anos, morreram durante uma perseguição a criminosos na Vila Maria da Conceição, em Porto Alegre.

 

Julho

Já em 10 de julho, o soldado Gustavo de Azevedo Barbosa Júnior, 26 anos, foi baleado antes mesmo de sair da viatura ao averiguar um veículo em situação de roubo em Porto Alegre.

Fonte: Rádio São Luiz, com informações do Portal O Correio Digital

 

Compartilhe essa notícia...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email