RGE investiu R$ 4 milhões em São Luiz Gonzaga para a troca de postes e melhorias na rede de média tensão

Os 20 municípios que compõem a regional Missões da RGE receberam centenas de obras na rede elétrica executadas entre janeiro e setembro deste ano. O último balanço divulgado pela empresa, referente aos três primeiros trimestres de 2019, mostrou que R$ 25,5 milhões foram investidos no sistema de distribuição de energia na região.

Entre as obras executadas, destaque para a substituição de 4.606 postes, melhorias ou construção de 53 km de rede de média tensão e instalação de 13 religadores automáticos. Os novos religadores se somam aos 113 que já estavam em operação nas redes da Região das Missões.

Os religadores são componentes tecnológicos operados à distância, através de sinal de dados, pelo Centro de Operações da RGE. Eles permitem que a energia seja restabelecida num curto espaço de tempo se a interrupção ocorrer sem danos físicos na rede. Além disso, em caso de qualquer interrupção emergencial ou programada, o religador auxilia nas manobras de carga para deixar o menor número de clientes sem energia e por menos tempo.

SÃO LUIZ GONZAGA – A rede elétrica de São Luiz Gonzaga recebeu várias obras nos nove primeiros meses deste ano. Foram investidos R$ 4 milhões no município. Esse valor serviu, entre outras ações, para a troca de 541 postes, construção ou melhoria de 2,3 km de rede de média tensão e instalação de três novos religadores automáticos.

“A RGE tem um Plano de Manutenção e Expansão do Sistema Elétrico estruturado e que segue lógicas técnicas para a sua execução. Todas as ações feitas na rede elétrica buscam modernizar e dar maior robustez aos componentes que formam o sistema de distribuição de energia. Da troca de um poste até a instalação de um religador ou transformador… essas práticas somadas representam a possibilidade de atendermos cada vez melhor nossos clientes”, frisa Lugoch.

Alinhada com o Planejamento Estratégico do Grupo CPFL Energia, a RGE, distribuidora de energia elétrica que atende 381 municípios gaúchos, investiu R$ 605 milhões em obras de ampliação, melhoria e modernização da rede nos nove primeiros meses deste ano. O valor é 24,7% superior em relação ao mesmo período do ano passado. Esses investimentos permitiram que centenas de obras fossem executadas no período, como a substituição de 64 mil postes de madeira por concreto na área de concessão, a instalação de 204 novos religadores automáticos e construção ou melhoria de 1.447 Km de rede de média tensão.

Principais investimentos da RGE na região – Janeiro a setembro de 2019

Cidade Investimento Postes trocados
Catuípe R$ 1,2 milhão 339
Guarani das Missões R$ 2 milhões 514
Roque Gonzales R$ 1,6 milhão 282
Santo Ângelo R$ 9 milhões 1.212
São Luiz Gonzaga R$ 4 milhões 541
São Nicolau R$ 1,5 milhão 380

Plantio de árvores próximo à rede

A RGE alerta os clientes sobre o plantio de árvores de grande porte próximas à rede elétrica. O toque da vegetação nos componentes da rede – como cabos e transformadores – é o responsável por grande parte das interrupções de energia em toda a área de concessão da distribuidora. Por isso é importante que, ao plantar qualquer árvore, os moradores analisem o espaço e projetem o crescimento daquela muda. Recomenda-se que perto de redes elétricas ou mesmo do ramal de ligação do cliente – o fio que sai do poste e vai até a casa ou prédio – não se plante árvores de maior porte.

Espécies de médio e grande porte devem ser plantadas, preferencialmente, em praças e espaços que comportem o seu desenvolvimento pleno a fim de não gerar conflitos com as estruturas do contexto urbano em geral (redes de energia elétrica, água, internet, calçamentos, etc.).

A RGE e o Grupo CPFL têm um Guia de Arborização completo com as espécies mais indicadas para serem plantadas nos diferentes espaços, tipo de podas que podem ser feitas, manutenção da vegetação, legislações do setor, entre diversas outras informações. O guia pode ser consultado, na íntegra, através do site da RGE: http://bit.ly/ArborizacaoRGE

Fonte: RGE