Aspirante a Oficial Bibiana Chagas, natural de São Luiz Gonzaga, passa a integrar o efetivo do Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar, em Santa Maria

Aspirante Bibiana Chagas, primeira à esquerda, durante sua apresentação (Foto: Divulgação/CMS)

Santa Maria – O Comando Militar do Sul (CMS) divulgou hoje, 14, em suas redes sociais, que a Aspirante a Oficial Bibiana Chagas, de Material Bélico, passou a integrar o efetivo do Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar, em Santa Maria. Bibiana é natural de São Luiz Gonzaga, mas foi criada na cidade do centro do estado. Ela, ao lado de outras 23 mulheres, formam o primeiro contingente do segmento feminino que concluiu o curso de formação na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman).

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Enquanto Cadete, um período de formação antes de ingressar efetivamente no oficialato, ela já teve a oportunidade de ser a primeira mulher combatente a comandar uma linha de tiro. Isso ocorreu no 4º Batalhão Logísitico, também em Santa Maria, no ano passado. Foi a primeira vez que o tiro de instrução avançado (TIA) dos cabos e soldados foi comandado por uma mulher combatente.

Em entrevistas anteriores, a Aspirante Bibiana Chagas comentou que “seu maior desafio, no início da carreira, foi ter que se afastar da família”. Já a maior conquista “ter a certeza que concluiu a formação na AMAN dedicando-se ao máximo”.

O Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar, que a Aspirante passa a integrar, é uma unidade militar referência na manutenção de blindados. As principais máquinas de guerra manutenidas no local  são o Leopard e Gepard, da Alemanha, e o norte-americano M109.

Fonte: Rádio São Luiz