Obras de esgotamento em São Luiz Gonzaga vão iniciar pela construção da estação de tratamento

(Foto: Ilustrativa/Divulgação)

Na semana passada, o prefeito Sidney Brondani comentou sobre as futuras obras de esgotamento sanitário em São Luiz Gonzaga. Com a assinatura do aditivo com a Corsan, a companhia agora terá até 2033 para levar tratamento de esgoto a 90% da área urbana do município, conforme o que estabelece o Marco Legal do Saneamento.

Receba nossas notícias pelo WhatsApp

Brondani reconheceu que há muito a ser feito e que será preciso manter vigilância e cobrança constante, uma vez que no contrato assinado em 2013 as obras de esgotamento já estavam previstas e desde então não houve avanços.

Nas últimas semanas, equipes de trabalho da Corsan estiveram no município contatando locais para os operários se instalarem, bem como realizando levantamento de equipamentos para alugar, o que sinaliza que a primeira etapa deve ter início em breve. Esta primeira etapa será a construção de uma estação de tratamento no Bairro Marcos.

O prefeito explicou que a obra é ponto fundamental para a sequência, como a canalização, justamente por ser necessário haver o local para tratamento dos resíduos. Cerca de R$ 13 milhões serão investidos nesta fase.

Outra forma que deverá ser utilizada para alcançar a meta de esgotamento no município será a coleta feita por caminhão limpa fossa, o qual fará a retirada direto das fossas sépticas. Segundo o prefeito, a modalidade é aprovada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

Além de 90% do esgotamento, até 2033 o município precisa entregar água potável para 99% dos lares urbanos.

Fonte: Rádio São Luiz